Extrema-esquerda

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Exploding-head.gif

Cuidado: as palhaçadas escritas neste artigo podem explodir o seu cérebro!


Comunismo.jpg VIVA LA REVOLUCIÓN!!!

Este artigo é comunista, e portanto, foi escrito por um Comunista, ou por um torcedor do Liverpool, ou do Manchester United, ou de qualquer torcedor de um time vermelho ou ainda, por fãs da Ferrari.
Se você vier com piadinha de iPhone, será mandado pra um gulag.

NovoWikisplode.gif
Para os neo-ateus que preferem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Extrema-esquerda.
O destro Karl Marx jogava no polo esquerdo do campo.

Cquote1.png Você quis dizer: lula livre e a cabeca da minha hola? Cquote2.png
Google sobre Extrema-esquerda
Cquote1.png Você quis dizer: feminista tem mais pelo que cadela Cquote2.png
Google sobre Extrema-esquerda
Cquote1.png Experimente também: necrofilia Cquote2.png
Sugestão do Google para Extrema-esquerda
Cquote1.png Isso é coisa do demônio! Cquote2.png
Crente sobre extrema-esquerda.
Cquote1.png Se eu disse que tá certo então tá certo, porra! Cquote2.png
Ditador de extrema-esquerda no Facebook.
Cquote1.png Mãe, lava essa derrapada na minha cueca! Cquote2.png
Anal-quista mostrando que é autônomo e radical.
Cquote1.png Por mim eu matava mais de mil que sô cabra hómi!! Cquote2.png
Jeremias Pinochet sobre extrema-esquerda.

Um extremista de esquerda

A Extrema Esquerda é uma forma de filosofia política dividida em duas facções: a primeira defende a estatização de tudo que se move na face da terra, os marxistas-leninistas. Já a segunda quer acabar com a propriedade privada e o Estado, os chamados anal-quistas. Nenhuma das duas jamais conseguiu porra nenhuma. A primeira apenas conseguiu impor uma ditadura no Facebook. Já os segundos só conseguiram abolir a proibição de fumar maconha no DCE. Existe também uma terceira facção criminosa que é mais uma sub-divisão das outras duas e se chama esquerda identitária, ou simplesmente lacradores da lacração lacrada. Esses vivem de patrulhar cada vídeo ou publicação nas redes sociais com o intuito de escrever textões sobre o quanto tal publicação é homofóbica-machista-sexista-fascista-nazista-racista-marista-satanista-ista-ista-ista e por isso aquele que postou o vídeo ou publicação deveria ser colocado a ferros, torturado e jogado numa masmorra para apodrecer pelo resto da vida (a menos que você seja da turma da lacração) Contudo, se o Senhor Lacração souber de algum di menó que tenha roubado algum cidadão e enfiado uma bala na cabeça do mesmo, o lacrador vai dizer que ele é uma vítima do descaso da sociedade e só está devolvendo a violência que recebeu em sua vida, e, por isso, é inocente.

Surgimento da extrema-esquerda[editar]

Em 1800 e guaraná de rolha, um assaltante de coxinhas alemãs chamado Klaus Marx invadiu a Oktoberfest, fez 17 loiras nuas de refém e exigiu que os meios de produção fossem entregues ao Costinha. A operação foi conhecida como O Capital e rendeu dois best sellers vendidos na Amazon por um preço amazing! Costinha, então, passou um baita tempo sem fazer nada e os russos, que estavam num dia muito tedioso acharam legal fazer uma revolução. Um tal de Lenin liderou a Revolução Bolchevique (mais tarde se arrependeu por não ter transformado a palavra bolchevique em grife de bolsas). Nascia a Reversal Russa. Ou a Reversal Russa nascia você. Costinha terminou este período sem fazer nada e saiu da história sem mais nem menos.

Extrema-esquerda no Brasil[editar]

A extrema-esquerda no Bostil é totalmente patética. Enquanto na Mãe Rússia os caras botaram para fudê, mandando uma caralhada para o fuzilamento ou para a Gulag, e na China o tio Mao Tsé-Tung sentou a vara sem dó na japaiada durante a Segunda Guerra e depois arregaçou o rabo do Kuomintang, no Bananil, tudo o que a extrema-esquerda conseguiu foi tomar pancada de Getúlio Vargas em 1935, depois tomaram pancada do Dutra em 1947 e a última e definitiva arregaçada anal dos militares em 1964. Finalmente, depois de muitas violações anais, conseguiram uma pequena vitória quando o capitalista malvadão Mark Zuckerberg, ou schlomo do Facebook, criou uma rede social que, mais tarde, foi expropriada pelos esquerdistas e transformada em ditadura SJW.

Hoje, em vez de mandar os seus inimigos para a Gulag, a extrema-esquerda vive de tentar mandar seus desafetos para o reino do ostracismo social, numa tradição que remonta a escravista Grécia Antiga. Para isso, possuem milhares de agentes lacradores no Facebook e Youtube. Ficam patrulhando diariamente as ações de milhões de indivíduos na esperança de que algum derrape e escreva algo que possa custar ao mesmo a punição do terrível textão.

A punição do terrível textão foi criada pelo teórico de extrema-esquerda e bibona comedora de pica Jean Wyllys (sim, com dois Ys). O principal objetivo do terrível textão é que todas as páginas e canais de esquerda reproduzam seu conteúdo para que o indivíduo condenado por machismo-fascismo-ismo--ismo-cristianismo-racismo-budismo-machismo-chupapaudorismo tenha sua vida totalmente arruinada e nunca mais possa arrumar trabalho, sair de casa ou se aproximar de outro ser humano novamente. Isso se explica pelo fato de que, para a extrema-esquerda, só assassinos, estupradores, torturadores, traficantes e terroristas podem ter uma segunda chance na vida, pois todos esses foram vítimas das injustiças da estrutura social capitalista-machista-patriarcal-fascista-racista-bonapartista em que vivemos. Já o terrível criminoso que ousou postar algo no Facebook ou no Youtube que não agrada à extrema-esquerda deve sofrer pelo resto de sua miserável vida.

Ver também[editar]

Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Extrema-esquerda no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg