Escala Wilson-Mendonça

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Quevedo25on.gif Este artigo trata de coisas que nón eczisten!

Este artigo trata de algum mito, lenda, conto, história de pescador ou desculpa esfarrapada. Tome cuidado, pois você pode espirrar e ter sua alma levada pelo capeta caso alguém não fale saúde.

Cquote1.svg Você quis dizer: Escala de Viadagem? Cquote2.svg
Google sobre Escala Wilson-Mendonça

Cquote1.svg Você quis dizer: Escala que ninguém usa? Cquote2.svg
Google sobre Escala Wilson-Mendonça

Cquote1.svg Calma, calma, não criemos pânico! Cquote2.svg
Chapolin Colorado sobre Escala Wilson-Mendonça

Cquote1.svg É você quem financia essa merda! Cquote2.svg
Capitão Nascimento sobre Escala Wilson-Mendonça

Cquote1.svg O quef ef iffo companhêro? Cquote2.svg
Lula sobre Escala Wilson-Mendonça

Cquote1.svg Haja coração! Cquote2.svg
Galvão Bueno sobre Escala Wilson-Mendonça


A Escala Wilson-Mendonça é um modelo teórico-analítico criado pelo cientista social e Gustavo Resende Mendonça e pelo internacionalista Arthur Wilson Sá e Silva. A escala responde à necessidade masculina de mensurar o nível de complexidade feminino. O modelo parte da premissa ontológica de que a complexidade feminina pode ser mensurada valendo-se alguns indicadores históricos e socioculturais. A Teoria Substantiva da Escala Wilson-Mendonça é dividida em dois instrumentos teórico: O modelo analítico Wilson-Mendonça e a escala Wilson-Mendonça per se.

Wilson um dos criadores da escala jogando RPG.

Modelo analítico Wilson-Mendonça[editar]

Usando o método indutivo proposto por Bacon e René Descartes, o modelo Wilson-Mendonça parte do princípio epistemológico da Psicologia e mensura a complexidade feminina valendo-se de dez perguntas simples. O modelo, partindo de extensa análise qualitativa e quantitativa empírica, atribui um valor para a cada resposta afirmativa. Seguem as perguntas propostas pelo modelo:

  • 1. Você participa de algum culto fundamentalista? (2 pontos)
  • 2. Você cursou Relações Internacionais? (7 pontos)
  • 3. Você tem irmãos/irmãs clinicamente insanos? (1 ponto)
  • 4. Seu QI é maior que 150? (2 pontos)
  • 5. Você é feminista radical? (5 pontos)
  • 6. Você assiste mais do que quatro horas de novela por semana? (10 pontos)
  • 7. Você já pensou em ser diplomata? (10 pontos)
  • 8. Você não reconhece que os Beatles são a melhor banda de Rock da História? (10 pontos)
  • 9. Você fuma ou consome drogas? (6 pontos)
  • 10. Você é emo ou joga xadrez? (10 pontos)

A Escala Wilson-Mendonça[editar]

A Escala Wilson-Mendonça propriamente dita vale-se do modelo analítico Wilson-Mendonça e classifica o nível de complexidade feminina por meio de um escala numérica.

  • de 0 a 7 pontos: Baixa complexidade
  • de 8 a 15 pontos: Média complexidade
  • de 16 a 25 pontos: Elevada complexidade
  • mais que 25: Recomenda-se distância

História da Teoria da Escala Wilson-Mendonça[editar]

A ideia original da teoria surgiu do inverno de 2007, quando, em seus debates científicos, o Sr. Mendonça e o Sr. Wilson indagaram-se acerca da necessidade do modelo proposto. A maior parte da escala é atribuída ao Sr.Wilson enquanto o Sr. Mendonça construiu quase todo o modelo analítico Wilson-Mendonça. Desde meados de 2008, a escala ganhou popularidade, especialmente nos meios diplomáticos e acadêmicos. Atualmente, considera-se a nomeação do Sr.Mendonça e do Sr.Wilson para o Prêmio Nobel de Economia.