Cólera

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Encircled Rod of Asclepius.svg ATENÇÃO: A Desciclopédia não é um consultório de medicuzinho.
Por isso, tome vergonha e vá procurar um para fazer seu check-up.


Cquote1.svg Grrrrrrrrr!!!! Cquote2.svg
Colérico sobre Cólera

Cquote1.svg Eu vou contar até dez. Depois, se você ainda estiver aqui, eu não me responsabilizo pelos meus atos... Cquote2.svg
Médium sobre Cólera

Cquote1.svg Aí pega aaar! Cquote2.svg
Mução sobre Doente de cólera

Cquote1.svg Colera do Dragãao! Cquote2.svg
Shiryu sobre Cólera


Doente de cólera em estágio terminal

A CÓLERA é uma doença que afeta pessoas enfezadas (em+fezes+adas), por isso mesmo se manifestando em forma de diarréia, verbal ou cuzal. A bactéria causadora da cólera chama-se vibrião colérico; "vibrião" porque esse é o seu nome de batismo, "colérico" porque essa foi a sua reação ao saber que não poderia modificar no cartório um nome tão ridículo.


Transmissão[editar]

Com o fim do Programa do Ratinho, a cólera só pode ser transmitida através de canais similares, como vômito ou fezes humanas. A cólera, porém, também pode ser transmitida através de vias menos suspeitas, como a água.

Portanto, se não quiser ficar colérico, evite assistir a programas da Rede Glóbulo ou da TV Senado. Práticas semelhantes, como beber água de privada, são igualmente desaconselhadas.

A bactéria da coléra também pode contaminar pessoas que costumam ficar muito expostas à radiação-gama.


Sintomas[editar]

O doente costuma se sentir enjoado e com uma puta vontade de fazer um barro. É recomendado, assim, procurar um médico sempre que a pessoa ficar uma mala sem alça, com pretensões a artesão alternativo. Se o enfermo de repente começar a ganhar músculos, rasgar a roupa e ficar verde, então é melhor rezar chamar o batalhão do exército mais próximo ao invés de uma ambulância, para se evitar maiores estragos.


Tratamento[editar]

Tratamentos medicamentosos:

  • Tomar um suquinho de maracujá.
  • Tomar um calmante.

Tratamentos terapêuticos:

Hábitos de vida não-recomendados: