Civilização

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Car.JPG

Civilização
é sobre aquilo que pensa mas, não muito.


...ou alguém que é especialista nisso.
Clique aqui pra ver quem mais tenta explicar o inexplicável.


Civilização se formando.
Civilização formada.

Civilização é onde as pessoas se agrupam e de forma organizada, andam (se não forem perneta), mijam, fazem cocô, se escondem da chuva e do frio, criam lixo e também filhotes, se fodem, falam bobagem, aprendem mais bobagem, passam as bobagens adiante, comem, bebem cachaça se drogam, trabalham igual condenados pra garantir a fabricação de lixo e morrem, claro que também morrem pagando bem caro. Isso basicamente é civilização, mas não se preocupe, explicação mais profunda nunca faltará por aqui.

Como se define[editar]

Local perfeito para uma civilização se desenvolver: Não pode afundar.

Civilização não pode ser considerada assim, apenas por ser um grupo humano que funcione razoavelmente, há também que dar impressão de que é organizada para que se chame organização e ter leis que podem ser burladas, dependendo da condição finaceira, entre mais algumas tretas. A civilização atual deve sempre enganar de que é a mais evoluída, porém o conhecimento é algo que mais se perde do que se adquire, e todos ficam por milênios se fodendo com melhoras lentas por conta de burocracia (forma de governo isso?). Na civilização, todos são cidadãos, que têm igualdade de direitos, isso no papel, no papiro, ou mesmo na pedra, mas tem que ser apenas na teoria, pois se for na prática, corre o risco de não ser uma civilização.

Numa civilização, ninguém deve dormir sem teto algum sobre a cabeça, mas tem que ser um pouco mais do que um sombrero, a não ser por opção, e sempre há alguns que optam por isso pelas cidades, por mais que os governantes garantam favelas para os menos abastados. Falando nas cidades, as civilizações sempre se desenvolvem nelas, que devem ter um sistema de esgoto, mesmo acéu aberto que funcione e que se possa sentir o aroma vindo dos bueiros. E nas civilizações modernas, deve também ter um cheiro bem fodido, pior do que enxofre, que sai de veículos, de onde também são importantíssimos muitos acidentes para que se caracterize como civilização. O governo das cidades, bem como os Estados e países em que elas estão inseridas são importantes pois, as civilizações não podem ser assim denominadas sem terem política, não tanto para resolução de grandes problemas, mas para que possa haver discurso para convencer massas e fazer pizza.

Deve-se definir tipos básicos na civilização, se quiser pertencer a uma, saiba disso, deve se encaixar em algum tipo, senão fica marginalizado, mas não faz mal, poiis marginalizados devem ter em toda civilização, e portanto fazem parte dela. O perigo é só se não for de nenhum tipo pré-definido e nem mesmo marginalizado.

Civilizações antigas[editar]

Seres civilizados.
Cidadãos mostrando seus dentes de forma civilizada.

Como para ser civilizado, deve-se pertencer sempre há uma civilização, que por sua vez, deve evoluir de um lado, mas sempre perder conhecimento de outro e assim, sempre acabar em ruínas antes de evoluir de fato, deve-se esquecer o que civilizações antigas descobriram e pegar apenas uma parte, mesmo que o que for largado pra trás parecçe sensato, mas então para garantir as novas civilizações, entra a ajuda de religião, é só dizer que era pecado, que era cobtra as leis de deus é a integridade da civilização estará garantida.

As civilizações antigas, por sua vez, são estudadas apenas de forma superficial, para que não se tome muito conhecimento, Se parecer muito avançada, deve-se dizer que não existiu ou considerar como não sendo civilização, por isso que demora muito para que um grupo antigo seja definido assim, deve-se levar tudo isso em consideração, bem como sempre ter muita gente levando na bunda, mas no outro mal sentido. A maior parte dos civis ou cidadãos, deve ser meio tonto, mas não totalmente retardado, de modo a decorar o necessário e fazer com que a cidades funcionem, mas não sabidões demais. por isso as civilizações antigas não devem ser estudadas da forma correta, do contrário as novas civiçlizações não podem se rassim chamadas.

Ver também, se quiser[editar]