Cacau Melo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Cláudia Cristina Melo Corrêa
Cacau melo.jpg
Cacau tentando ser sexy para você
Nascimento 3 de março de 1984
Bandeira do Brasil Brasil - Rio de Janeiro
Ocupação cantriz

Cocô Mole Cacau Melo é uma atriz dessas que já fizeram vários trabalhos nas mais diferentes emissoras, mas não conseguem ser reconhecidas por ninguém devido à mediocridade de suas atuações. Sua aparência comunzona também não ajuda muito, já que ela poderia muito bem ser faxineira de algum dos telespectadores, e todo mundo quer ver na televisão apenas gente que seja muito linda ou muito bizarra, e Cacau não é nenhuma dessas coisas, ela simplesmente é tosca sem graça normal.

Juventude[editar]

Nasceu em algum lugar qualquer do Rio de Janeiro, muito provavelmente alguma favela, mas qualquer um certamente está cagando e andando para saber isso. Seu verdadeiro nome é Cláudia, que de tão comum, toda vez que alguém resolvia chamá-la, umas trocentas outras periguetes também apareciam. Então, para diferenciar-se, ela mesma colocou-se o apelido ridículo de Cocô Cacau.

Carreira[editar]

Fez sua estreia atuando em um seriado chamado Aprendendo a Empreender, exibido pelo canal Futura ali por meados de 2004. Sério, quem cacete assiste o Futura?!? Não é para menos que ninguém deu a mínima para ela... No ano seguinte, ela foi mais esperta, ou mais sem noção, e inscreveu-se em um concurso promovido no Caldeirão do Huck, que estava selecionando uma nova atriz para trabalhar na próxima novela das 8 da época. Como prometeu faxina grátis para quem votasse nela, acabou ganhando a competição.

Após sua estreia global como uma figurante insignificante de América, ela foi guardada na geladeira da Globo por três anos, e quando finalmente saiu, foi para interpretar outra personagem irrelevante e dispensável. Indignada, ela pediu demissão e foi mendigar emprego nas outras emissoras. Acabou sendo contratada pelo SBT, que pega qualquer lixo para atuar em suas novelas podres, e logo de início já interpretou uma das protagonistas de Amigas e Rivais, obviamente um remake escroto de uma novela mexicana pior ainda. Porém, Cacau atuou tão mal, que nem o SBT quis ficar com ela, e devolveu a oferenda para a Globo, que por sua vez, devolveu-a à geladeira.

Em 2009, retornou atuando em mais uma bosta escrita por Glória Perez, desta vez a bizonha Caminho das Índias, e novamente decepcionou a todos, inclusive a si mesma, com tamanha canastrice. Então, naquele mesmo ano, resolveu converter-se à Igreja Universal a fim de pagar seus pecados, e aceitou o convite da Record para interpretar a si mesma em A Fazenda 2. Não venceu o reality show, mas pelo menos ganhou um carro em uma das provas, o que é bem melhor do que ganhar porra nenhuma.

Atualmente, segue contratada pela Record, onde continua a encher linguiça atuando em novelas com as quais ninguém se importa.