Frineia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.
ESTE ARTIGO É SOBRE UMA EX-GOSTOSA!!

Se você acha que ela está enrugada, gorda ou morta e enterrada, é porque o Tempo, o grande comedor, também traçou esta. Respeite os veteranos e não vandalize este artigo! Gerações passadas já homenagearam na intimidade do banheiro esta

EX-GOSTOSA

Kim Basinger Playboy.jpg
Av-6054.gif "ΑΝΕΓΚΥΚΛΟΠΑΙΔΕΙΑ Η ΘΑΝΑΤΟΣ!!!"

Re, este artigo é grego! Ele toma frappé, joga tudo na janela do carro quando acaba e gosta de ganhar de Portugal na Eurocopa, além de estar endividado pra caralho.


Frineia (ou Friné) foi uma hetaira que fez ponto em Atenas.

Porra, tenho que explicar tudo? Hetaira era o nome das mulheres da Grécia Antiga que davam por dinheiro; não devem ser confundidas com as putas, porque dar por dinheiro, naquela época, era uma atividade religiosa e sagrada, e a grana obtida com o serviço costumava ser ofertada aos templos das deusas da putaria. Tinha também uma versão "masculina", e os prostitutos rituais foram um dos motivos que levaram com que a Bíblia Hebraica seja tão homofóbica: dar a bunda era quase equivalente a adorar deuses pagãos (o deus Baal era representado como um pirocão imenso).

Origens[editar]

Qual é a origem do modelo de beleza grega? Frineia!

Frineia, cujo nome verdadeiro era Mnesarete, era natural de Téspias na Beócia, que era mais ou menos o cu do mundo. A Beócia era uma região que só tinha gente burra, daí que vem o adjetivo beócio, mas tinha Tebas, que era uma potência de segunda classe (as cidades foda da Grécia eram Atenas e Esparta, depois vinha uma série de cidades de importância secundária, como Corinto, Argos e Tebas, e depois vinham aquelas que só aparecem nos livros de história quando são massacradas por Atenas ou por Esparta).

Se a cidade principal da Beócia já era uma merda, então nem imagine o que era Téspias. Frineia, que era gostosa mas não era burra, mudou-se logo para Atenas, que apesar de ter tomado uma trolha recente de Esparta na Guerra do Peloponeso, ainda apresentava as melhores perspectivas de sucesso.

Além disso, em Esparta havia uma lei que condenava à morte o espartano que comesse uma mulher não-espartana, e outra lei que proibia o espartano de comer uma mulher espartana antes dele fazer trinta anos de idade. Estas leis se deviam a Licurgo, que achava que deixando os homens cheios de testosterona faria deles melhores soldados - mas acabou tendo o efeito contrário, porque os espartanos passaram a se interessar por garotinhos.

Então, voltando à Frineia, ela tinha três opções: Atenas, Esparta ou Tebas. Esparta estava fora, Tebas estava se preparando para derrotar Esparta (e conseguiu - ver o artigo Bundas Sagradas de Tebas), então só sobrava Atenas.

Vida de supermodelo[editar]

Frineia rapidamente se tornou famosa - era a supermodelo da época.

Ela ganhou o apelido de Frineia - que quer dizer sapo, em grego - e os historiadores até hoje debatem a origem do apelido.

Segundo alguns, ela tinha este apelido porque sua pele era amarela. Para outros, esta teoria é nonsense: sapo é verde, e se ela fosse amarela, não seria gostosa.

Outra teoria supõe que sapo era alusão à pele lisinha dela, e que ela foi a primeira a praticar a depilação vaginal. Esta teoria tem uma base mais sólida, por causa das várias estátuas de Afrodite sem pelos pubianos encontradas pelos arqueólogos no mundo grego.

Uma terceira teoria supõe que sapo era um poderoso afrodisíaco grego, então ela tinha o mesmo efeito de um viagra: bastava vê-la, que o grego ficava logo armado.

Influência na Arte[editar]

Qual é a origem da imagem de Afrodite saindo nua da água? Frineia!

