Fréaláf

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
NewBouncywikilogo.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Fréaláf.
Fréaláf mostrando como está satisfeito por saber que só será mais um entre mais de oito mil reis e que tem nome de mulher.

Cquote1.png Outro rei inútil nesse livro? Mas que puta falta de criatividade que esse Tolkien possui. Cquote2.png
Você sobre Fréaláf

Fréalaf Hildeson ( parido em 2726 - se fudeu em 2798, com uma velhisse de 72 anos) foi o décimo rei de Rohan e o primeiro rei da segunda linha que morreu em guerra, ou não.

Sua história[editar]

Fréalaf era o filho bastardo de Hild e assim o filho da irmã que o pariu de Helm Hammerhand. Tornou-se rei depois de Helm foi morto no cerco do Forte da Trombeta na Terceira Idade 2759, como qualquer rei nesse livro.

Fréalaf liderou um ataque ousado que recapturado Edoras e conseguiu recuperá-lo com um saldo de mais de 8 mil homens mortos em combate. Ele chegou a dirigir o Dunlendings para trás através dos rios Isen e Decore, libertando todos de Rohan da prostituição.

Na sua coroação da Wizard Saruman apareceu de repente depois de mais de 8 mil anos de ausência, ou menos que isso. Saruman Fréalaf ofereceu seu apoio e amizade intima ao rei. Em um conselho Fréalaf, Beren, Regente de Gondor, Saruman emprestou as chaves do seu cofrinho para Orthanc, dando-lhe Isengard para habitar sobre a condição de que ele deve protegê-lo de outra conquista pela Dunlendings, por frente ou por trás.

Ele governou por 39 anos, e foi sucedido por seu filho Brytta Léofa em sua morte em 2798 com alguma guerra naquela época, assim como o seu pai, o seu avô, o seu bisavô...

Sua etimologia[editar]

No Inglês Antigo, Fréalaf significa "descendente de senhores mortos na guerra", seguindo então, o seu ciclo.

v d e h
Universo Tolkieniano
LOTR.png