Emmanuel Petit

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Manuel Petit-Gateau
Emmanuel-Petit.jpg
Nacionalidade Bandeira da França França
Altura 1,85 m
Peso Ahhh... Não sei!
Clubes Monaco, Arsenal, Barça e Chelsea
Estilo de Jogo Raçudo
Gols Contra o Brasil na final da Copa de 1998


Emmanuel Petit é um ex-futebolista francês. Ele ficou conhecido por um ser um dos melhores volantes franceses de sua geração, correndo atrás de atacantes enquanto que suas longas madeixas loiras esvoaçavam pelo campo como fios de macarrão ao alho e óleo. Ficou muito tempo no 4º melhor clube da Inglaterra, onde foi mais um dos 3000 x 10² jogadores franceses que Arsene Wenger botou pra jogar no time. Aqui no Brasil ele é conhecido como "tampa de caixão", pois foi o autor do 3º gol da França contra o Brasil na Copa de 98.

Carreira[editar]

Pré-Arsenal[editar]

Jogou muito tempo em clubes pequenos, até que Arsene Wenger resolveu lhe dar uma chance no AS Monaco outro time pequeno. Um dos melhores jogadores do time, Petit tinha que jogar em tudo que é posição do meio de campo pra trás, exceto a de goleiro. Ele chegou a levar o time pra final da Liga dos Campeões e já foi capitão em alto mar do time. Em suma: fez de tudo, menos ser técnico, goleiro, gandula, massagista, locutor, gerente, presidente, cozinheiro, etc.

No Arsenal[editar]

Quando Arsene Wenger foi pro Arsenal lá foi Petit junto, fazendo jus ao ditado "Aonde a vaca vai, o boi vai atrás" (resta saber quem é a vaca e o boi dos dois, embora Petit tenha tendências maiores de ser a vaca por causa de seus cabelos, if you know what I mean). Ele formou dupla com seu compatriota Patrick Vieira no meio de campo, sendo que ambos se completavam: um fazia a parte técnica e tinha habilidade com os pés enquanto o outro dava porrada. Juntos ambos ganharam muitos títulos nacionais (estamos falando do Arsenal, o virgem da Europa, esqueceu?) e Petit foi um dos principais jogadores do time, tornando-se um dos poucos franceses que os londrinos não odeiam (pelo menos aqueles que torcem pro Arsenal).

Pós-Arsenal[editar]

Vítima da maldição de que todo jogador que sai do Arsenal entra em declínio, Petit nunca mais foi o mesmo após deixar solo ingrês. Jogou no Barça, mas teve problemas pra conseguir correr com o peso de sua cabeleira enorme, já que agora tinha bem mais idade, por isso se lesionava direto. Até voltou a Inglaterra pra jogar pelo Chelsea, mas não tinha jeito. Passou grande parte (estou sendo bonzinho) de seu tempo jogando no departamento médico do time, travando batalhas intensas contra meniscos e ligamentos rompidos. No fim, acabou pendurando as chuteiras de vez em 2004, apesar de estar virtualmente aposentado há muito tempo.

Seleção Francesa de Futebol[editar]

Como eu já disse no inicio do artigo, Petit foi um dos melhores volantes da França, obviamente indo para a seleção onde jogou por muitos e muitos anos. Seu único momento célebre pelos Les Bleus foi na final da Copa de 98, aquela que o Ronaldo ficou com caganeira e teve que segurar com todas as suas forças pra não se cagar em campo (o que não adiantou nada, pois naquele jogo ele só fez merda) e que o anão mercenário do Roberto Carlos deu o cu o gol de graça pra França lembra? Pois então, o jogo já tava 2x0, os brasileiros estavam quase perdendo as esperanças, mas ainda faltava a machadada final pra acabar de vez com o sonho dos jogadores brazukas que que só queriam dar alegria pro seu povo. Eis então que Denílson cobra um escanteio com uma beleza rara: feio pra caralho. Os franceses que não são nada bobos (exceto quando o assunto é Guerra Mundial, aí eles são tolos até não poder mais) fizeram contra-ataque e passaram a bola pra loira de farmácia, que se desmarcou de Cafu (que não sabia marcar nem a velha carcumida da avó de 70 setenta anos dele aquele filho duma puta) e fez o gol pra acabar de vez com qualquer esperança canarinho. De resto só tivemos que assistir aquele punhado de franceses pulando e comemorando enquanto o Galvão Bueno falava mais uma dose de merdas costumeiras em momentos tristes que deixam ele ainda mais irritante do que já é. Ainda bem que ninguém lembra que foi o próprio Petit que fez o cruzamento pro gol do Zidane de cabeça porque senão iriam caçar ele até o fim do mundo por retaliação

Ver Também[editar]

Bandeira da França.png
Bandeira da França.png

Goleiros: BatsBarthezLlorisLamaEttoriCoupet
Zagueiros e laterais: ThuramDesaillyTrésorLizarazuBlancJonquetBossisBosquierBattistonEvraVaraneAbidalPavardLucas HernándezAmorosJanvionKoscielnyRocheValbuenaLebouefCandelaMexés
Meio-campistas: PlatiniZidaneTiganaDeschampsVieiraPirèsMakéléléPetitYouri DjorkaeffGiresseFernandezDjorkaeffPogbaMatuidiPayetKantéKarembeuRibéryJean VincentMichelFlaminiSissoko
Atacantes: KopaJust FontaineSixGinolaHenryAnelkaTrezeguetPapinPiantoniDugarryRocheteauBenbarekCantonaBenzemaGriezmannMbappéWiltordBaratteGiulyCisséGiroud