Denny Oliveira

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Essas minas ao lado do Denny (no meio da foto) todas são menores. E sim, todas ele passou a piroca nos bastidores...

Cquote1.svg Não diga alô, diga alô polícia! alô Denny! Cquote2.svg
Vinheta principal do Denny Oliveira

Denny Oliveira, nome artístico de Denisson Oliveira Lima, nascido em Olinda em 1966, é um ex-radialista, ex-apresentador de televisão, ex-jornalista, ex-pedófilo e atual presidiário de Pernambuco. Ficou famosíssimo em seu estado natal com programas de auditório nas tevês locais sempre cheios de tecnobrega e cópias da Calypso que virou modelo para um monte de outros programas que até hoje infestam as tardes das emissoras pernambucanas. Também ficou famoso por distribuir prêmios para quem recebia uma ligação sua e se ligasse que era ele e dissesse "alô Denny!". Mas também ficou famosinho de verdade quando se juntou com seu amiguinho, o "Maestro Cristiano", fazendo umas brincadeirinhas não convencionais com as muitas pirralhas que fugiam de colégios para assistir o programinha dele e acabar caíndo na cadeia, porque gente assim é CADEIA NELE!

Carreira[editar]

Começou sua carreira mandando musiquinhas na RÁDIO RECIFI EFIEMIIIIIIIIIII em 1989, onde ficou por anos, posteriormente virando jornalista lá mesmo e também fazendo seus paranauês de dar prêmios pros trouxas que ligavam pra ele. Ele se tornou junto com seu amigo Pedro Paulo os maiores apresentadores de programas pernambucanos dos anos 1990, embora de sua chegada na TV em 1991 foi só como âncora do "Jornal da Tribuna".

Entretanto em 1999 ele conseguiu sua primeira grande chance, com o programinha Tribuna Show, onde ele ficaria famoso pacas, apresentando um monte de bandas de qualidade duvidosa como Kelvis Duran e Só Brega, dentre outras bandas fodidas de brega de Pernambuco e do Pará. Ficou no programa até 2004, quando foi substituído por Flávio Barra.

Ainda em 2004 ele foi pra TV Jornal, onde montou o programa Muito Mais, junto com o "maestro" Cristiano que de maestro não tinha porra nenhuma, tava mais para uma versão gorda de Lairton e seus Teclados. O cara virou um fenômeno, garantindo médias inacreditáveis de 80% no Ibope entre 2004 e 2006, além, claro, do programa de aliciamento de pirralhas que a dupla já vinha fazendo desde os tempos da Tribuna.

Por fim depois de um tempo sumido depois de umas merdinhas que começariam a rolar ainda em 2007, ele reapareceu do nada em 2010, apresentando o "Programa Denny Oliveira" na TV Nova Nordeste, ficando no ar até novembro, quando a merda ficou bem fedorenta...

A merda[editar]

A partir de 2007, durante suas férias, Denny e o Maestro Cristiano começaram a receber acusações de terem passado a rola nas garotas do auditório, o que talvez não tivesse necessariamente tanto problema, não fosse o fato de que maior parte do público deles ser de adolescentes de 12 a 15 anos de idade. Então... pois é... deu ruim para caralho e eles foram acusados de estupro, atentado violento ao pudor e também enfiando umas Pitu com Rohypnol para as gatinhas. Essas acusações aliás fizeram a TV Jornal tratar de dar a ele férias permanentes e sem remuneração.

Tomando um senhor chá de sumiço até 2010, Denny até tentou sair por cima da situação quando conseguiu retomar sua carreira, porém em novembro desse ano aí a desgraça se deu e ele foi condenado a ir pro xilindró. Apesar de uma caralhada de recursos, até no STJ, acabou em 11 de setembro de 2014 sendo jogado na cadeia, quando tentava de novo tomar um chá de sumiço agora em Campina Grande, já na Paraíba. Provavelmente ele virou só marmita de presidiário como convém a um bom pedófilo...