Comores

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
الاتحاد القمر
Terroristic Center of Comores Islands
Ilhotas Desinteressantes de Comores
Bandeira de Ilhotas Desinteressantes de Comores
Brasão de Ilhotas Desinteressantes de Comores
Bandeira Brasão
Lema: Pátria Liberdade e Justiça
Hino nacional: Não temos petróleo, mas louvamos Alá

Localização de Ilhotas Desinteressantes de Comores

Capital Moroni
Cidade mais populosa Antananarivo
Religião oficial Islamismo
Governo Colônia
 - Cara mais rico do local Charles Rabemananjara
Heróis Nacionais Osama Bin Laden
Área  
 - Total 1000 m3 km² 
 - Água (%) 99
Analfabetismo 10000000000000 
População Terroristas em férias 
PIB per Capita
IDH
Moeda Dinar Africano
Fuso horário Não faz diferença já que essa ilha só serve para férias
Clima Vítima do Aquecimento Global
Website governamental ?


Comores são ilhas islâmicas subordinadas a sua metrópole Madagáscar.

Nos planos de Osama Bin Laden de destruir os Estados Unidos tudo está friamente calculado, o continente africano não fica de fora dos planos. Subordinado a Madagáscar, Comores é a ilha paradisíaca e paraíso fiscal dos islâmicos e terroristas já que viagens para Hawaii, Fernando de Noronha, Cuba ou Tuvalu estão fora de cogitação.

História[editar]

Gatinhas comorenses curtindo o verão nas praias do país com o biquíni típico muito sensual para os padrões islâmicos.

Primeiras habitações[editar]

Inicialmente o arquipélago de Comores foi habitado por alguns lêmures malgaxes e polinésios que se perderam no caminho para Tuvalu. A contribuição desse povo para algo de útil é completamente nula por isso não são mencionados. Um árabe ou outro passava por ali, nada de mais também.

Colonização[editar]

Em 1947, a única potência européia que pegava para is as colônias mais inúteis, a França, dominou Comores. A ideia era usar essas ilhotas para abrir uns cabarés e explorar a rota marítima para as Indias.

Independência[editar]

Em 1975 a onda de independência africana tomou os islâmicos da ilha que ameaçaram lançar um avião contra a Torre Eifel, a França que não quis comprar briga a toa, cedeu a independência três das quatro ilhas, ficando com Mayotte que adoravam assistir os telejornais apresentados por Mélissa Theuriau.

As três ilhotas para evitar o tédio, combinaram de revezar em forma de rodízio golpes militares anuais, e dependendo dos ânimos, até mensais. O primeiro golpe foram os mercenários de Bob Denard já em 1978, não havia nem trÊs anos de independência quando o presidente eleito Ahmed Abdallah foi amarrado de cabeça para baixo num pau na praia e quando a maré subiu ele se afogou.

Golpes de estado, golpe militar, destituição, assassinatos, a cultura comorense é bem dinâmica, e em 1999 ocorre o décimo-nono golpe de estado, dessa vez sob comando de Azali Assoumani, batendo então na época o record mundial de golpes de estado que era do Burundi.

Fatos recentes[editar]

O Reino Canibal de Madagasgar veio a conquistar as ilhas.

Geografia[editar]

Comores oficialmente são quatro pedaços de pedra flutuando no Oceano Índico, sua maior ilha se chama Madagáscar.

Subdivisões[editar]


Política[editar]

Se você tiver qualquer informação sobre qualquer presidente das Comores, por favor informe a Interpol.

Flag-map Comores.png
Comores
HistóriaPolíticaSubdivisões
GeografiaEconomia
CulturaTurismo
Salve mãe África, mano!
África
v d e h

Países: África do Sul | Angola | Argélia | Benim | Botswana | Burkina Faso | Burundi | Cabo Verde | Camarões | Chade | Comores | Congo | Costa do Marfim | Djibouti | Egito | Eritreia | Eswatini | Etiópia | Gabão | Gâmbia | Gana | Guiné | Guiné-Bissau | Guiné Equatorial | Lesoto | Libéria | Líbia | Madagascar | Malawi | Mali | Marrocos | Maurício | Mauritânia | Moçambique | Namíbia | Níger | Nigéria | Quênia | República Centro-Africana | República Democrática do Congo | Ruanda | São Tomé e Príncipe | Senegal | Serra Leoa | Seychelles | Somália | Sudão | Sudão do Sul | Tanzânia | Togo | Tunísia | Uganda | Zâmbia | Zimbabwe

Territórios: Canárias | Ceuta | Galmudug | Mayotte | Melilla | Reunião | Saara Ocidental | Santa Helena, Ascensão e Tristão da Cunha | Somalilândia