Empalamento

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.


Exploding-head.gif

Aviso: as idiotices escritas neste artigo podem explodir o seu cérebro!

NovoWikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Empalamento.

Cquote1.png Você quis dizer: Entalamento Cquote2.png
Google sobre Empalamento
Cquote1.png Experimente também: Transar com Motumbo Cquote2.png
Sugestão do Google para Empalamento

O assunto é tão adorado que tem até museu.

Cquote1.png Bons tempos! Cquote2.png
Vlad Ţepeş sobre a época em que empalava.
Cquote1.png Será que dói? Cquote2.png
Você sobre empalamento.
Cquote1.png Sei lá! Experimenta! Cquote2.png
Eu te respondendo.
Cquote1.png ai adoroooo.. Cquote2.png
Clodovil
Cquote1.png Podemos adaptar a técnica por aqui. Cquote2.png
Capitão Nascimento sobre a técnica.
Cquote1.png Empalar é comigo mesmo! Cquote2.png
Alexandre Frota sobre empalamentos.
Cquote1.png E o bambu? Cquote2.png
Garota do Bambu sobre empalamento.
Cquote1.png VAE VICTUS!! Cquote2.png
Kain sobre empalamento.

Empalamento é mais uma técnica de tortura bem dolorosa criada por certos seres humanos, que não são tão humanos assim. A técnica bem dolorosa consiste basicamente em atravessar um pau por todo o sistema digestório do infeliz.

Que porra é essa?[editar]

Alguns exemplos dessa técnica milenar.

Empalamento é o que pode-se chamar de coisa desagradável. Empalamento consiste na introdução de um pau objeto duro no ânus ou vagina de outra pessoa, só que não tem relação nenhuma com qualquer espécie de sexo, pois ele também pode ser feito pelo umbigo.

Essa coisa dura é na verdade uma estaca, não o que você estava imaginando, essa estaca é enfiada você sabe muito bem onde e ela traspassa a pobre vítima, até sair pela boca, sendo o cúmulo do prazer pelos sadomasoquistas.

Quem ou o que criou?[editar]

Mulher prestes a sofrer um empalamento

Tudo começou com (brasileirinhas anal com kid bengala) no início dos tempos, alguns até dizem que o primeiro caso ocorreu quando Caim matou Abel, segundo uma vez que o espírito de Caim baixou lá num terreiro de Salvador ele assumiu que havia empalado o irmão com o galho daquela famosa macieira.

Pessoa em pleno ato de empalamento.

No entanto a teoria mais aceita pelos estudiosos da técnica é que ela na verdade surgiu na Assíria, em plena Mesopotâmia, no século XI antes de Cristo nessa época os assírios, o povo mais sanguinário que já existiu, costumavam inserir estacas no cu dos subjulgados e deixá-los morrer de hemorragia e o mais bizarro de tudo, eles faziam disso um show.

Cquote1.png Que mané Jonas Brothers ou AC/DC! Legal mesmo é a empalação pública. Bem melhor... Cquote2.png
Assírio sobre empalações.

Os assírios propagaram esse hábito por todos os cantos do seu império, mas a moda não pegou, mas, após o fim do império, nos antigos territórios eles preferiram outras táticas de tortura e execução que não o simpático empalamento, métodos como a decapitação ou a crucificação.

Cquote1.png Filhos da puta! Cquote2.png
Jisuis sobre os outros métodos de execução.


O empalamento permaneceu esquecido durante anos e anos, décadas e décadas, séculos e séculos, até ser ressucitado por um certo ser do, atual, folclore mundial, esse cara era um tal de Vlad Ţepeş, ou o filho do dragão, Draculea, vulgo Drácula, para os íntimos Vladzinho.

À romena[editar]

Vlad empalando.

Vlad era um romeno da nata, príncipe da Valáquia, e psicopata por natureza. O romeno era um dos maiores generais da resistência romena contra a invasão otomana e tinha o péssimo hábito de sair empalando qualquer um que encontrasse, preferencialmente soldados inimigos, mas ele, também, não recusava mulheres, crianças, idosos e ursinhos carinhosos ou gatinhos nos ritos sanguinários e, quase, tribais.

Vlad empalou tanta gente, mas tanta gente que ganhou o carinhoso codinome de Vlad Tepes, o Empalador, um título que para qualquer um seria indício de maluquice, mas Vlad encarava isso com orgulho e continuava a empalar mais e mais turquinhos. Até que num belo dia de verão ele foi pego por um grupo de otomano e entendeu o real significado da expressão Cquote1.png Cabeças rolarão Cquote2.png.

Empalando, rasgando e matando[editar]

Homem (direita) poucos segundos antes de ser empalado
Vlad após empalar e ficar doidão.

O empalamento pode ser feito de várias formas, mas há, sempre, um padrão uma estaca entra por baixo e sai por cima a entrada pode ser pela vagina (válido apenas para pessoas do sexo feminino, seria complicado meter o pau a estaca na vagina de um cara), pode ser, também, pelo ânus (a versão tradicional, testada e aprovada pelo Drácula), há, também, a variação com entrada pelo umbigo, mas não é mais popular, pois esta não rende piadinhas com teor sexual.

A saída varia, o ideal é pela boca, mas às vezes por burriceproblemas de execução a coisa sai do lado errado, pela nuca ou pelo pescoço e se você for, realmente, ruim de mira pode sair pelas costas ou pela testa da vítima.

Vlad, o Drácula, inovou no ramo, se você colocar um pedaço de carvão na ponta da estaca você impede que o dito cujo, o empalado, morra de hemorragia, o carvão cauteriza as feridas prolongando a agonia do coitado pendurado no pau.

Usuários da técnica[editar]

  • Assurbanipal — O rei assírio que promovia shows e mais shows de empalamentos de judeus, persas, medos, sumérios. Ele, também, tinha o péssimo hábito de almoçar enquanto via esses rituais sanguinários de empalação pública.
  • Vlad — O cara ganhou o apelido de O Empalador. Ele desenvolveu o mesmo hábito do rei assírio, ele se amarrava em almoçar vendo pessoas sendo empaladas.
  • Soldados assírios — simplesmente os inventores do empalamento.
  • Virgulino Lampião — O introdutor da técnica no nosso país, ele adorava tratar assim quem não fosse cabra-ôme.
  • Alucard (Hellsing) — Foi quem aperfeiçoou a técnica fazendo um buraco onde não tinha (incógnito)

Ver também[editar]