A história da Arte pode se dividir entre a.F. e d.F. - antes de Frineia e depois de Frineia.

Antes de Frineia, toda a arte clássica era baseada na representação de homens musculosos nus. Daí que vem a expressão muito comum entre os meio boiólicos (e que você finge não entender), que é falar que Fulano tem um torso apolíneo. Apolíneo se refere a Apolo, e você está doido para clicar no link e ver a imagem do deus com o piru de fora.

Mas voltando à Frineia, em um dia de calor ela resolveu se refrescar no Mar Egeu. Tirou a roupa, entrou no mar, e saiu.

Apeles, o pintor mais famoso de toda a Grécia (e - talvez - de todos os tempos), quando viu Frineia saindo da água imediatamente imaginou que seria assim que nasceu Afrodite, a deusa do amor e considerada a mais gostosas de todas as deusas e mortais.

Perdeu-se o quadro que Apeles pintou, mas, desde então, todas as gerações vem repetindo esta imagem: uma mulher linda e nua saindo das águas, como se fosse Afrodite.

Não se iludam: não é Afrodite, que non ecziste. É Frineia, que existiu.


Influência no Direito[editar]

Qual é a origem de mulheres gostosas mostrarem a buceta para enrolar a polícia? Frineia!

Atenas era uma cidade muito esquisita. Se aparecia algum general ou almirante fodão, que trazia vitórias na guerra, ele sofria a pena do ostracismo e era banido por dez anos.

Com Frineia aconteceu a mesma coisa. Um viado ateniense soube que Praxiteles, um escultor fodão, tinha feito uma estátua de Afrodite usando Frineia como modelo.

Deu merda.

Isso porque Afrodite era considerada a forma feminina mais gostosa do mundo, então era blasfêmia modelar Afrodite como uma mulher real.

E ela foi levada à julgamento. O seu advogado, Hipereides, passou todo o julgamento cagando e andando para o que os acusadores falavam, e deixou rolar o julgamento. Quando parecia que Frineia seria condenada à morte, ele puxou a roupa dela e deixou-a nua (em algumas versões foi ela mesma que tirou a roupa, em outras versões ela não fica nua, apenas paga peitinho).

O júri imediatamente a inocentou de todas as acusações, e ainda condenou os seus acusadores a pagar uma pesada multa.

Daí vem o princípio de direito que, em latim, é enunciado como:

Uxoria nuda delitia culpa non habet

que quer dizer Mulher gostosa nua pode fazer o que quiser que não será condenada. Este princípio vale até hoje, como pode ser visto na famosa cena do cruzamento de pernas sem calcinha de Catherine Trammell em Basic Instinct.

Influência na Engenharia Civil[editar]

Qual é a origem da inclusão do empreendimento feminino na Construção Civil? Frineia!

Nos seus últimos anos, Frineia teve a infelicidade de ver sua querida Tebas (querida? tá, só porque ela era beócia não queria dizer que ela gostava de Tebas. Aquelas cidades gregas viviam caindo na porrada, e um grego odiava seu vizinho mais do que ele odiava um estrangeiro. Se Xerxes não tivesse invadido a Grécia com armas, mas com diplomacia, ele teria feito os gregos se matarem, e conquistava a Grécia fácil, fácil) ser devastada por Alexandre, o Grande, que matou todos os homens, estuprou (não ele, que não gostava disso, mas seus soldados) as mulheres e vendeu as crianças como escravas, e destruiu suas muralhas mitológicas, presente dos deuses.

Pra quem não sabe, uma muralha, naquela época, era o que fazia a diferença entre uma cidade foda e poderosa, e um quintal onde qualquer um entrava para roubar as propriedades e enrabar os garotinhos.

Custava caro pra caralho.

Pois não é que Frineia se ofereceu para reconstruí-las?

Mas os tebanos (ou, digamos assim, os futuros tebanos - Tebas deixou de existir, não sobrou ninguém para contar histórias) se recusaram, tudo porque ela queria que colocassem uma placa nas muralhas:

Muralhas de Tebas. Destruídas por Alexandre o Grande. Reconstruídas por Frineia a Hetaira