Butiá

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome-searchtool blue.png Butiá é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
A prefeitura fica no mesmo quarteirão que o cartório e o da única agência bancária do Banco do Brasil.

Sciences de la terre.svg.png
Gauchodanc.jpg Mas bah, tchê!

Este artigo buenaço e tri-legal é do mais puro humor gaudério dos pampas, vivente, então veste tua bombacha, recolhe teu pelego no galpão e toma um mate amargo com a gente, macanudo!

Chima.jpg
NewBouncywikilogo.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Butiá.
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida

Nota: Se procura outro tipo de Butiá, consulte Butiá (planta).


Cquote1.png Você quis dizer: Cidadezinha Cquote2.png
Google sobre Butiá

Cquote1.png Você quis dizer: Buraco Cquote2.png
Google sobre Butiá

Cquote1.png Porque leão não come os Ratos? Cquote2.png
Habitante de Butiá fazendo sua inédita piada

Cquote1.png Não sei Cquote2.png
Um Idiota qualquer

Cquote1.png Presidio Municipal do Butiá Cquote2.png
Conhecido popularmente como Escola Visconde de Mauá

Cquote1.png ... Cquote2.png
Um idiota

Moral da piada!

Se você não intendeu se Foda!

Cquote1.png Vão tudo à merda seus viados! Isso é na Puta que o pariu! Esse lugar fede mais que o meu cú. Porra do caralho!!!! Cquote2.png
Dercy Gonçalves sobre Butiá


Butiá[editar]

Butiá é um município brasileiro que na prática não passa de uma pequena cidadezinha perdida em meio ao grande território do Rio grande do Sul, sendo que alguns suspeitam que a cidade, ao invés de próxima a Porto Alegre, esteja junto a região do Acre, que como todos sabem, não existe.

O fato é que todos desconhecem até mesmo seus habitantes, uma vez que Butiá é uma cidade perdida entre o fim do mundo e o lugar nenhum, o que faz com que pesquisadores de vários institutos, inclusive da Desciclopédia no intento de descobrir qual a atividade existente em tal lugarejo.

Segundo informações preliminares, a cidade seria um resto do período Carbonífero, uma vez que os únicos restos "mortais" existentes na cidade remontam justamente a este período, justo por ter tudo virado carvão.

Consta ainda que estes restos seriam responsáveis pela sobrevivência de uma incipiente população, que viveria como o homem das cavernas, pelo fato especial de o carvão proveniente do Carbonífero não ter tanto valor quanto o Ouro, apesar de ao menos valer mais do que nada. Ver mais sobre Carvão em Charqueadas.

Chocolate
Anacleto
Adão

História[editar]

Segundo informações pouco confiáveis provenientes da Wikipédia, a cidadezinha-buraco do cu do mundo chamada Butiá teria surgido com a invasão da Inquisição Espanhola, sendo que muitos dos mesmos desistiram ao ver que acabariam pra trabalhar em uma mina de carvão, sendo escravos.

Como a maioria desta população de marginais e de idiotas não era capaz de ter força no muque para cortar as madeiras, preferindo deixar isso para a incipiente mão de obra negro-nazista da área, o projeto acabou não dando muito certo, o que causou grande tristeza naqueles que queriam ver algum progresso no incipiente povoado.

Em 17 de julho os Sem tetos começaram o invasão povoamento, sendo que a partir de então se começaria a ter a desordem que se tem hoje, de invasões por parte do MST e de outros grupos para-comunistas.

Consta ainda que a primeira notícia de petróleo carvão no Rio Grande do Sul dataria de 1795, sendo dada aos burros de carga por um soldado português muito, muito, muito burro, que acreditava piamente que tinha achado Petróleo e esmeraldas naquelas cercanias.

O mesmo acabou por dar o nome de Minas do Leão a área descoberta, sendo que minas seria referente ao suposto tesouro encontrado e Leão seria uma homenagem ao reino espanhol Leão Lobo, um grande entusiasta que adorou saber de tal façanha machamente gaúcha.

População[editar]

21.153 habitantes(Que piada!)

Loucos de Butiá[editar]

Habitantes Sim, pois qual o louco que ia querer morar em Butiá onde não tem empregos, é tudo parado, não tem drogas, mortes, e todo mundo se conhece agora querido leitor me diz quem ia querer morar em um lugar desses?