O impotente chutador de colunas

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: É com um "L" só
SBTTV.JPG Este artigo é coisa da ex-vice maior audiência do mundo! Seu programa é chato e ruim, dá menos audiência que o Vídeo Show e usa os produtos Jequiti. Se vandalizar, você será forçado a ver briga de pobre no Teste de DNA e no Casos de Família. Conheça outros plágios mal-disfarçados clicando aqui.


Latino.png Este artigo trata de uma personalidade mortalmente,
putaqueparivelmente e filhadaputamente odiada!
Ele(a) nunca será respeitado se continuar desse jeito.

Conheça outros filhos da puta clicando aqui.

O Bolo de aniversário prova o quanto ele é importante

Cquote1.png Experimente também: chamá-lo de pau pequeno Cquote2.png
Sugestão do Google para Danilo Gentili
Cquote1.png Você quis dizer: O único ex-CQC que não foi para o Lado Globo da Força. Cquote2.png
Google sobre Danilo Gentili
Cquote1.png No que depender de mim, nunca irá. É merda demais até para o Padrão Globo de Qualidade. Cquote2.png
Marcius Melhem sobre o comentário acima
Cquote1.png O sonho desse ai é ser que nem eu, só que o máximo que ele consegue é um bando de puxa-saco. Cquote2.png
Luciano Huck sobre Danilo Gentili
Cquote1.png Seja engraçado e não apenas idiota. Cquote2.png
Desciclopédia sobre as "piadas" do Danilo Gentili
Cquote1.png Quantas bananas você quer pra deixar essa história pra lá? Cquote2.png
Danilo Gentili sobre este artigo
Cquote1.png Eu quero contribuições, não bananas! Cquote2.png
Este artigo sobre citação acima
Cquote1.png Sou melhor que ele! Se bem que qualquer um é. Cquote2.png
Rafinha Bastos sobre Danilo Gentili
Cquote1.png Esto non ecziste! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre a existência de alguém pior no humor que o Danilo Gentili
Cquote1.png Usted quería ser hardcore, pero su madre no lo permitan. Sucker, tres hurras por nuestro CQC! Cquote2.png
Argentina sobre Danilo Gentili
Cquote1.png Num país onde quem faz sucesso é quem joga água fervendo na cabeça e depois faz filme pornô pro xVideos, é até compreensível que esse ai seja considerado um grande humorista. Cquote2.png
Oscar Wilde sobre Danilo Gentili
Cquote1.png Um grande humorista! Manda tão bem no humorismo quanto a Marisa Lobo na Psicologia! Cquote2.png
Capitão Sarcasmo sobre Danilo Gentili
Cquote1.png Gentalha! Gentalha! Cquote2.png
Quico sobre Danilo Gentili
Cquote1.png Sou o Boneco... Seu Boneco... Cquote2.png
Danilo Gentili em seus ataques serelepes
Cquote1.png Agora eu fui copiado! Cquote2.png
Bond... James Bond sobre citação acima
Cquote1.png Eu também! Cquote2.png
Lug de Paula sobre a última tirada sem graça do Danilo

Danilo e sua mina.

Danilo Fernanda Gentili Júnior é um pseudoapresentador e um "comediante" que mal serve de escada, sendo que seu sucesso televisivo se deve a ele tentar emplacar sua carreira como uma cópia piorada e flácida do ex-entrevistador obeso Jô Soares, usando de suas relações com a máfia para tanto, negócio onde sua família está desde os tempos de Nicola Gentile, seu tio-avô nascido lá pelos fins do século XIX que foi um dos mais importantes cabeças da máfia siciliana.

A despeito de suas suspeitas relações familiares, ele não passa de um mero capataz metido a besta que adora se pagar de fodão por pouca merda pra depois vir de chororô se fazendo de perseguido político, torturando as pessoas com um mínimo de bom senso com sua postura vitimista e picareta bem típica de quem dedica sua vida a ficar de alpinista social.

