Corvos (filme)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Night creature.JPG Corvos surgiu das trevas!!

E está aqui pra puxar seu pé!

Puro osso.gif


Cquote1.png Experimente também: Os Pássaros Cquote2.png
Sugestão do Google para Corvos
Cquote1.png Plágio! Cquote2.png
Alfred Hitchcock sobre Corvos
Cquote1.png Nunca ouvi falar dessa porra de filme. Cquote2.png
Pessoa normal sobre Corvos
Cquote1.png Eu já vi e revi diversas vezes! Cquote2.png
Nerd sobre Corvos

KAW, conhecido no Brasil como Corvos, é um filme de Natural Horror e Sci-Fi Horror que não passa de um plágio descarado de "Os Pássaros".

Sobre o filme[editar]

KAW é um filme obscuro e envolto pelo mistério. Ninguém nunca ouviu falar desse filme, ninguém conhece e ninguém já imaginou que esse filme existia. Com essas características, o filme é mais um daqueles típicos do SyFy Channel, criados por nerds fãs de filmes de Terror para serem exibidos apenas para outros nerds fãs de filmes de Terror, e basta observar a história do filme (a qual conseguimos ter acesso subornando um dos seus supostos fãs) para perceber isso. Uma pessoa comum e imbecil que conhece tudo que atualmente está em alta na mídia, dificilmente ouvirá falar desse filme. Na verdade, nem mesmo os críticos de cinema conhecem esse filme, e você que está lendo isso agora, provavelmente nunca ouviu falar desse filme também.

A suposta capa do suposto filme.

Os atores e atrizes desse filme cairam perfeitamente como uma luva para as gravações do mesmo: todos são grandes anônimos. Nenhum deles é conhecido. Na verdade, ninguém sabe se essas pessoas realmente existem ou existiram, e se são verdadeiramente reais, ninguém jamais teve notícias deles. Não se sabe onde moram e não se sabe nem se são desse planeta.

Provável líder da seita de adoração aos corvos.

Alguns pesquisadores afirmam que os poucos que já assistiram esse filme, fazem parte de uma pequena sociedade secreta criada unicamente para adoradores desse filme e dos corvos no geral(provavelmente nerds e RPGistas), que fora iniciada pelos donos do SyFy em parceira com Itachi Uchiha (o que explicaria o título português e a história). Há quem diga ainda que nas sessões de louvor ao filme, é feito um juramento de jamais mencionar sobre o mesmo para ninguém, nem para amigos e nem pra própria mãe, de forma semelhante ao que se acontece na maçonaria.

Ainda existem aqueles que afirmam que os adoradores desse filme na verdade fazem parte de um grupo terrorista secreto com o intuito de dominar o mundo, dentro de um contexto no qual o filme não seria nada mais do que um esboço de algo cujo seus adoradores estariam planejando trazer para a realidade e mandar boa parte da Humanidade para os quintos dos infernos, permitindo viver apenas aqueles que se juntarem ao Lado Corvo da Força.

Porém, a teoria mais provável, que explicaria o fato de tanto o filme, como seus criadores e os atores que trabalharam nele serem ilustres desconhecidos, é que o filme possivelmente tenha sido gravado nos estúdios de cinema acreanos.

Sinopse[editar]

De acordo com seus fãs (pessoas que supostamente assistiram ao filme), o filme fala sobre corvos, como pode ser acompanhando na história a seguir:

Tudo começou numa cidade desconhecida que ninguém conhece e cujo nome não fora revelado durante o filme todo, o que reforça a teoria de que o mesmo fora gravado no Acre. O belo dia gelado e de rachar os lábios, amanhece calmo e tranquilo. Apesar de que tinha tudo para ser um dos melhores dias daquela fictícia e inexistente cidade, começam a aparecer relatos por todos os cantos da cidade de velhinhos caducos que andam sofrendo ataques de famintos corvos comedores de carne humana.

