Conquista

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Nota: Para outros significados consulte Conquista (desambiguação).


Dios1.png Importante! A Igreja Universal quer sua atenção!

Deus quer que este artigo seja ampliado.
Aqueles que o fizerem, serão ajudados pelos seus tentáculos. Os que ignorarem, irão para o inferno pra sempre.
Não seja herege e obedeça a verdade única e divina!

Testeparaloira2.jpg Conquista não serve pra porra nenhuma!

Se você estiver disposto a perder seu tempo com esta porcaria, vá em frente. Só que não venha reclamar dizendo que perdeu tempo, senão a chapa esquenta, morô?!


Conquista é uma ficção masculina que a mulherada ajuda a construir (e a manter).

A conquista é uma arte difícil mesmo quando é facilitada.


Características[editar]

A observação e o empirismo comprovam que os homens na verdade não conquistam as mulheres, elas é que se deixam conquistar, ou não, dependendo do caso. A dependência do caso está completamente de acordo com a vontade feminina- questão tão misteriosa quanto a origem do universo ou o nada-, sendo sorte quando a conquista é permitida, e azar quando a conquista não dá certo. Graças ao azar foram criadas as cervejas em lata e em long neck e também os botecos conhecidos como pé-sujo.

Como as mulheres sentem pena dos seres masculinos e acham cute o desejo masculino da conquista, elas estimulam a ideia de que o mérito da conquista cabe aos homens que, quando bem sucedidos, se acham machões, fodões e comedores. Trocando em miúdos: é um afago ao ego. Afago necessário para a manutenção da taxa de masculinidade necessária ao equilíbrio das sociedades patriarcais (tipo Poderoso Chefão, embora o chefão se curve diante dos esporros e da macarronada da Mamma). Portanto, homem ser responsável por 100% de uma conquista é também uma lenda urbana, como o Passa lá em casa.

O estímulo feminino é também uma forma de conter o avanço da produção de músicas de dor de cotovelo, o que poderia causar uma hecatombe ecológico-sonora e consequente destruição da espécie-humana-que-tem-amor-aos-seus-ouvidos.


Pseudo-conquistas na história:[editar]

Dependendo das circunstâncias, um ser humano macho consegue conquistar um ser humano fêmea, mas isso é muito raro- é mais fácil receber 1 centavo de troco. Isso até ocorria antigamente, na época em que as mulheres não suportavam a solidão por causa da inexistência dos shoppings e dos meios de comunicação (telefone, Messenger e torpedos) para conversar com as amigas. Além disso, elas precisavam de qualquer homem por perto para fazer fogo e matar baratas, que naquela época tinham o tamanho de um filhote de elefante. Mais recentemente, há 11.000 anos atrás (ou 1.000 A.R- Antes de Raul), as mulheres já eram mais independentes: por isso Luzia foi encontrada só. Abaixo, uma pequena lista de pseudo-conquistas na história:


1. Adão só conquistou Eva porque os outros caras disponíveis eram uma cobra, um anjo e Deus.

2. Romeu só conquistou Julieta porque Shakespeare prometeu que ele iria se matar depois.

3. Marco Antônio só conquistou Cleópatra porque ele era o único cara que não andava de perfil.

4. Mickey só conquistou Minnie porque ele era filho do Walt Disney, o mesmo ocorrendo com o casal Donald/ Margarida. Tudo indica que estes foram os primeiros casos de alpinismo social da história.

5. Peri só conquistou Ceci por questões de rima; não seria tão poética uma paixão entre Astrogildo e Ceci.

6. Brad Pitt só conquistou Angelina Jolie porque ele era o Brad Pitt.



Fatos, de fato[editar]

Digamos que um cara esteja a fim de uma mina que se interesse por anatomia, dança e consumo de cerejas. Se a mina estiver a fim desse cara, ok, mas se não estiver, não adianta ele dançar nu fazendo malabares com cerejas no meio da avenida mais movimentada do centro da cidade: ele passará batido, como se fosse invisível, e ela vai prestar atenção na bela silhueta de rosto daquele cara com uniforme de apicultor lá do outro lado da rua, meio oculto pelo hidrante, pela árvore, pelas três pessoas que estão paradas conversando e pela barraca do camelô- mulheres são muito observadoras.

Não adianta, pode tirar as calças pela cabeça, chutar muro de hidrelétrica até ele rachar (qual será seu recorde de quebrar a perna?). Pode ser irritante, mas é assim que as coisas são. Portanto, se você é grosso como um Away, e ela gosta de sensibilidade, não adianta você agir como aqueles caras que enxergam uma poética até no preparo de um X-Tudo, decorar Casimiro de Abreu, coisa e tal. Resta a você ser você mesmo e torcer para que a força esteja contigo, Padawan (se você estiver com sorte mesmo, não importa que você se pareça com o R2D2).

Quando uma mulher está muito a fim, a chance do ser masculino conquistar chega a 99,9%, basta que ele não seja um idiota. Idiota é aquele cara que não consegue produzir a porcentagem que falta para completar os 100%. Por exemplo, um caso real:


A mulher chega e comenta:
Cquote1.svg Que delícia, como é bom tomar uma cerveja nesse calor... Cquote2.svg
O idiota responde:
Cquote1.svg É, é sim. Cquote2.svg


Agora, um caso irreal: A mulher (uma médium) chega e comenta:
Cquote1.svg Não nos conhecemos de outro lugar? Cquote2.svg
O idiota responde:
Cquote1.svg Não, eu morri em 1875. Cquote2.svg


Agora, um caso fronteiriço: A mulher se aproxima de um balde d'água e comenta:
Cquote1.svg Tem fogo? Cquote2.svg
O balde d'água responde:
Cquote1.svg ... Cquote2.svg


Por último, mas não menos importante, você não precisa aprender esportes radicais como a poesia, participar de rituais estranhos- almoço em família com exposição de fotos das férias de verão de seus sogros; você não precisa fazer muito, a não ser, não ser idiota. Quando uma mulher está muito a fim, as chances chegam a 99,9%, basta que você não seja um idiota.

Uma observação a ser feita para você jovem, que não aguenta mais se masturbar vendo mulheres dos sonhos em sites eróticos e possui o desejo incessável de estar com uma mulher apenas de calcinha e sutiã em sua cama ou até mesmo sem, porém não consegue chegar a tal ponto pois você é muito frouxo, medroso, amiguinho dela tímido. Fique tranquilo, apenas converse normalmente com a mulher, tenha interesse sobre a família, rotina, sonhos, moda, ou até mesmo animais(elas adoram isso ou qualquer merda que você fale). Apenas converse, como você conversa com a sua mãe. Leia sobre sexo, leia sobre prazer, leia sobre tudo que possa lhe ajudar. Ofereça uma transa que faça ela pensar em ti e vontade te dar em qualquer hora aleatória do dia. Então é isso meu amigo, esquece aquela menina que não te dá bola, te ignora. Enquanto você se lamenta ela está transando com outro, então trate de ir atrás de outra, você consegue ;).