Ainda que seja um notório picareta ainda desconhecido internacionalmente, Gentili estrelou, junto a um time de pseudorrepórteres mais o marsupial cabeludo Marcelo Tas, o programa Custe o Que Custar, na Rede Não quero falar com bandeirantes, sendo um sucesso da crítica mela saco. Após ter um caso com um executivo da emissora... Não pera, esse foi o Rafinha Bastos. Enfim, num belo e moral dia, Fernanda Danilo misteriosamente consegue um programa solo, o Agora é Tarde, onde o mesmo esbanjou todo o seu talento, descoberto graças ao Centro de Orientação Vocacional Flora Gil, junto de uma equipe de humoristas também desconhecidos internacionalmente, com um humor revival da onda do raio gourmetizador sobre o Humor MTV mais os ex-farofeiros da vibe rebelde sem causa da banda Ultraje a Rigor.

Só que depois de problemas por conta do excesso de politicagem em seu programa, o mesmo foi limado da Band e entrou em negociação com Sílvio Santos para continuar a ter espaço na TV Aberta, para desespero da Patrícia Abravanel, que já estava pensando em negociar o horário com pastores evangélicos que em situações normais dariam mais audiência que tal pseudohumorista mais overrated que o Neymar.

Atualmente, além das aparições em seu programa, o mesmo vaga pelas ruas a procura de uma velha amiga, perdida há alguns anos quando ainda estava no CQC, mas mantendo contato uma vez ou outra: a graça. Ainda se dedica ao seu bar de comediantes, quando este não está fechado pela vigilância sanitária do politicamente correto, e ao olavismo de mercearia.

Biografia

Danilo se preparando para a night. Seu maior desejo agora é transformar a Dilma em mulher a todo custo.

Danilo Gentili Junior nasceu em Santo André, a cidade mais foda do ABC Paulista, pelo menos m 2010. Como toda criança do ABC Paulista, passou a infância entre a criminalidade, a Praia Grande e a casa de parentes no interior, sempre avistando metalúrgicos em greve, poluição, caipiras metidos de Diadema e clubes de futebol da terceira divisão monopolizando um silo de porra nenhuma. Ainda pequeno, o jovem Gentili preocupava-se com os rumos de sua vida, sendo atraído pela música e pela arte militar antes de se decidir pela comédia. O apelido de "Capeta em Forma de Guri" vem dessa época, quando sobreviveu a vários acidentes em que quebrou um braço, um perna e até mesmo as duas pernas de uma vez! Gentili também quase fez uma cirurgia de mudança de sexo, mas foi salvo graças às forças ocultas que forçaram Jânio Quadros a renunciar. Além dos acidentes, Gentili sobreviveu à febre da lambada em 1989 e à Gargalhada Fatal do Mau.

A passagem para a adolescência foi difícil. Houve um aumento na produção de testosterona, o que resultou em engrossamento da voz e crescimento abusivo de pelos. Para piorar, espinhas se formaram em seu flácido rosto e suas axilas viraram uma colônia bicha de acetobactérias, o que fez Danilo feder à vinagre vencido. Além das mudanças físicas óbvias, o efebo Danilo passou por uma fase como extremista político, militando num grupo nacionalista de direita, e arriscou-se na carreira de cinema, dirigindo produções de baixo orçamento.

Cquote1.png Ora, não murmure, motoboy! O importante... é que eu penso em tudo para combater o crime! Cquote2.png
Danilo Gentili como um super-herói fodão qualquer.
Cquote1.png Ele não é saradão! Ele não é bronzeado! Ele tem barriga! Ele não tem bunda! Nem silicone! Cquote2.png
Narração de outro de seus filmes sobre ele mesmo.

Danilo no começo da carreira.

A carreira no cinema não deu certo (novidade...), o que levou Danilo a uma profunda crise existencial. Aos 14 anos, procurou apoio na religião, sendo batizado numa igreja protestante, de onde acabou expulso, por ser considerado mais chato que o pastor.

