Chilique

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa



Chilique é o mesmo que auto-ataque, mas de forma um pouco mais exagerada e por motivos de nenhuma ou pouca importância. Em graus mais elevados você pode ter o privilégio, ou azar de ver o grau máximo de um chilique terminando em desmaio, por motivos como, uma música nova da lady gagá (com acento mesmo, não corrija), ou um bofe lindo correspondendo à criatura que deu o chilique, ou pior ainda, um emo, que nem pode ser chamado de bofe, sendo o causador do chilique, mas vamos piorar mais ainda: O emo dando o chilique... E mais adiante você verá que pode ser ainda pior que isso. Como sempre existem coisas piores, agora está nascendo mais um artiguinho para a coleção dp, e não dê chilique.

Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!!!!!!!!!!![editar]

Não se iluda com a aparência pacífica, o chilique é de um segundo pro outro.

Eu não vou te dizer até onde pode ir essa coisa, pois acho mesmo que isso não é possível e, se você já viu alguma criatura daquelas beeeem frescas mesmo, que podem ou não ter uma vagina, deve saber mais ou menos do que se trata. Mas cara, chega aqui (não tão perto), estou falando de uma daquelas criaturas que lê nos olhinhos, porque há chiliques que não são tão autênticos, existem as forçações de barra, porque sabe: Os humanos têm os interesses dos mais estranhos possíveis, tais como chamar a atenção sem motivo, de modo que pode ser atuação, mas cara, você se já viu vai saber e, ao ver fica apenas se perguntando, o que deve se passar no interior da criaturinha?

Alguns estudos dizem ser tudo proveniente do cérebro, mas outros dizem ser apenas na parte do sistema nervoso, indo do cérebro às outras partes, do sistema nervoso todo. Eu te digo que tudo deve começar nas partes púbicas e depois é que vai para as demais ppartes e depois ainda, é que chega ao cérebro. Essa a minha impressão do início de tudo, alguma coisa bem sutil nessas partes mesmo, mas imperceptíveis ainda. Se você sente coisas estranhas que ninguém mais relata, pode saber que pode ser um ser propenso a ter os chiliques mais violentos, pois se ele até hoje não foi bem descrito, e você sente algo que não pode explicar, o que mais pode se dizer? Nem digo para você se curar, desde que tenha sempre alguém por perto para amparar seu chilique, o perigo é menor, mas se deu um gritinho muito estridente junto com o chilique, podem ter saído correndo.

Tipos de chilique[editar]

Os chilique, na maioria das vezes quando não são dados por seres com as apreciadas vaginas, são dados por carinhas frescos e que são algo parecidos com as gurias chiliquentas, ou ainda tem aquelas características abichalhadas que você deve imaginar. Podendo ainda lembrar algo como borboletas indo para o vôo, ou aquele monte de florezinhas que amontoam as calçadas em fins de primavera (uiuiui). Essa descrição faz com que os chiliquentos e chiliquentas causem admiração, surpresa, mas não medo. Imagine agora, se alguém que dá esse ataquezinho estranho tem um metro e noventa e é marombadão? Ou é um misto de Tiririca com pagodeiro, ou funkeiro? Ou tem aquela cara de pai de família mais uma pança de tio engraçadão..? Agora sim, deu medo, como eu disse lá no início, pode sempre piorar. Felizmente, se é que se pode dizer assim, na maioria das vezes, as criaturas que dão chilique têm mais os primeiros perfis descritos.

Ter também[editar]