Mudanças entre as edições de "Yes (banda)"

Ir para navegação Ir para pesquisar
1 627 bytes removidos ,  18h55min de 2 de setembro de 2014
(Adicionado "en:Yes (band)" via Truthcode)
(→‎O Início: é om)
{{c|Yes, we can!|[[Barack Obama]] |Yes}}
 
== O Início =mais contsa lembra que fizeram pacto com o demonio e vaziam aparace-lo todos os shows...
== O Início ==
 
Tudo começou quando o baixista doideira [[Bob Esponja|SpongeChris SquirePants]], ou simplesmente [[Chris Squire]] chamou seu amigo [[bicha|viadinho]] [[Jon Anderson|Jonas Ânderson]] pra montar uma banda de [[Rock Progressivo|Rock-Muito-Doido]]. O viadinho, muito exibido, respondeu em inglês: “[[Yes]]”.
[[Imagem:Hanyes.jpg|thumb|Integrantes do Yes no início da carreira]]
 
Como eles só pensavam em jogar [[RPG]] e não entendiam nada de bandas, esse ficou sendo o nome da banda mesmo. A princípio, eles só jogavam [[Vampiro|Vampiro: a Máscara]] – live-action. Chris era um tzimisce e Jonas um toreador. Pensaram em falar do [[Mundo das Trevas]] nas letras mas não tinham experiência em compor e ainda não existia [[New Metal|Nu Metal]] nem um forte movimento [[gótico]], e eles não tinham referencial.
 
A banda começou com os dois mais [[Bill Brufford|Buffalo Bill]] na batera e outros dois completos desconhecidos, que jogavam Vampiro com eles: Tonhão [[Emo|Gaye]] e Pedrinho [[Banco|Itaú-Bradesco]].
 
Tocavam músicas que só eles conheciam dos [[The Beatles|Beatles]], [[The Byrds|Byrds]] e [[Lionel Richie]], além de um hit de [[Michael Jackson]] (Sweetness) e música infantil ([[Eliana|Beyond and Before]]). As composições próprias nunca seriam tocadas nos shows posteriores.
 
[[Imagem:Yesgay.JPG|thumb|right|Versão [[anime]]-[[nazista]] da banda, feita por uma alemã perturbada. Saiu no Brasil pela [[Rede Globo]], mas infelizmente todas as cenas de [[viadagem|romance]] foram cortadas pela emissora, o que reduziu o desenho à música de encerramento (porque música de "abertura" incita o homossexualismo!)]]
 
[[Imagem:Jonandd.jpg|thumb|Super Xuxa contra o Baixo-astral!)]]
 
Mas o tempo passou, e o mestre SquirePants acabou se desentendendo com Gaye e Itaú-Bradesco (este, primeiro, e o outro, depois). Após muitos anos de narração no [[Mundo das Trevas|WoD]], Squire resolveu meter seus jogadoresinhos numa aventura de [[Dungeons & Dragons|AD&D]]. Os personagens destes dois se fuderam na campanha que tavam jogando, e como maus perdedores, eles saíram fora da banda.
Usuário anônimo

Menu de navegação