Cquote1.png Eu acho que a gota d'água mesmo foi ter pedido pra parcelar o dízimo em 12 vezes. Cquote2.png
Danilo Gentili, relembrando sua expulsão.

Danilo demonstrando seu humor de qualidade superior​ em rixa com certa desafeta.

Não poderia haver Universidade melhor para Danilo que a UniABC, onde ele comprou um diploma de se formou como publicitário, para depois, a exemplo de seu companheiro de profissão Kibeloco, começar a pagar de Zé Graça para não cair na malha fina do CONAR.

Recuperado dos fracassos anteriores, Danilo deu para um pau bem duro como publicitário até finalmente descobrir sua vocação na stand-up comedy. Seu fracasso nos palcos foi um sucesso nacional, atraindo a atenção do público e da mídia com muito talento, mais ou menos como fez Geisy Arruda. Logo, Gentili foi convidado para fazer parte do CQC, estreando no papel de repórter inexperiente, um repórter burro e desastrado que basicamente era o Danilo da vida real.

Cquote1.png A senhora assinaria pra mim? Cquote2.png
Repórter Inexperiente, pedindo um autógrafo de Gretchen em sua playboy.

Danilo assistindo ao seu desempenho na TV.

Com o sucesso do quadro, foi integrado à equipe de repórteres do programa (YOOOOOOOOOO!!!). Em sua matéria de estreia, conseguiu a façanha de ser o primeiro nome da imprensa a ser expulso do Zoológico de São Paulo desde a criação da imprensa de Gutenberg. Não, pera...

Cquote1.png A gente faz a pergunta, não quer responder, não responde! Cquote2.png
Danilo Gentili, argumentando com um dos funcionários do Zoológico de São Paulo.

Pouco depois, foi expulso do Congresso Nacional e quase linchado por populares durante a cobertura das eleições. Ousado, inconsequente e imbecil, arriscando a reputação...

Cquote1.png ...Dr. Paulo, obrigado! Cquote2.png
Danilo abraçando Paulo Maluf.

...e até a própria vida em suas matérias.

Cquote1.png Eu como mais mulher que todos vocês junto aí! Cquote2.png
Danilo para a Gaviões da Fiel.

Apesar de alçado a ícone do jornalismo-jacu, Danilo Gentili continua o mesmo menino simples e humilde que brincava pelas ruas de Santo André.

Cquote1.png Pra mim, eu sou a mesma pessoa. Tem "as pessoa" que diz que não. Cquote2.png
Danilo Gentili sobre sua humildade.
Cquote1.png As pessoas. Cquote2.png
Produtor sobre citação acima.
Cquote1.png Ah, as pessoa, as pessoas, é tudo igual... Cquote2.png
Danilo Gentili sobre citação acima.

Encontro com La Sombra

Danilo Gentili dando toda a bandeira quanto a suas preferências sexuais.

Logo que a fama subiu a cabeça do medíocre, ele começou a fazer pose de politizado e de revoltadinho de butique, atraindo com isso uma grande gama de otários puxa-sacos que se sentiam representados pela mediocridade do mesmo, que ficava vociferando contra Lula, Dilma, PT e o caralho a quatro, ficando de chororô por nunca ter sido enrabado por um negão como o Bengalelê Motumbo.

Nisso, ele bate de cara com La Sombra, outro faniquiteiro de butique que estava irritadinho por conta de uma piada nível prassódia que o Danilo fez no Twitter envolvendo negros, sendo que o viado de armário do Danilo, na falta do que fazer, resolveu dar uma paquerada no mesmo, jogando um bordão de Zorra Total: Cquote1.png Quantas bananas você quer para deixar isso pra lá? Cquote2.png, e isso caiu mal pra caralho.

Cquote1.png Cérebro, o que vamos fazer hoje? Cquote2.pngCquote1.png A mesma coisa que fazemos todos os dias: tentar conquistar mundo. E bater no Danilo Gentili... de novo. Cquote2.png
Pinky e Cérebro sobre bater no Danilo.

