Glee

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Warner Channel Logotipo.png Glee é um programa do(a) FOX, que está no Desportal Televisão. Se você for do portal, deve poderá editá-lo, caso contrário, se tornará nosso escravo e VAI editá-lo!

Faça este artigo virar um HD porque HDTV é isso...

Musical1.jpg It's time to sing!

Este artigo é sobre um Musical! Ele começa a cantar e dançar do nada, sonha um dia estar na Broadway, grande parte de seu público é boiola e sua trama costuma ser chata e sem-sentido.

Cuidado! A qualquer momento um número musical pode ter início!

NewBouncywikilogo.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Glee.
DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...liberar músicas para Glee se tornou uma ótima maneira de artistas falidos e esquecidos ganharem uma grana com direitos autorais?
DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...Coldplay disse que não liberaria nenhuma música para Glee, mas quando viu a grana que outros artistas estão ganhando com as suas versões no iTunes, voltaram atrás e imploraram para ter suas músicas na série?
DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...vários fãs alienados de Glee já vandalizaram esse artigo, mas o Moderador Malvado simplesmente está alerta sempre (sempre, sempre, sempre...)?
DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...os atores que interpretam os alunos de Glee são mais velhos que os de Malhação?

Cquote1.png Você quis dizer: Gleecose Cquote2.png
Google sobre Glee
Cquote1.png Você quis dizer: GLoser Cquote2.png
Google sobre Glee
Cquote1.png Você quis dizer: Gee do NX Zero Cquote2.png
Google sobre Glee
Cquote1.png Você quis dizer: High School Musical da Fox Cquote2.png
Google sobre Glee
Cquote1.png Você quis dizer: programa clichê Cquote2.png
Google sobre Glee
Cquote1.png Experimente também: Suicídio Cquote2.png
Sugestão do Google para Glee
Cquote1.png Experimente também: Deixar de ser idiota Cquote2.png
Sugestão do Google para Glee
Cquote1.png Bambi, que olhos grandes você tem! Cquote2.png
Chapeuzinho vermelho sobre Emma Pillsburry
Cquote1.png Que ótimo, mais adolescentes cantando! O fim do mundo realmente é em 2012! Cquote2.png
Pessoa sensata sobre Glee
Cquote1.png Hey! Esses passos são meus! Cquote2.png
Justin Timberlake sobre Will Schuster
Cquote1.png Ela é a melhor! Cquote2.png
Rachel sobre ela mesma
Cquote1.png Você sabia que pode alugar livros na biblioteca? Cquote2.png
Finn contando sua nova descoberta para o professor Will Schuester
Cquote1.png Mais um colegial com adolescentes cantando sobre seus problemas? Puxa, que genial... Cquote2.png
Oscar Wilde sobre Glee
Cquote1.png Ah, mas cantaram Beatles, Journey, Queen, Rolling Stones, Van Halen, AC/DC, Kiss, Creedence... Cquote2.png
Você tentando justificar porque assiste Glee
Cquote1.png É, mas também cantaram Madonna, Lady Gaga, Beyoncé, Rihanna, um monte de viadagens da Broadway... Cquote2.png
Filho da puta acabando com a sua justificativa
Cquote1.png ...Carrie Underwood, Jordin Sparks e Chris Brown, Avril Lavigne, Jennifer Paige... Cquote2.png
Filho da puta continando a te sacanear.
Cquote1.png Lily Allen, Kelly Clarkson, Bonnie Tyler, Mc Hammer, Olivia Newton-John... Cquote2.png
O filho da puta não para!
Cquote1.png Garotas querem sexo tanto quanto os garotos querem! Cquote2.png
Rachel sobre sexo
Cquote1.png É sério isso??! Cquote2.png
Aquele nerd taradinho de Glee sobre citação acima
Cquote1.png Na real, é mesmo sério isso??? Cquote2.png
Você sobre citação de Rachel
Cquote1.png Essa turminha do barulho vai arrumar altas confusões nesse colégio muito louco, ao som de muita música e em clima de muita pegação e azaração! Cquote2.png
Narrador da sessão da tarde sobre Glee
Cquote1.png A Rachel tem um corpo legal... Isso é, se você não gosta de seios! Cquote2.png
Finn sacaneando os seios da Rachel
Cquote1.png Os seios da Rachel não são grande coisa, mas ainda sim são seios de garota, né... Cquote2.png
Finn sacaneando os seios da Rachel, de novo
Cquote1.png Épico! Cquote2.png
Fã de Glee sobre qualquer episódio, por pior que tenha sido.
Cquote1.png Então está decidido: vamos passar um comercial de Glee a cada 2 minutos! Cquote2.png
Executivos da FOX sobre enfiar Glee goela abaixo
Cquote1.png Na antiga uniao sovietica Glee assiste você! Cquote2.png

Cquote1.png hummmmmmmm boiola... Cquote2.png

ATENÇÃO: Não tem senso de humor? Ninguém aqui está pedindo para que você leia o artigo! Se é um desses fãs chatos de Glee que se sentem ofendidos com o que está escrito aqui, saia agora dessa página e vá escrever em algum site de fãs do Glee. Ou vá fazer algo mais construtivo...

264939.jpg ATENÇÃO:
Simplesmente estamos cagando e andando para quem não gostar do conteúdo deste artigo e, por conseguinte, das opiniões e sugestões dos mesmos. We just couldn't care less.


