Coluna da Santíssima Trindade em Olomouc

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Coluna da Santíssima Trindade em Olomouc é um monumento barroco (feito de barro) muito bonito lá na República Tcheca construído entre 1716 e 1754 para que a pacata e pequena cidade de Olomuc tivesse algo além de vacas e o inexpressivo time local de bocha, o SK Olomouc.

História[editar]

Visual do elaborado monumento.

Este monumento pagão foi erguido para comemorar o fim da peste negra, uma vez que a praga foi extinta em Praga por obra de uma bruxa que criou uma poderosa magia chamada higiene, especialmente a higiene do sovaco e xoxota que era o principal abrigo das pulgas dos ratos, fato este que posteriormente iria dar a formação da Tchecoslováquia. Todo mundo dessa pequena cidade de Olomuc que não morreu foi construir esse monumento, embora 4 dos escultores não conseguiram viver para ver a estátua amaldiçoada finalizada e morreram durante o processo. O primeiro morreu de latinha, quando subia as escadas achando que lá em cima não tinha uma bigorna, mas lá tinha e caiu em sua cabeça. O segundo morreu de mamadeira, pois estava passando debaixo da construção e caiu uma madeira nele. O terceiro de vinho branco, pois quando o muro da capela caiu ele até desviou do tijolo vermelho, mas vinha o branco. O quarto bebeu mercúrio mesmo por ser burro e morreu.

O belo monumento foi concluído em 1754 para orgulho para a cidade e todos seus 27 habitantes sobreviventes que haviam contribuído de alguma forma.

4 anos depois, porém, os prússios que eram os trolls da época pixaram e deram um monte de tiros de canhão na escultura. Os danos causados felizmente foram reparados com durepox após a população de Olomuc chorar para que seu trabalho não fosse vandalizado.

Hoje, a bela estrutura é patrimônio mundial.

Monumento[editar]

O topo do monumento é formado pelo Sol que simboliza a Argentina, e algumas estatuetas de Gabriel, o Pensador ao lado de Maria do Bairro e do DJ Jesus Luz.

A base da escultura é formada por três andares ornamentadas por 18 esculturas de santos e 14 relevos com escrituras sagradas de bruxaria destinada a espantar a peste negra.

O terceiro andar é dedicado a alguns times de futebol apoiados pela população local, como o Santo André, o São Caetano, o São Paulo, a Santa Cruz e o São Raimundo do Pará.

O segundo andar homenageia santos tchecos, começando pela dupla sertaneja Cirilo e Metódio inventores do código de conversação eslava para que o resto do mundo não compreenda. Também estão incluídos estátuas de Adalberto de Praga que curou a praga e João Nepomuceno. Há também João Sarkander que na época nem era santo, mas a população forçou a barra e o Vaticano não viu problema em haver um santo a mais canonizando-o. E claro, não podia falta a santa padroeira das tchecas, a Santa Silvia e sua menos conhecida irmã Santa Ellen.

No primeiro andar estão as pixações dos vândalos alguns santos que podem ser usados para trocadilhos nefastos e pecaminosos como São Nicolau, São Venceslau e São Estanislau.

Outra estrutura a ser citada é que no interior da coluna há uma pequena capela com relevos Velho Testamento e caríssimas garrafas de vinho tinto ocultas em gavetas secretas.