Senilidade

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Asclepius.png ATENÇÃO: A Desciclopédia não é um consultório de medicuzinho.
Por isso, tome vergonha e vá procurar um para fazer seu check-up.

Cquote1.svg Você quis dizer: Labirintite? Cquote2.svg
Google sobre Senilidade
Cquote1.svg Você quis dizer: TDAH na velhice? Cquote2.svg
Google sobre Senilidade
Cquote1.svg Você quis dizer: Mal de Parkinson? Cquote2.svg
Google sobre Senilidade
Cquote1.png Que porra é essa??. Cquote2.png
Você sobre Senilidade
Cquote1.png Não se preocupem: Quem não chegou ainda, algum dia chegará com certeza!! Cquote2.png
Um Médico sobre Senilidade
Cquote1.png O que eu ia editar mesmo?? Cquote2.png
Eu sobre Senilidade

Senilidade é um estado inevitável de pessoas que já viveram demais e agora estão aí só pra encher o saco. Na literatura da psicologia é um estado nomeado como desordem da atenção deficitária na idade avançada (DADIA), sendo considerado uma doença que ataca o sistema nervoso central e leva o homem ou a mulher a fazerem coisas que eles pensam que estão fazendo mas não estão fazendo ou também esquecem do que estão fazendo. Entendeu? (WTF?)

Sintomas[editar]

Bem, são poucos os sintomas, porém intensos e cada vez mais são maiores. Aí vai:

  • Você fica desorientado
  • Você perde os sentidos
  • Gasta o maior tempo fazendo uma coisa mas não faz
  • Tem perdas significativas de memória
  • Vai realizar algo e não se lembra mais do quê ia fazer
  • Não consegue realizar uma simples tarefa

Quando é diagnosticada??[editar]

Se você tiver mais de 35 anos, cuidado: É aí que começam os primeiros sintomas. Para algumas pessoas, podem aparecer até antes dos 35. E conforme você apaga as velhinhas velinhas no bolo, tende a piorar. Dizem que é quando o preço das velas fica mais caro que o preço do bolo.

Estágios[editar]

É dividida em quatro estágios

Primeiro[editar]

Geralmente começa quando o homem ou a mulher está em seus 30 anos e vai até mais ou menos os 45 anos. Já começam a comprar agendas e anotar recados pois têm dificuldades em guardar alguma informação. Lembram-se de algumas datas apenas: O próprio aniversário, o de casamento e aniversários de parentes. Não se lembram mais dos amigos e também esquecem de alguns compromissos, mas estes sem muita importância. Atrapalham-se com tarefas complexas.

Segundo[editar]

Essa fase vai dos 45 aos 55 anos. Já se esquecem algumas vezes de ler a agenda e só lembram de datas muito importantes, mas mesmo assim esquecem. Também não se lembram de ir a compromissos importantes como reuniões e festas. Sonham em conseguir logo uma aposentadoria pois não dão conta mais do trabalho. Começam a se atrapalhar em tarefas de dificuldade média, mas que antes faziam sem esforços.

Terceiro[editar]

Fase que vai dos 55 aos 65 anos, aqui começam a aparecer a maioria dos sintomas. Não conseguem mais completar um trabalho e aqui já começam a entrar em filas do INSS. Os outros que têm que lembrar de datas e compromissos e mesmo assim se perdem. Não se lembram mais do que estão fazendo. Compram remédios para ter a memória boa outra vez. Não funciona muito...

Quarto e último[editar]

Indivíduo no quarto estágio da doença.

Esse estágio vai dos 65 anos até a morte do indivíduo. Já nem reconhecem mais os próprios parentes. Também nessa fase, os indivíduos portadores andam tendo muitos encontros com o médico (se não se esquecerem). Nem remédio para memória resolve mais.

Tem cura ou tratamento?[editar]

Não. É uma doença que surge com o DNA (Data de Nascimento Antiga) ou PVC (Porra da Velhice chegando) que surge com a idade e não tem cura e nem forma de tratamento. Não tem como evitar. (Se fudeu!!)

Quem tem?[editar]

  • Anônimo
  • Idosos
  • Tua avó
  • Teu avô
  • Pessoas acima de 35 anos
  • Na verdade, todo mundo vai ter