Catedral de Speyer

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Cquote1.png Você quis dizer: Cemitério de luxo Cquote2.png
Google sobre Catedral de Speyer
Cquote1.png Para que eu gastaria dinheiro em uma cova, se eu posso usá-lo para uma catedral? Cquote2.png
Rei sobre Catedral de Speyer
Cquote1.png Quem dera se lá fosse nosso cemitério Cquote2.png
Pobre sobre Catedral de Speyer

A Catedral de Speyer é conhecida como uma das maiores obras inúteis realizadas na Alemanha, tendo gasto milhões de dólares apenas para construir um cemitério. E o rei teve a habilidade de enganar todos os seus súditos ignorantes, dizendo que aquilo era uma igreja para que as pessoas se aproximem de Deus, que cuidaria de todas as enfermidades dos doentes.

História[editar]

A Catedral de Speyer, bloqueando uma rua e atrapalhando o trânsito.

Eles quebraram a cara, quem mandou serem otários. A Catedral de Speyer foi construída há 1000 anos atrás. Tudo começou quando o rei do Saco Império Romano-Italiano-Germânico-Alemão soube que Carlos Magno havia feito um cemitério só para ele.

Os reis da época queriam ter uma boa vida enquanto morto (WTF??) e não queriam passar o resto da eternidade num buraco qualquer em um lugar qualquer. Então, o rei ordenou a construção de um grande e luxuoso cemitério para ele e suas amantes, e também para os amigos, os visinhos...

O problema é que a população, que presenciou a construção da Catedral de Aachen, sabia que isso provavelmente daria errado para os pobres. O rei, para solucionar o problema, decidiu mascarar o projeto. Em vez de cemitério, ele disse que construiria uma catedral.

Fizeram um prédio enorme para os ricos mortos, mas colocaram uns bancos, um altar e uma cruz n meio do cemitério, apenas para dizer que aquilo era uma catedral. A poulação, que só queria saber o final da novela da Rede Globo, nem sequer queria saber o que estava acontecendo.

Enganar o povão foi fácil, o difícil foi construir. A obra era imensa, e demandava muito tempo. O rei, apressado, deixou que o lado de fora da igreja ficasse bem tosco, diferente do projeto original. Depois de anos jogando pedras em cima de outras até ficar parecido com um prédio, os pedreiros terminaram a construção do cemitério da catedral.

Características[editar]

Os políticos que chefiavam junto ao rei prometeram aos homens que se matassem para fazer o trabalho que eles poderiam ser enterrados lá. O problema é que todos sabem o que é uma promessa de político. Na Catedral de Speyer, apenas ricaços bem de vida, playboys, políticos, artistas, esportistas e outras pessoas cheias da grana podiam ser enterradas em Speyer.

Os pobres e manos eram jogados em buracos muito mal cavados, e deixados lá. A Catedral de Speyer era apenas para as zelites, pois elas tinham condições de pagar o enterro em Speyer. O enterro lá era caro porque o cadáver era cercado de luxos.

Os corpos recebiam banho em champagne, tinham assistência médica profissional (?????), hidromassagem, prostitutas de luxo, etc. Por ser uma obra grande, mas inútil, a UNESCO reconheceu sua inutilidade lhe botando na Lista de patrimônios mundiais.