Enredo de Glee

Glee (do espartano antigo gli-kos, que significa viadagem da grossa) é um High School Musical para nerds, produzida na FOX, no qual um bando de idiotas e crianças de 28 anos que não sabem cantar estão fazendo um coral, onde as pessoas aparecem cantando pelos corredores, salas de aula, e, vejam só, na biblioteca! E o mais espantoso: a música vem do nada!!! Parabéns Glee, consegiram se rebaixar ao nível High School Musical by Disney...

Tudo em Glee é volátil. Extremamente volátil! Personagens, trama, tudo! As coisas mudam de uma hora pra outra com uma velocidade espantosa. Milhões de coisas diferentes acontecem todo episódio sem sequer terem sido "anunciadas ou preparadas" anteriormente. Chega a ser ridículo que os roteiristas acreditem que estão fazendo um bom trabalho. Os capítulos não têm sequência, coisas intrigantes que acontecem e ficam no ar em um episódio, são completamente ignorados nos seguintes. Muitos acontecimentos não fazem o menor sentido, principalmente a forma com que acontecem seus desfechos. Parece que os roteiros foram escritos por crianças de 11 ou 12 anos, durante suas aulas de redação no colégio. Aliás, os boatos que andam correndo é exatamente esse: Ryan Murphy, o criador da série, teria ido a um colégio em Delaware e pedido às crianças escreverem a continuação história. Em seguida foi só escolher umas músicas, a grande maioria de extremo mau-gosto, e voilá!

Ryan Murphy, após ler o artigo na Desciclopédia, entrou em contato com o site, agradecendo por apontar essa série de falhas no enredo, e tratou de corrigir algumas. Ainda tem muita coisa pra corrigir, mas o criador dessa porcaria da série garante que vai acompanhar a Desciclopédia regularmente para saber aonde precisa melhorar, pois concorda com o site que define a série como "fraca e clichê pra cacete demais". Três usuários co-autores do artigo foram contratados pela Fox para melhorar o nível da produção. Um deles já foi demitido por dar em cima de quase todas as atrizes do seriado (menos da Mercedes, pois aquela lá, nem bêbado, após 5 anos de seca e com alguém apontando uma arma em sua cabeça).

Primeira Temporada.

O professor de sexologia (ou qualquer que seja a matéria que ele leciona, quem se importa?) Will Schuester está fazendo um "clube do coral" na escola, porem essa é muito pobre e não tem recursos para sustentar algo desnecessário como esse coral, que é formado pelos alunos mais chatos, nerds, obesos, emos, e enfim, os mais zuados da escola toda. No meio de toda a chatisse, a professora lésbica Sue Sylvester, que tortura treina as líderes de torcida e que já venceu inúmeros campeonatos, está disposta a dar tudo (entenda como quiser...) para atrapalhar o "sucesso" do coral "Novas Ereções Direções" (New Erections Directions, em inglês) recém criado (embora os alunos ainda sejam estranhos, feios e humilhados pela escola inteira), já que ele pode resultar em menos prestígio e dinheiro para seu time de líderes de torcida. Quinn Fabray, até então a "líder-das-líderes-de-torcida", é expulsa da equipe por fazer sexo sem preservativo - e dar mais que Sue - , resultando em gravidez. Enquanto isso, Terri, a esposa de Will, tem uma "falsa gravidez" e quer adotar o filho de Quinn (conveniente, não?). Tina, uma gótica/clubber orelhuda, que finge ser gaga para parecer estranha e não fazer as provas, também se junta ao coral; Rachel, a protagonista, não assume que outra pessoa seja melhor que ela - mesmo que ela seja a personagem mais chata da série; Kurt assume que é gay para o pai (que já sabia e não se surpreende. Assista a série e você entenderá o porquê); e o próprio Will está com problemas de relacionamento, com sua esposa e com Sue Silvester, além do diretor do colégio que não para de tentar extorquí-lo. Logo nos primeiros episódios, o programa se insinuou como sarcástico, com uma genial piada sobre sexo oral, mas acompanhando a sequência pudemos reparar que foi apenas um lapso e o programa era realmente fraco pra cacete...

Foto do elenco no lugar aonde a série realmente deveria estar.
Diz aí Quinn, quem assiste Glee é o que?

