Castelos de Augustusburg e de Falkenlust em Brühl

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Cquote1.png Eu acredito que deveriam ser dois patrimônios mundiais, pois eles não são 2 castelos? Cquote2.png
Qualquer um com o QI acima de 5 sobre Castelos de Augustusburg e de Falkenlust em Brühl
Cquote1.png Os caras da UNESCO devem ter contado errado, ou são vesgos Cquote2.png
Você sobre citação acima
Cquote1.png Castelos de dfdjgjdjfjgfkjbkjfgjrisrsi e gfjgjsdgkvjskgjrisfgerfgjr em jfkgjsjfifire Cquote2.png
Alguém tentando soletrar o tal nome

Os Castelos de Augustusburg e de Falkenlust em Brühl são dois castelos mais um parque com o gramado cortado tortamente. Para as pessoas que sabem o básico da matemática, é estranho 2 castelos formarem 1 patrimônio mundial. Mas foi determinado assim, então não mudará essa classificação. Também não se sabe motivo disso ser um patrimônio, já que existem um monte desses castelos inúteis espalhados pela Alemanha.

Castelo de Augustusburg[editar]

O castelo de Augustusburg, ou de Falkenlust, sei lá.

O primeiro castelo, chamado de Augustusburg (não existe um modo de soletrar isso) foi construído por um arcebispo com o dinheiro do dízimo. Tudo começou quando arcebispo queria mostrar às outras pessoas que era ele quem mandava naquela p*. Para isso, ordenou aos religiosos que construíssem uma casa enorme e inútil, apenas para se mostrar o chefe de tudo. Foi usado o dinheiro dos dízimos nas obras (esses fiéis são uns otários).

Depois que terminou a construção, as outras pessoas sentiram tanta inveja e raiva (ele desviou o dízimo para as obras) que fizeram um show de rock dentro do palácio. Consequentemente, depois do show o lugar ficou uma porcaria, com lixo e destruição por toda parte. Percebendo que seria impossível recuperar o palácio, o arcebispo ordenou a construção de outro castelo apenas para mostrar que ele continuava mandando em tudo.

Escolheu o único lugar nas proximidades que tinha espaço suficiente para abrigar o novo castelo. O negócio era tão grande e tão cheio de detalhes que demorou 510 anos para terminar a obra, descontando o tempo em que os pedreiros enrolavam no trabalho. Quando o tatatatareneto do arcebispo achou que finalmente acabou tudo, chegou um monte de vândalos, que pilharam o castelo apenas por diversão. Hoje, o palácio foi confiscado pelo governo porque o proprietário não pagou o Imposto de Renda. Os governantes o usam para fazer festas com os recursos desviados dos impostos.

Castelo de Falkenlust[editar]

O outro castelo, o de Falkenlust (esse também não tem tradução) surgiu quando o mesmo arcebispo avarento queria uma outra casa, para quando fosse caçar ou simplesmente enjoasse de Augustusburg. Esse demorou menos que o outro para ser construído, só uns 69 anos. O arcebispo era tão fresco que ordenou ainda a construção de uma estrada apenas para unir seus castelos. O bispo não gostou do castelo porque ele era muito "pequeno" e o vendeu. Hoje, o governo também confiscou o palácio. A única coisa incrível que esses dois palácios fizeram foram se tornar patrimônios da humanidade (ou seja: Nada).