Feldspato

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Feldspato (do alemão: Tripelete de Pato) é o nome de uma família de minerais semi-preciosos raríssimos encontrados em apenas 60% da crosta terreste, formado sobretudo pela compactação do magma viscoso ocorrendo portanto em rochas metamorfóbicas

Características[editar]

Feldspato em pó comercializado como anti-chulé.

O mineral feldspato é comumente encontrado em lentes estratiformes de aproximadamente 25 metros de espessura datando sempre da época de sedimentação do holoceno. Por ser nada mais que um pedaço de rocha indistinto e genérico, os geólogos em sua completa falta do que fazer decidiram dividir o feldspato em pelo menos uns 30 minerais, que incluem cummingtonita, fuchsita e dickita, estes encontram-se nas zonas superiores dos acúmulos de feldspato. A presença de intercalações de NiCu entre os diferentes composições de feldspato corroboram a hipótese criacionista de que a liberação de material de plumas de dinossauro ocorreu no cambriano em atividade coprolite (isótopos S34).

O feldspato é ainda solúvel em salmoura e reage explosivamente com sulfeto de potássio. Se colocado de molho boiando em azeite extra-virgem pode assumir uma coloração verde-musgo e se for pintado com tinta vermelha ele ficará vermelho apenas nas áreas onde for pintado


Mineralogicamente o feldspato constitui-se de um mineral mono-tri-orto-tetragonal-hexagonal-cúbico com uma dureza de 11 na escala de Mohs. O mineral exibe ainda uma excelente clivagem de 32D e sua composição é Ca3FlAl2Si9O8.

Usos[editar]

Os principais usos do feldspato são para a fabricação de vidros, cerâmicas, porcelanas e planetas Terras (exceto os fiordes, que são formações mais intrincadas onde são usados mármore no lugar de feldspato).