Depois de uma ridícula pausa entre os capítulos da 1ª temporada (como a FOX não sabia se teriam pessoas idiotas o bastante para engolir mais esse programinha clichê, acabaram gravando só meia temporada, pra em caso de dar merda não terem um prejuízo muito grande. Para surpresa da emissora, tinham pessoas dispostas a assistir a essa babaquice sim...), Glee retorna ainda mais fraco, mais clichê e mais sem-sentido que antes. Vide um episódio completamente ridículo onde do nada começa a tocar Madonna sem parar nos corredores de um colégio, com alunas se vestindo como ela, ou ainda o par romântico da protagonista chatinha, que do nada resolve mudar de escola (fácil assim), além do diretor que ainda quer cancelar o clube (e que fica ameaçando isso por uma causa diferente a cada episódio, desde o 1º por sinal...) ou ainda a cheerleader grávida, que apesar de estar com uns 5 meses aparece sem barriga nenhuma dançando ao pífio som da já citada Madonna... Entre muitas besteiras que ocorrem nessa temporada, destacam-se os problemas tediosos entre Will e sua esposa e, depois, entre ele e Emma e, depois, entre ele e uma loira bêbada chamada April Rodas Rodes e, mais tarde, ele dá uns amassos na mãe de Rachel. Kurt tenta se fazer de macho e namorar Brittany, mas acaba se apaixonando por Finn e juntando seu pai com a mãe dele. Rachel descobre que tem uma mãe que canta tão mal quanto ela (sua voz é terrivelmente anasalada) e Finn tenta jogar basquete, mas não joga nada. Nas Seletivas, os números deles são roubados pelos corais adversários, mas como sempre, eles se recuperam e ganham. Nas Regionais, eles cantam as mesmas músicas que iam cantar antes e se ferram, porque ninguém mais queria ouvir aquelas músicas. Quinn finalmente tem seu filho e dá o nome de Beth A Feia. O bebê fica com Shelby, a mãe de Rachel, pois estava arrependida de cometer a burrada de jogar Rachel no lixo quando era pequena.

Se Glee tinha a vantagem de ao menos ser verossímil (pois chega a ser ridículo as pessoas sairem cantando e dançando coreografias ensaiadas do nada, principalmente sobre temas como "estou de férias"...), nesse retorno parece ter abdicado da, digamos, virtude.

Segunda Temporada

Em 9 de fevereiro de 2011, o Glee volta pior do que já estava. Sim, pior. Não há nenhum retorno triunfante! A temporada está mais gay, chata e tediosa do que nunca! O namoro chatíssimo entre Finn e Rachel ("Finchel". Ridículo, ridículo!), a separação entre Tina e Artie (o casal que ninguém achava interessante, pois nunca tinha nada de interessante para mostrar) e, com isso, a junção de

Acredite quando dizemos que esta temporada é muito sem noção!

dois Chang's (pra ver como estão faltando nomes para japoneses): Mike Chang e Tina Cohen-Chang, outro casal que não ajudou em nada na série (este é o casal mais duradouro,

"Lindsay Lohan es bien loca, no?"

pois seus problemas pessoais nunca aparecem, pois ninguém se importa). Depois de abortar dar a luz, Quinn volta às trevas, entrando para as líderes de torcidas e voltando a ser chata novamente. Kurt começa a sofrer bullying na escola e conhece Blaine, um garoto que insiste em usar gravatas borboletas e calças estilo Restart que faz parte de um coral chamado Os Warblers. Uma búfala chamada Beiste é a nova treinadora do time de futebol que não joga nada, também se joga neste abismo e até beija o Will Schuester. Macaulay Culkin

Puck: Cara, sua boca é enorme! Quantas bolas de tênis cabem nela?

Sam Evans, o mini-Justin Bieber entra para o coral para usar sua boca absurdamente enorme como abridor de vidros e Sunshine Coracebo, Fígado, Intestino Corazon quer entrar para o coral, mas Rachel a manda para uma casa de crack (é incrível como ninguém disse como a Rachel conhecia esta casa!). Eles fazem um tributo à Britney Spears; um episódio super nonsense sobre um musical chamado The Rocky Horror Picture Show; um episódio de natal bem sem graça e o namoro entre Emma e um dentista. Tiveram a coragem de fazer um episódio onde Jesus aparece num sanduíche, enquanto o pai de Kurt infarta depois de soltar um peido e se recupera. Artie e Brittany começam a namorar, mas ele a chama de prostituta e eles terminam. Sam e Quinn também começam a namorar, mas eles acabam terminando, por não consegurem se beijar sem que Sam engolisse a cara da garota. Dave beija Kurt e isso dá início à uma longa enrolação chata nos episódios seguintes. Will pega uma diarreia atômica e é substituído por Holly Crap! Holiday e ela acaba tomando o cargo dele, porque ela gosta de músicas atuais, enquanto que Will prefere músicas da idade da pedra, mas ele consegue seu cargo de volta. Como Sue é uma Super Forever Alone, ela casa com ela mesma. Kurt vai para a escola onde Blaine estuda e, com isso, o Novas Ereções Direções recrutam Lauren Zizes, uma garota nojenta que cospe espinhas de peixe e pesa 35 toneladas. Santana beija um garoto com AIDS, onde ela é imune,e passa a doença para Finn, que passa a doença para Quinn. Sam Evans tenta trazer um pouco de Justin Bieber para a escola, com seu cabelo lambido para o lado e, consequentemente, todos os garotos começam a usar o visual do Justin Bieber, dando início à um dos piores episódios da série. Há, ainda, um episódio onde a putaria rola à solta, onde eles cantam músicas relacionadas à álcool e Brittany vomita em Rachel.

O elenco está mais impecável do que nunca!

Holly Shit! volta para a escola como professora de Sexologia (não, sem piadas! É Sexologia mesmo) e namorada de Wil; Kurt tenta fazer caras sensuais mas é um desastre por ser feio de mais e Emma e o dentista terminam. Nas Regionais, eles cantam músicas originais, enquanto que Kurt e Blaine fazem um dueto brega e tedioso com Os Warblers e um coral que ninguém se importou cantou uma música sobre Jesus, onde o Novas Direções e os Warblers empatam. Sue forma um grupinho de pessoas que não tem anda para fazer para acabar com o Will Schuester. Holly Cow Holiday termina com Will e canta uma música sobre virar prostituta as mesas. Kurt e Dave são eleitos rei e rainha do baile; Jesse volta e é perdoado num estalar de dedos e namora com Rachel e a irmã de Sue falece. As Nacionais são em Nova Iorque e eles perdem porque Finn e Rachel se beijam, o que é super clichê. Jesse some outra vez e Sam e Mercedes começam a namorar (outro namoro que não contribuiu com nada).

