Chūgoku

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: China Cquote2.png
Google sobre Chūgoku
Cquote1.png Você quis dizer: Goku Cquote2.png
Google sobre Chūgoku
Cquote1.png Mas não é tudo igual? Cquote2.png
Você sobre japoneses e chineses
Cquote1.png Alguém aí falou o meu nome? Cquote2.png
Goku sobre Chūgoku
Cquote1.png Cuidado, não vá para lá. É um área radioativa Cquote2.png
Norte-americano sobre Chūgoku

Hiroshima, maior cidade e capital da região de Chūgoku.

Chūgoku é a região japonesa mais chinesa (?) do Japão. Lá fica Hiroshima, o que explica as altas taxas de radiação e casos de câncer na população. Mas o governo nem se importa com a saúde dessa gente, já que quase todo mundo é chinês, e não japonês. Mas qual é a diferença mesmo entre eles?

História[editar]

Diferente dos japoneses atuais, os povos antigos que habitavam Chūgoku antigamente não eram nerds. Prova disso é o nome da região, que quer dizer "região do meio" no idioma deles. Mas qualquer um que seja CDF a ponto de adorargeografia sabe que no mapa Chūgoku fica naquele canto esquecido do Japão, e não no meio. Só não consertaram esse nome até hoje por pura preguiça.

Voltando ao assunto, Chūgoku sempre ficava fora dos acontecimentos da História do Japão. Todas as guerras legais aconteciam entre Kyoto e Tóquio, ou seja, em Kanto, Kansai e um pouco em Chubu. O único fato importante era a imigração ilegal de chineses da China, que sabe-se lá o que vieram fazer no país. Mas o governo se importava mais com as guerras feudais do que com os chineses.

Durante a Segunda Guerra Mundial, os Estados Unidos, querendo testar seu novo brinquedinho em alguém, fizeram uma espécie de loteria para definir quem seria o alvo. Escolheram Hiroshima, ou Chūgoku, tanto faz, porque a única grande cidade da região é Hiroshima. O resultado foi um estouro, se é que me entende, provando que a população de Chūgoku é uma das mais azaradas do mundo.

Maior empresa de Chūgoku.

Na Guerra Fria, o número de chineses que chegavam à região fugindo do Mao Tsé Tung e do Jackie Chan cresceu assustadoramente. Como a bomba atômica havia destruído praticamente a região inteira, o governo japonês não se importou em deixar os chineses se estabelecerem por lá. Hoje Chūgoku é praticamente uma colônia chinesa no Japão. O governante de Chugoku é Takaro Kuna Vara, líder das tríades.

Geografia[editar]

Localizada no fim da ilha se Honshu, fica próxima da Coreia do Norte e da China, favorecendo a imigração ilegal e possíveis invasões. Afinal, nunca se sabe qual o estado de humor do Kim Jong Il e de outros ditadores presidentes malucos. O interior é formado por cadeias de montanhas. No litoral tem uma planície minúscula, nada que mereça ser destacado.

Economia[editar]

As tríades desempenham um papel fundamental na economia de Chūgoku. A principal atividade é a falsificação de produtos originalmente Made in Japan. O China in Box, uma rede de comida japonesa chinesa[1] também dá muito dinheiro. A venda de resíduos de urânio da bomba atômica lançada em Hiroshima também é uma importante fonte de renda.


  1. Mas não é tudo igual?