Como o faniquiteiro tinha botado a boca no mundo e queimado a rosca o filme do "Juninho", o mesmo, que adora se pagar de defensor da liberdade de expressão, fez a mesma jogada muy democrática da Folha de São Paulo e denunciou ao Youtube o vídeo que seu paquera tinha jogado na internet.

Obras de caridade

Danilo Gentili também tenta pintar a imagem de uma pessoa muy caridosa entre o seu séquito de fãs e seguidores idiotas, que não são capazes sequer de notar que ele, a exemplo de seu mestre e guru Luciano Huck, faz tais obras principalmente em nome de redução nos passivos de caráter tributário, como aliás é bem comum entre aqueles que tem algum a mais e que querem se posar de boa gente sem ser.

Consta inclusive que ele dava grande apoio para a obra de caridade mantida pela mãe dele que se baseava em um cárcere privado, digo, em um abrigo para menores, que devido a suas péssimas condições em termos de estrutura e de atendimento, teve o seu alvará cassado pela Prefeitura de Santo André, numa das poucas medidas acertadas que o governante incomPTente da cidade fez.

Há informações de que a mãe do Gentili teria pago bons adEvogados para se safar do processo, sendo que tudo ficou por isso mesmo até que alguém resolveu soltar a merda no ventilador, fazendo com que o Gentili se pagasse de vitimizado, de coitadinho e de perseguido político na internet, o que independente de qualquer mérito, é uma boa mostra da hipocrisia desse ser, que em nome de vender a marca de boa gente é capaz até mesmo de entrar na onda do Topa Tudo por Dinheiro.

Saco de pancadas

Em 2010, Danilo Gentili descobriu sua vocação como saco-de-pancada, chegando a oficializar tal coisa no CQC, batendo, mas provavelmente apanhando, seu próprio recorde. Com sua voz fina, ele instiga (Preta Gil corrige: estiga) a violência contra si mesmo: tortadas na cara e depilações estão inclusas no repertório de golpes sujos contra o sistema defasado que vamos destruir.

Quem já quis bater, morder, ferir ou matar o Danilo Gentili

...

Enfim...

Mas isso é coisa do passado. Passada a onda do CQC e na vizinhança das eleições de 2018, Arthur do Val, também conhecido pelo codinome de Mamãe Falei assumiu a bronca de ser o saco de pancadas preferencial da classe política, levando o seu trabalho na condição de deputado pelo estado de São Paulo com grande afinco, enquanto que o Gentili definha em meio ao seu modorrento programa de fim de noite.

Stand-up

Danilo Gentili dando uma de fodão pra cima do Rafinha Bastos, mostrando o alto nível de sua hipocrisia.

Danilo Gentili ficou famoso dando o rabo pra vários atores, inclusive para Marcelo Tristão Ataíde de Souza Tas, apresentador do programa que mais tarde iria trabalhar, e conseguiu uma coisa histórica: ficar famoso nas costas de um desconhecido.

Cquote1.png Vai me dizer que não conhece o Nogueira? Cquote2.png
Danilo se justificando.

Diferente de seus colegas de trabalho, ele xinga suas próprias piadas e ofende até o comercial da Activia. Suas teses são tão autoexplicativas que ele nem precisava de um artigo na Desciclopédia.

Afinal, o que é humor para os fãs e puxa sacos do Danilo Gentili?

  • Ver ele xingar muito no Twitter e achar graça nisso.
  • Assistir o sacal programa The Noite e fingir que aquilo lá tem alguma graça.
  • Ficar rindo que nem claque de humorístico ruim quando o mesmo está fazendo um stand-up.
  • Fingir que os vídeos e as apresentações do mesmo são humor, como se isso desse visibilidade a "roupa invisível do rei".
  • Comprar aquele discurso pronto irmão do apresentado pela turma do MBL, do Escola sem Partido e do Mídia Sem Máscara como se aquilo fosse expressão de primeira qualidade da conjuntura política brasileira.

Ver também

Ligações externas