Terceira Temporada

Olhe bem a posição nos personagens nesta foto e depois olhe a outra!
Percebeu a diferença?

Sim, Glee conseguiu alcançar a terceira temporada, ultrapassando essa novela escrota, e começou a ser exibida no Brasil no dia 23 de novembro de 2011. Diferente das outras duas temporadas que foram terrivelmente chatas, esta foca mais na vida dos personagens. Ou seja, casais imprestáveis como Tina e Mike e Mercedes e Sam vão ter mais destaque. Mike terá problemas com seu pai, pois não quer ser um doutor, médico, ou seja lá o que for, mas uma bailarina. Mercedes e Sam terminam e ela começa a namorar um outro negro, Shane, pois Sam não conseguia beijar Mercedes sem engolir seu rosto, como era com Quinn. Rachel e Kurt querem entrar para VIADA NYADA, uma escola onde ensinam meninos e meninas a serem mais chatos e dramáticos, mais do que eles

Uma das melhores apresentações: Sugar Motta soltando sua bela voz.

já são, enquanto que Finn não sabe o que quer da vida (já que nunca foi bom em nada). Quinn sai do coral e entra para um grupo de garotas vadias e sem futuro, chamadas de The Skanks, onde ela fuma e dá até altas horas. Sue e Burt, pai de Kurt, entram para o congresso e ficam disputando durante a temporada inteira. Blaine, o namorado de Kurt, entra para o Novas Direções e tem umas briguinhas. Shelby, a mãe de Rachel, volta para Ohio, pois tinha ido para ninguém sabe aonde e causa algumas confusões que tornam o seriado muito entediante, envolvendo Quinn e Puck. Há a presença de uma garota, Açúcar Sugar Moto, Arrota Motta, a única personagem onde não usaram o Autotune. Sua voz é tão suave quanto unhas arranhando um quadro negro. Há também a presença dos dois vencedores do The Glee Project: Rory Flanagan e Jesus Joseph "Joe" Hart; e uma dos ocupantes do segundo lugar, Lindsay Pearce. Sim, você leu "uma dos"! Duas pessas ficaram no segundo lugar, mas esqueceram do Alex Newell. Sebastian, o novo vilão que faz parte dos Warblers, entra para o saco de lixo conhecido como Glee. É gay (novidade) e quer roubar o Blaine do Kurt, utilizando o seu charme (que ninguém sabe onde está) e seu sorriso (que dá vontade de vomitar). Beiste, a búfala-treinadora consegue achar seu par perfeito e Sam e Mercedes começam a se aproximar, pondo um fim no namoro que não contribuía com nada com a série que tinha com o Shane. Shelby forma seu clubindo de vadias, chamado The Flintstones The Troubletones, sendo que algumas vadias saem do Novas Direções

Pensando bem, esta temporada não faz muito sentido também.

para entrarem nesse clubinho, mas mais tarde os dois corais se juntam. Kurt, Brittany e Rachel querem ser presidentes da turma. Rachel desiste, trapaceia por Kurt e Brittany é a presidente. As raspadinhas são trocadas por bolas de queimado e eles até fazem uma cena bem grotesca de um jogo de queimado entre o Novas Direções e as Trombadinhas Troubletones. A relação entre Finn e Rachel continua bem melosa e chata como sempre, sendo que agora, eles querem se casar. Num episódio em homenagem à West Side Story, Blaine e Rachel confessam serem virgens e Rachel e Finn e Kurt e Blaine perdem a virgindade. Will pede Emma em casamento, não sabendo em qual dos dois olhos gigantes era para olhar e ela aceita. Numa tentativa boçal de homenagear Michael Jackson,

Sim, até ele aceitou fazer parte de um episódio!

Blaine leva raspadinha no olho e eles fazem uns números bem nonsense. Santana confessa à sua avó que é lésbica e essa a manda para fora de casa da mesma maneira que manda seu gato. Will deixa de ser professor de espanhol, dando o cargo e mais algumas coisinhas ao professor interpretado por Ricky Martin, por não saber nada desta matéria e se torna professor de história (já que ele sabe muito sobre a antiguidade, de acordo com as músicas que escolhia para o coral). Sebastian tenta chantagear Rachel com uma foto de Finn pelado (ele deve ter passado a noite inteira olhando aquela foto), mas depois que Dave Karofsky tenta se suicidar, ele deixa de ser pilantra. Sue diz que está grávida, mas ela teve de pegar os espermatozoides, já que homem nenhum queria ficar com ela, e recusa o pedido de Quinn para voltar para as líderes de torcida. No último episódio feito, exibido dia 21 de fevereiro de 2012 nos EUA e dia 07/03/2012 no Brasil, eles enfrentam os Warblers e um coral do Colégio Nossa Senhora do Perpétuo Socorro nas Regionais, onde, como era de se esperar, o Novas Direções ganha em primeiro, já que sempre tem um coral que é completamente ignorado. Quando Rachel e Finn iam se casar, Quinn sofre um acidente após beber dez latas de cerveja no caminho para o casamento. Atualmente, o seriado fez uma pausa e já tem um novo episódio marcado para ser exibido dia 10 de abril de 2012 nos EUA, que apresentará o irmão mais velho de Blaine, que provavelmente será uma bela perda de tempo, como sempre.

