Carol Honório

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.
Aff amaury.jpg Este artigo é sobre uma subcelebridade

e é ator de pegadinha do Sérgio Mallandro.

Cuidado: Carol Honório pode cobrar cachê por ler este artigo.


Carolini Honório da Silva Dias
Morenagostosa.jpeg
Mulher bonita que você NÃO vai encontrar na praia!
Nascimento 29 de outubro de 1986
Bandeira do Brasil Brasil
Ocupação Puta paga
Altura 1,70m
Signo Escorpião
Cabelo Moreno

Carollini Honório (29 de outubro de 1986), ou simplesmente Carol, é uma ex participante do Big Brother Brasil, mais precisamente da sétima edição, em que o vencedor foi o cosplayer vagabundo do Johnny Bravo, Diego Alemão. Assim como toda mulher gostosa que participa daquela bosta, ela fez a alegria dos punheteiros saindo na capa de revistas masculinas como Playboy e VIP após ser eliminada do reality show e, depois, sumiu completamente da mídia! Pelo menos, ela conseguiu ficar em segundo lugar no programa, então ganhou uma quantia em dinheiro que pelo menos foi suficiente para pagar os implantes de silicone que colocou nos seios. Atualmente, dizem que Carol Honório está se dedicando à carreira jurídica.

História[editar]

As desconhecidas!!

Carol Honório nasceu em uma aldeia indígena localizada no Acre. Logo, acostumada a viver atrasada na vida e sem ninguém, nunca teve grandes sonhos e projetos para o futuro, almejando desde cedo tornar-se uma BBB.

Como no Acre as transmissões televisivas sempre ocorrem mais tarde do que no resto do Brasil, em 2007 os acreanos recém estavam assistindo à quinta edição do Big Brother, enquanto os demais brasileiros já estavam acompanhando a seleção de participantes para a sétima. Durante a transmissão, Carol Honório ficou impressionada com a semelhança entre ela e a participante Natália Nara e, no auge de sua ignorância e desespero, crente de que havia encontrado uma possível irmã perdida e que não era a única índia acreana gostosa existente, montou em um veado e partiu de viagem em direção ao Rio de Janeiro para encontrar sua irmã!

Chegando ao Rio, Carol Honório ficou impressionada com a civilização moderna e sentiu-se completamente perdida. Vendeu seu veado de montaria em troca de informações que levassem-na até o Prozac Projac e teve uma enorme decepção ao chegar lá e descobrir que o Big Brother Brasil 5 já havia terminado há dois anos.

Carol Honório então foi convidada por Boninho e Pedro Bial para integrar o elenco do Big Brother Brasil 7 e ela prontamente aceitou, pois uma pobretona daquelas jamais teria outra chance daquelas de desfrutar de uma mansão e ainda por cima concorrer a uma fortuna para comprar algo similar depois.

Carreira[editar]

Por motivos óbvios, Carol Honório nunca mais quis voltar ao Acre depois de conhecer o Rio de Janeiro. Após aprender a ler e escrever, com muito custo, ela entrou na faculdade graças ao sistema de cotas para indígenas e passou a cursar Direito.

Na televisão, ela ficava fazendo cu doce e dizia que jamais posaria nua porque é algo muito vulgar e pode ser um mau exemplo às crianças, já que ela é muito parecida com a Pocahontas. Mas no fim, acabou se corrompendo pela grana oferecida e revelou seu lado puta.

Ver também[editar]