Centros Históricos de Stralsund e Wismar

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Cquote1.png Você quis dizer: Ruínas de Stralsund e Wismar Cquote2.png
Google sobre Centros Históricos de Stralsund e Wismar

Os Centros Históricos de Stralsund e Wismar são as partes das cidades de Stralsund e Wismar que ficam no meio das outras partes. Nesses centros ficam os edifícios mais antigos dessas cidades, que deveriam ser derrubados para dar lugar a construções mais importantes, mas até agora não os derrubaram. A única coisa realmente importante que esses centros históricos fizeram para suas cidades foram atrair turistas que apreciam edificações à beira da ruína, e isso só porque esses prédios se tornaram patrimônios mundiais.

Stralsund[editar]

O que sobrou do centro histórico de uma dessas cidades (somente ruinas).

Stralsund é uma cidade que fica no litoral, mas nem um porto decente tem, pois na frente dela existe uma ilha que forma um estreito muito estreito, proibindo a passagem de navios de médio e grande porte. As únicas indústrias na cidade são a pesca de peixes contaminados pela poluição local e a navegação entre o continente e a ilha que fica à frente. Essa última está em decadência porque recentemente fizeram uma ponte unindo a ilha ao continente, portanto Stralsund só sobrevive da pesca e de outros bicos.

No centro histórico de Stralsund tem um mercado velho, aonde se vendem quinquilharias e vegetais a preços baixos, para a população mais pobre se alimentar. A prefeitura mais parece um museu, de tão velha a sua arquitetura. Também há uma igreja, que como 95% do centro histórico, possui mais de 1000 anos da idade, sendo fundada antes do cristianismo chegar na região. Como em todo lugar antigo na Europa, esse centro não possui uma igreja, mas sim várias. Obviamente a metade dessas igrejas ficava vazia, porque a população local não precisa de tantas. Essas igrejas eram construídas principalmente para que os prefeitos desviassem verbas.

Wismar[editar]

A cidade de Wismar nem cidade é, e sim um porto. Tuso o que existe em Wismar esta relacionado ao porto. A economia da cidade depende das exportações de produtos piratas de outras regiões pelo seu porto. Praticamente todos os habitantes economicamente ativos trabalham no porto. A pequena parte que não está próxima ao porto é o centro histórico. O centro do centro histórico é o mercado de peixes local, aonde os visitantes só podem entrar utilizando máscaras de gás por medidas de segurança.

Tirando o mercado, o centro de Wismar só tem igrejas. As terras do centro foram possivelmente compradas pela Igreja Católica ou Protestante para ter tantas igrejas. Ao longo do tempo, grande parte dessas igrejas foram destruídas, mas os moradores de Wismar insistem em reconstruí-las, mesmo que elas sejam inúteis. Muitos estudiosos tentam encontrar o motivo de Wismar sempre reconstruir suas igrejas, que estão em excesso, mas até agora nenhuma pergunta foi respondida. Provavelmente eles são malucos, só isso.