Personagens

Will Schuester em sua despedida de solteiro.
Will em pose provando que é muito macho!
  • Will Schuester - Professor de sexualidade duvidosa que dirige o coral. Foi a maior estrela de Glee Club por ser a única pessoa à fazer sexo com todos o mais talentoso dentre os estudantes da época. Se casou com Terri Schuester, uma ex-líder de torcida sem cérebro (mas inteligênte o suficiente para enganá-lo durante muito tempo que estava grávida.), e agora enfrenta dificuldades para sustentar os desejos da esposa consumista e vagabunda, por ganhar um salário ridículo e ter de ficar mendigando por aí (além de ser constantemente extorquido pelo diretor Figgins). Seu nome, para aqueles que não falam alemão (se é que existe algum usuário desciclope que não seja fluente), significa "Sapateiro". Uhhh, sapateiro... Vive dando lições de moral em seus alunos, pois as letras das músicas escolhidas por ele convenientemente sempre combinam com os problemas que as crianças de 28 anos estão enfrentando naquela semana. Vale lembrar que o nome do coral (Nude Erections) foi ideia dele. Quando ele canta e dança (principalmente músicas Hip-Hop), chega-se a sentir uma certa "vergonha alheia"... 9 em cada 8 pessoas que acompanham o programa o destestam. Aliás, alguém sabe se ele ainda dá aulas de espanhol naquela escola?


Pensando bem, nem ligo se essa tal de Rachel tem narigão e uma boca estranha...
  • Rachel Berro Berry - Protagonista feminina chatinha da série. Tem uma boca enorme e estranha, só não sendo mais feia que seu nariz, que se assemelha a uma batata-silvestre. Tem também uma enorme habilidade em quebrar vidros com sua voz fanha e estranha. É apaixonada por Finn Hudson, um otário completo imbecil de 28 anos de idade, que pensa que pode cantar. Pode se dizer que ela é uma quase-irmã da LaPópis. Idiota, convencida e egoísta, que só não tem a voz mais irritante que Mariah Carey. Teria um potencial pra ser "gostosinha" (apesar de constantemente ter seus seios avacalhados pelos personagens da série), mas como é incrivelmente chata, acaba sendo só mais uma nerd frequentemente sacaneada. Além da voz estridente e esganiçada, quando canta faz caretas bizonhas, não sendo possível saber se está prestes a chorar, sentindo terríveis cólicas intestinais ou se simplesmente está "interpretando a música". Conseguiu ser a primeira protagonista da história a ser odiada por quase todos que acompanham o programa. Dentre todos os personagens, é a que mais levou "raspadinhas" jogadas em sua cara (o que eu, particularmente, gostaria muito de fazer qualquer dia desses). Como o público estava de saco cheio dela, foi perdendo o holofote da série, apesar de ter pelo menos um número solo por episódio para lembrar a todos que ela ainda é a protagonista. Foi adotada por um casal de gays, mas descobre que sua verdadeira mãe é Susan Boyle, após ouvir a fita plantada por seu namorado no episódio 1x19.


Mercedes Jones fazendo um musical baseado em Bob Esponja
  • Mercedes Jones - Mais uma aluna integrante do Glee Club. Todos a chamam de negra e gorda, por ser negra e gorda. Apesar de ser assombrosa, tem uma voz bastante potente e apreciada pelos otários que acompanham a fãs da série, mesmo tendo mais umas 3.816.739.867 cantoras negras com uma voz idêntica à dela... É agressiva (quebrou o vidro do carro do "amiguinho" Kurt por causa de uma crise de ciuminho), se veste mal pra cacete de maneira estapafúrdia questionável e seus diálogos são sempre batendo na mesma tecla. Mete medo em todos, tanto pelo, digamos, porte físico como pela sua cara horrenda. Muitos fãs a consideram como a melhor ou menos ordinária cantora da série, mas na realidade não passa de mais uma gordona negra com voz típica de coral gospel norte-americano. Em um dos momentos mais inexplicáveis do seriado, achou que Kurt era macho e pior, achou que deveriam namorar! Bem que a Rachel avisou que ele era "todo purpurina"... Seus números musicais costumam se limitar a dar o último berro da última frase da música.


