Deslivros:Branca de Porra e os Sete Anões

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Nuvola apps bookcase.png
Este artigo é parte do Deslivros, a sua biblioteca livre de conteúdo.


Era uma vez, em um reino distante, uma garota frágil e indefesa, uma personagem clássica de um vídeo pornô, que vivia atormentada por seu pai e sua madrasta, que, frequentemente queria lhe dar lições sexuais, dando palmadas em sua bunda pelada e colocando a enteada para fazer sexo oral com os guardas do palácio. Essa garota se chamava Tiffany.

Certo dia, sua madrasta pediu para um guarda tirar a virgindade da garota, mas Tiffany se assustou e saiu correndo para fora do castelo. O guarda seguiu a garota, sem as calças e com o seu membro sacolejando de acordo com a corrida. Finalmente, Tiffany se escondeu na floresta e achou que estava salva. Assim, ela resolve tomar um banho no lago e tira toda a sua roupa para se lavar.

Sem que ela perceba, o seu caçador aparece sorrateiramente, entra na água e agarra-a por trás. Tiffany implora para que ele não faça nada com ela e o caçador concorda, desde que ela lhe pague com um boquete. A garota se mostra receosa com a proposta, mas, por fim, aceita fazê-lo, ali no meio da floresta.

Tiffany sabe que não pode voltar para casa, porque sua madrasta vai chegar seu órgão para ver se ela continua virgem e, quando vir que esse é o caso, ela irá amarrá-la e pedir que outro guarda faça o serviço. Então, a garota decide fugir e chega em uma casa modesta. Olhando por fora, ela encontra uma fresta na janela e tenta observar se tem alguém ali dentro. Assim que põe o olho no buraco, ela vê um grupo de sete anões em uma orgia louca. Tiffany pensa em entrar no quarto, mas ela encontra uma coroa que lhe oferece uma experiência incrível. A coroa beija Tiffany na boca e lhe morde as maçãs do rosto. Então, a mulher desliza e começa a fazer sexo oral na garota assustada.

Tiffany deixa a mulher fazer de tudo e, por fim, decide experimentar fazendo o mesmo com a coroa e, depois de uma sucessão de gemidos, a mulher mais velha goza no rosto tímido de Tiffany, que lambe a secreção quando chega aos seus lábios.

E, ao final dessa história, algum homem que se masturbava o tempo todo ‒ com a porta fechada, porque não queria que ninguém descobrisse o tamanho da sua perversão sexual ‒ gozou feliz para sempre.