Feng Wei

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Pastel chines original.jpg Pastel de flango, né?

Este altigo foi fablicado na China e pode queblar a qualquer momento. O autor plovavelmente luta Kung Fu e tem uma pastelalia. Não estlague este altigo, pois Jackie Chan está de olho.

PokeRyu.PNG Este artigo é sobre um(a) lutador(a)!
Se você ofender este fodão estragando este artigo, ele te enche de porrada!
Knux Smash.jpg


Cquote1.png Você quis dizer Hyuuga Hizashi? Cquote2.png
Google sobre Feng Wei

Cquote1.png Te pego lá fora! Cquote2.png
Mestre de Feng sobre Feng Wei

Cquote1.png Então você é o chinês que fez meu pai parecer uma bichinha? Cquote2.png
Asuka Kazama sobre Feng Wei

Cquote1.png Teje preso seu safado! Cquote2.png
Lei Wulong sobre Feng Wei

Cquote1.png Já avisei que vai dar merda isso! Cquote2.png
Capitão Nascimento sobre o roubo dos pergaminhos de Shinken

Cquote1.png Feio e estranho pra caralho! Cquote2.png
Anna Williams sobre Feng Wei

Feng Wei
Cf.jpg
Nascimento 07/01/1981
China
Idade 26
Altura 1,85
Peso 105
Estilo de luta Chinese Kenpo
Arma preferida Seus punhos
Técnica Máxima Secreta Palma da Morte
Religião Budista
Profissão Lutador
Característica marcante Sobrancelhas bifurcadas
Comida favorita Miojo
Frase favorita Huuuiiaaa!!
Esporte Remexer brasas no tacho com as mãos
Mania Espancar velhinhos até a morte

Feng Wei era um lutador de uma academia chinesa daquelas de filme de wu-shu (kung-fu a là Jet Li, Jackie Chan, Chow Yun Fat), mas depois de se revoltar com seu mestre, conhecido por Shinken (literalmente "Punho de Deus") tranforma todo mundo na academia em presunto, resolve ser o lutador mais forte do mundo (como todo chinês que se preze) e sai por aí estourando academias a torto e a direito só por sacanagem.

"Pô seu guarda, tô bebo não. O senhor quer um quatro?"

Historia[editar]

Feng foi deixado ainda bebê na porta da academia do mestre Pai Mei e cresceu baixando o cacete em todo mundo. Ao completar 20 anos, sendo o lutador mais animal que aquele lugar tinha, mandou o velho pro além, depois desse senhor se recusar a ensinar os segredos dos Punhos de Deus (God Fists, a.k.a. Cacetadas Divinas, tipo meia-lua Frente/Triângulo/Triângulo). O Matuzalém ficou inconformado com o fato de que seu discípulo arregaçava uns carinhas fora do dojô. Enfim, chovia tanto naquele noite, que se Feng Wei tivesse alma, certamente ela teria sido lavada.

Os Shinken Scrolls, segundo o Feng tinha conhecimento, haviam sido roubados pelos bondosos Mishima. Ambicioso que era, o cara entrou no King of Iron Fist Tournarment 5 só pra reaver o papelzinho mágico e ser o lutador mais foda de toda a China, quiçá do mundo (queria também os pergaminhos para reclamar o título de homem com as sobrancelhas mais estilosas).

E como era seu hábito, saiu na mão com lutadores de quase todos os dojos da China e Japão, varrendo as academias de artes marciais, procurando pelo seu bilhete de loteria. Dentre esses dojos, esbarrou com o pai da gostozinha da Asuka Kazama, acreditando que aquele era o bendito Mishima ladrão de pergaminho que tava com o rolo. Depois de vários Boar's Tusks, Hellminds e Spears of Lu Bu e um velho detonado, Feng Wei descobriu que o dito pergaminho tava com outro Mishima. Daí prosseguiu no torneio pra pegar ele e provar que um homem pode mover montanhas e, além das sobrancelhas bifurcadas, ficar com pupilas do caralho.

Mas essa sua sanha sanguinária não passaria impune. Um policial de Hong-Kong, mestre no estilo dos 5 Animais (Garça, Serpente, Tigre, Louva-Deus e Macaco), além dos "originalíssimos" Naldinho Cachaça Fists, chamado Lei Wulong, veio a sua procura e durante o torneio eles se defrontam. Na verdade, o Feng Wei chama ele de moleque e dá uma surra maior que a garganta da Mônica Mattos.

Depois dessa ownada, o comedor de miojo enfrenta a Asuka Kazama, que queria vingança pela empacotada que o pai dela levou. Tem o mesmo fim do Lei Wulong, exceto pelo fato de que ela fica com mimimi e pergunta pro Feng: "Você não sabe como tratar uma mulher?". A resposta era óbvia, mas mesmo assim ele teve marra suficiente pra responder: "Se eu não lutasse com tudo, seria desrespeitoso". Felizmente pra ele, não tem lei Maria da Penha no Japão.

No final das contas, enfrenta o Jinpachi Mishima, no meio daquele terreno baldio. Ainda teve o atrevimento de sair interrogando a entidade maligna, perguntando se era dos Mishima e se sabia alguma coisa dos pergaminhos. Depois de se borrar todo, o velho disse que não sabia de nada, igualzinho um certo presidente. Cansado da conversa mole, o Feng Wei, já mestre na aniquilação de pacientes geriátricos, mata mais um, mandando o Jinpachi pera a companhia da Dercy Gonçalves e do Clodovil, pra ficarem jogando porrinha com São Pedro.

http://www.youtube.com/watch?v=4ih32sVNw3k

Feng lendo o segredo do dragão, pouco antes de descobrir que foi mais enrolado que corno de novela.

Tekken 6[editar]

Feng Wei conseguiu o pergaminho e tava escrito "Batatinha quando nasce se esparrama pelo chão, você mata o velho e ganha pergaminho do dragão". Feng depois de algumas horas entendeu a mensagem e descobriu que no pergaminho não tinha nada de útil. Então resolve entrar no próximo torneio pra extravasar seu ódio pela geriatria e descobrir mais alguma coisa sobre os scrolls. Claro, não vai entender nada. Japonês em braile é mais fácil que acreano, idioma do pergaminho.