  • Quinn Fabray - Cheerleader puta e vadiazinha que se finge fingia de católica virgem. A líder do time de líderes de torcida que já foi namorada de Finn Hudson, engravidou de Puck, passou um tempo com ele, namorou Sam, e está namorando Finn novamente. Aliás, teve o azar de engravidar logo na primeira vez que fez sexo (pelo menos é o que ela alega...). Apesar de ser loura, ainda é mais inteligente que Finn e que os outros desse serial killer programa, de modo que conseguiu convencer o garoto de 28 anos que ele a engravidou graças a uma ejaculação que teve enquanto estavam juntos... Em uma banheira... Vestidos! Nem o Papa caía nessa! É a mais gostosinha da série talvez a única gostosa e, quando estava grávida de uns 5 meses já, continuava com a barriga lisinha. Ninguém sabe que fim ela teve, pois foi expulsa de casa, terminou com o namorado e ninguém falou ainda onde ela está vivendo.
Finn e Rachel: seria como tentar cruzar um Dogue Alemão (que apesar de grande, é bobo) com um Chiuaua (que apesar de pequeno, é agressivo e barulhento).
  • Finn Hudson - Após seu fracasso em Kyle XY, resolveu mudar de colégio, mesmo tendo 28 anos de idade. Tem uma voz de menina como a do Chris Brown, ostenta um topetinho à la John Travolta que possui 2,43kg de gel, é capitão e quarterback do time de futebol-que-se-joga-com-as-mãos da escola, além de ser corno manso (duas vezes!) e viver levando raspadinhas na cara. Entrou no coral porque gosta de mostrar sua cara de bunda (ou idêntica ao Pierre Bouvier, vocalista da banda emo de adultos que querem ser adolescentes, Simple Plan) e ia ser expulso por ser ridículo. Ele foi suspeito de fumar maconha e outras drogas, como encartes de CD da Banda Cine. É burro o suficiente para acreditar que engravidou sua namorada Quinn 'batendo umazinha' numa hidromassagem, só de sunga e a quase meio metro de distância dela. Também é idiota o bastante para achar que mulher tem próstata! Tem três pretendentes no programa: Rachel Berro, Drag Quinn Fabray e o viadinho do colégio, Kurt Homo. Em um episódio teve um lapso de macho e ficou puto com as investidas do boiolinha Kurt, mas destruiu tudo quando apareceu usando um vestido de borracha no final.

Cquote1.png Os espermatozóides podem nadar por maiores distâncias quando a temperatura está mais quente, como acontece em banheiras de hidromassagem. Todos sabem disso! Cquote2.png
Finn Hudson sobre citação acima


  • Sue Sylvester - Treinadora machona do time de líderes de torcida da escola. Insensata, insensível, egoísta, mas engraçada. É mais macha que os vampiros do Crepúsculo juntos. É competitiva, adora ganhar e faz de tudo para não perder, gosta de destruir os sonhos das outras pessoas a todo e qualquer preço. Também possui um programa em uma rede de TV local, bastante preconceituoso e que só fala merda, correndo risco ser cancelado, caso a equipe que treina não vença o campeonato regional de líderes de torcida (que ela venceu, pois Sue é muito foda). É a única que não é tããão clichê e pra ser sincero, é quem costuma salvar o programa... Vive fodendo atormentando o professor Schuester e chantageando o diretor Figgins. Mas também teve um lance meio boiola quando se deixou seduzir pelo Mr. Schuester (se bem que lésbica ser seduzida por um baitola é um tanto quanto inusitado!). Para se livrar de ter de limpar o chão de sua sala, conseguiu um atestado comprovando que tem lúpus, mas quem assiste Dr. House sabe que se trata de uma mentira, pois nunca é lúpus (para entender essa piada, assista Dr. House).

Doces palavras de Sue:

Cquote1.png Vocês acham isso difícil? Tenham hepatite, isso que é difícil! Cquote2.png

Cquote1.png Vocês acham isso difícil? Tentem resistir à tortura com água, isso que é difícil! Cquote2.png

Cquote1.png Você acham isso difícil? Tentem treinar o Atlético Mineiro, isso é que é difícil! Cquote2.png


Kurt, se a Jenna Jameson quisesse dar pra você, o que você faria?
  • Kurt Hummel - Outro integrante do Glee Club. É gay e afeminado. Aliás, seu nome quando pronunciado soa como Kurt Homo. Piadinha dos roteiristas? Talvez... Gosta de moda e de música pop, é conhecido por desejar todos os homens da escola e seus únicos amigos são os integrantes do clube do coral. Adora ser atirado no camburão do lixo pelos jogadores de beisebol da escola (segundo ele, isso o excita). É apaixonado pelo sem-cérebro do Finn. Conhece todos os estilistas que existem. Conhece também todos os musicais e intérpretes famosos na comunidade gay, como Madonna e Cher (enfim, gosta de música chata). Dizem por aí que ele estaria considerando fazer uso do lico de cair pinto, desenvolvido nos anos 80 pelo Coringa. Sua voz é terrívelmente irritante, sendo que canta 95% do tempo em falsete, sendo claramente auxiliado pelo autotune, conhecido corretor de afinação (assim como a grande maioria dos personagens da série). Até tentou dar uma de machão em um episódio, inclusive dando uns pegas na vagabunda da cheerleader Brittany, mas viu que seu negócio era mesmo dar o toba a homossexualidade.

Cquote1.png Ih, ele é viadinho, não é? Cquote2.png
Minha mãe sobre Kurt, após escutar 2 segundos de sua cantoria


Artie resolveu tomar um banho de mar. Não parece ter sido uma boa ideia.
  • Artie Abrams - Também faz parte do Glee Club. Passou a andar de cadeira de rodas após fazer sexo com Latrell Spencer, e segundo ele não se arrepende. Afirma veementemente que seu pênis ainda funciona. Finge tocar guitarra no melhor estilo KLB, e para tentar mascarar os constantes questionamentos sobre sua masculinidade passou a namorar Tina Cohen-Chang. Mas aquela franjinha emo não engana ninguém... É conhecido por não possuir um queixo, o que torna ainda mais evidente o tamanho monstruosamente grande avantajado dos seus dentes. Não satisfeitos com todas as situações disconexas e incoerentes que constantemente ocorrem em Glee, os autores se superaram ao colocar um cadeirante pra jogar futebol-que-se-joga-com-as-mãos!!! Não é possível, eles devem estar fazendo isso pra testar a capacidade de aceitar idiotices de seus fãs (que devem ter achado isso o máximo).