O xerife da cidade, que mal via a hora de se mandar daquele fim de mundo, já estava com as malas prontas para sair daquele pedaço de nada esquecido por Deus, quando é obrigado a atender as ligações e ir investigar o que anda acontecendo. Apesar de ter ficado muito puto da cara, o mesmo sai imediatamente, pois quanto mais cedo terminar, mais rápido poderá sair daquele porra de lugar que nem tinha TV.

Um corvo infectado com a doença da vaca louca reclamando da carne podre que os humanos o obrigam a comer.

Ao longo de suas investigações, o xerife se depara com inúmeros relatos de velhos loucos sobreviventes dos ataques, que insistem em dizer que o que aconteceu foi na verdade um grande ataque de hordas de corvos, que são pássaros conhecidos por enfeitarem com seus ninhos, lápides de cemitério, lixões e postes em dia de Halloween. Percebendo que tudo aquilo não passava de pura lorota dos coroas, o xerife simplesmente ignora e finge que prestou atenção enquanto contava os minutos para terminar de uma vez por todas com aquele trabalho inconveniente.

Porém, as coisas começam a ficar medonhas, quando em cada canto da cidade começam a surgir corpos comidos por aves, dando a entender que de fato, os velhotes estavam corretos. Logo, Wayne se vê obrigado a salvar todo mundo que vê pelo caminho. O primeiro é um fedelho catarrento e retardado que caiu no meio da estrada e foi cercado pelos corvos. O xerife foi salvar aquele pestinha, mas para isso, seu companheiro de trabalho que foi ajudá-lo, morre. O xerife fica com tanta raiva daquela criança chata que fica perto de arremessá-la aos corvos novamente, e só não faz isso porque a mãe da praga chega no lugar antes.

Em seguida, o xerife foi salvar um ônibus que era conduzido pelo mesmo velho louco que falou dos ataques dos bichos. O velho e algumas gurias retardadas acabam fugindo pelo milharal com os animais atrás deles. Uma delas acaba morrendo, mas ninguém se importa por ser apenas uma figurante.

Um corvo com inteligência avançada ao avistar seu alvo.

Eles então chegam num restaurante. Lá, um velho parente do Papai Noel e fanático religioso, explica para eles que os corvos estão agindo assim por que eles começaram a devorar carcaças de vacas que morreram com encefalopatia espongiforme bovina, popularmente conhecida como Doença da Vaca Louca. Isso acabou afetando os corvos, que por sua vez, também ficaram loucos e irritados com a humanidade, que só deixa para eles se alimentarem restos de comida ou carne morta e apodrecida, fazendo com que os mesmos resolvessem se voltar contra as pessoas e descolar uma carne fresca.

Em pouco tempo, os corvos começam a invadir o restaurante e a atacar as pessoas de lá. Vendo que a velha que ele amava morreu, o velho Kamikaze do ônibus se joga pro meio dos corvos e se explode junto com ele, acabando de vez com uma porrada deles. Então, os animais param de atacar. Quando amanhece, os mesmos aparecem quase mortos no chão, provavelmente devido à doença.

Então cada um vai pra sua casa. Porém, o filme termina com o xerfie e sua namorada chegando em casa e sendo atacados por mais um monte de corvos que estavam escondidos lá, só esperando por eles. Tudo indica que os dois morreram. Os demais personagens possivelmente também morreram, tendo em vista que foram bicados pelos corvos e provavelmente adquiriram a Doença da Vaca-Louca, provando o quão bom é esse filme.

Curiosidades[editar]

  • O filme jamais foi exibido em nenhum cinema nem do mundo e nem do Universo. Rezam as lendas que o filme foi disponibilizado diretamente em DVD. Porém, ninguém nunca conseguiu adquirir um exemplar do dito cujo DVD, que se realmente existe, sem sombras de dúvidas é mais raro do que a fita do O Chamado.

Ver também[editar]