  • Tina Cohen-Chang - Chinesinha-vampirinha gostosinha gordinha, seu sobrenome meio chinês, meio judeu, já indica a confusão que a menina é. Seu rosto parece uma Trakinas, asiática, claro. Sexta integrante da formação inicial do coral. É burra, se finge de gaga (não a "Lady"), canta muito mal, e possui pouca auto-confiança, o que faz com que desafine ainda mais que seus colegas. Pensa que veio do inferno, portanto veste-se de acordo com o que podemos caracterizar como "quando o gótico encontra o emo e faz amor com o clubber". Apesar do sobrenome tipicamente judeu, ficou ofendida quando Finn e Rachel sacanearam o cristianismo fingindo ser um padre e uma freira apaixonados. É pouco reparada pelos fãs da série, de modo que sequer aparece em 3 dos espisódios e poucas pessoas se deram conta disso. Suas orelhas de abano também merecem destaque.


Emma Pilsbury antes de passar a maquiagem e arrumar o penteado.
  • Emma Pillsbury - Orientadora educacional da escola, nutre uma paixão secreta (que de secreta não tem nada) pelo professor Will Schuester (que tem muita pinta de gay, mas é casado com Terri). É viciada em limpeza porque caiu na merda (literalmente). Por isso vive cozinhando e limpando, como toda mulher deveria fazer. Possui olhos incrivelmente grandes, sendo comparada constantemente com o mascote são-paulino, Bambi. Quando tudo indicava que teria maior destaque na trama, a personagem passou uns 5 episódios sem dar as caras. Obviamente, lógica e sequência não são pontos fortes de Glee. Antes, fez aparições em Ugly Betty, mas acabou fugindo, mudando de nome e personalidade a fim de ocultar seu vergonhoso passado.


  • Terri Schuester - Esposa burra (e que não vale nada) do professor Will, já foi a aluna mais popular da escola. Atualmente vive em crise com seu marido, pois ele não consegue fazer "certas coisas em certos lugares". Trabalha como vendedora em uma loja e ainda reclama do seu esforço. Na verdade, acabou levando o maior pé na bunda de Will e agora tá fudida está com problemas, porque vai ter que trabalhar pra se sustentar. É outra que é completamente dispensável, sendo que não faz falta nenhuma na história, mas ainda sim teve mais falas que Matt e Mike (esses, aparecem em quase todos os episódios, mas nunca falam nada!). Quando fala, sempre passa a sensação que está com um pigarro na garganta, mas depois é possível perceber que a voz dela é realmente esganiçada e não há nada que possa ser feito. Mesmo quando brava, parece sempre estar falando com um bebê (com aquela voz de idiota que os adultos costumam fazer, sabe?).


  • Noah "Puck" Puckerman - O único macho (tirando Sue, claro) da série. Melhor amigo de Finn faz parte do time de futebol americano da escola. Trabalha como limpador de piscinas e como hobby come as mães dos outros alunos da escola. Passa a fazer parte do coral para se envolver com mulheres mais velhas (e comê-las, logicamente). Comeu a Quinn e é pai da filha que o otário do Finn acreditava que era dele. É um filho da puta mesmo... Também tem 28 anos e é tão burro que não consegue sair da escola. Foi o único que se recusou à viadagem sem tamanho de cantar Madonna. Já fez "família" pegando as menininhas do colégio. Inclusive, pegou todas as que passaram pelo Glee club! Todas! Contemos juntos: Santana, Britanny, Quinn (que até engravidou!), Rachel, Mercedes, April (aquela vagabunda ex-aluna que apareceu do nada). Aí você fala: "ah, faltou a Tina!". Não, não faltou! Ele já a pegou, usando a desculpa de ser judeu, assim como fez pra pegar a Rachel. Mas é que como que ninguém se importa com a Tina, acabaram não dedicando um episódio para contar tal bobagem.

E outras muitas bobaji..


  • Santana Lopez - É uma striper cheerleader bissexual aberta a novas experiências, que tem um caso com Puck. É tão assanhada que pega até sua melhor amiga, Brittany. Não é nada gostosa (a única curva de seu corpo está em seu potente nariz) nem bonita (ela tem cara de gente gripada, sei lá...), mas por algum motivo parece ser a rainha-gostosona do colégio. Vai entender... É daquele tipo que se cruzasse com você na rua, provavelmente passaria despercebida (a não ser quando você atravessa aqueles períodos de seca sem pegar ninguém, onde até a dona Edilene da biblioteca parece ser sensual). Dá pra todo mundo menos pra você e inclusive tirou a virgindade de Finn. Ironicamente, a primeira música que ela de fato cantou foi "Like a Virgin", mas sabemos que de virgem ali, só se for o signo...


  • Brittany S. Pierce - Loira burra ingênua, mais uma cheerleader, que tem um caso com Santana. Acha que golfinhos não passam de tubarões gays, acha que seu gato lê seu diário e costuma esquecer seu próprio nome do meio. Acaba também esquecendo, graças a uma overdose de antibióticos, como é que se faz para sair de uma sala. É levemente gostosinha e como é incrivelmente burra ingênua acaba sendo alvo fácil para os garanhões de plantão. Numa manobra de mestre, ela pegou até o viadinho-mor da série, Kurt Hummel. Participa principalmente das coreografias, mas graças ao excelente e salvador software Autotune (que é o que garante o sucesso da série, além de cantoras como Britney Spears) está apta a cantar nos novos episódios.


  • Ken Tanaka - Japa Nipo-americano otário, corno, e feio pra caralho. Apaixonado por Emma, achou que tinha uma chance com ela mas no final levou um grande pé-na-bunda, como o bom senso manda. Cheira mal como um pra caralho, pois constantemente foge dos banhos, além de ter perdido as unhas dos pés graças a uma friera das grossas. Está na série porque deve conhecer alguém do alto escalão da emissora. Comandante de um time completamente incompetente, que ganhou uma única partida porque dançou Beyoncé (lógica = -1!) ou seja um monte de viadinhos (desculpem a redundância de dizer "viadinhos" num artigo do Glee). Aí então resolveram que ele não ia mais dar as caras e ninguém mais sabe de nada do que aconteceu com o personagem. Cogita-se que ele esteja treinando o time de polo aquático da Escolinha Acarajé Feliz, mas a imprensa ainda não confirmou. Ryan Murphy prometeu esclarecer o fato do sumiço de Tanaka na nova temporada. Ele falou que não vai fazer muito sentido, mas francamente, qual fã de Glee se preocupa com coerência? O fã quer apenas histórias de pessoas que superam seus problemas psicosociais cantando...

Cquote1.png Sonho meu... Quem dera sonhar tão bem assim... Sonho meu... Cquote2.png
Gal Costa sobre fãs perdedores de Glee, oops redundância de novo!


  • Diretor Figgins - Imigrante indiano que por algum motivo virou diretor da escola, é constantemente manipulado por Sue. Adora explorar Will lhe arrancando dinheiro. Completamente mercenário, desvia dinheiro da escola e compra comida da cadeia para os alunos. A cada episódio vem com uma razão diferente para acabar com o coral. É um dos caras mais manipuláveis e sem atitude de que se tem notícia. E que a Sue faz chantagem por possuir uma vídeo dele fazendo boiolices.

Motivos já utilizados para acabar com o coral:

  • Falta de verba;
  • Falta de incentivo;
  • Utilização de músicas e danças de baixo calão;
  • Falta de talento;
  • Os alunos usaram drogas. Vitamina "D" segundo a série...
  • O auditório aumentou a conta de luz;
  • O nariz da Rachel era muito feio;
  • Redução de custos com atividades extra-curriculares;
  • Ah, já deu pra entender, né?


  • Mike Chang e Matt Rutherford (o japa e o moreninho que entrou por cotas) - São completamente secundários, nunca se ouve suas vozes (tanto que nem mereceram ser citados separadamente, por isso dividem esse item). E dançam como se tivessem levando um puta de um choque. De todos os episódios que foram ao ar até hoje, as únicas frases pronunciadas foram a de Matt, no último episódio antes da pausa e Mike no episódio que tocou Kiss. São bem dispensáveis para a trama. Tem se especulado que os personagens não têm falas pois o uso constante e exagerado de maconha acabou com a memória de ambos atores, não sendo possível que memorizem frases muito complexas, formadas por mais do que 7 palavras. Mais um dos pontos corrigidos por Ryan Murphy. Mike começou a participar mais na série e deu um sumiço em Matt (e francamente, ninguém deu falta). Como Matt aparentemente vai virar um personagem recorrente, ele passou a merecer seu próprio tópico. Prossiga com sua leitura.


  • Mike Chang - Anteriormente um personagem tapa-buracos, ganhou mais espaço de forma que até merece ser citado em seu próprio tópico nesse artigo. Parabéns Mike Chang! Conhecido como "outro asiático", Mike se mostrou um grande talarico-fura-olhos-filho-da-puta ao roubar a namorada do deficiente físico do colégio. Sério, ser fura-olho é uma coisa, agora furar o olho do deficiente? Cacete, porque você não empurrou ele logo da cadeira que seria menos babaca, seu filho da mãe?! Ele ganhou mais linhas de texto para decorar e também cantou nos novos episódios! Mal pra cacete, mas cantou! Vale lembrar que foi usado Autotune em sua cantoria e aquilo que foi exibido trata-se do melhor que foi possível fazer com a voz do rapaz.


Sam, o novo integrante de Glee.
  • Sam Evans - Aluno novo no colégio, o rapaz de cabelos oxigenados já chegou cheio de moral, roubando a posição de quarterback de Finn e a garota do Puck. Mais um talarico-fura-olhos, mas não é tão filho da puta como Mike, que roubou a namorada de um deficiente físico. Suas principais características são seus cabelinhos loiros penteados à lá Justin Biba que é coisa de viado, sua boca descomunalmente grande e sua voz ainda mais fininha e gemida que a de Finn. Mostrou-se um excelente professor, ensinando Quinn a tocar violão em apenas uma tarde. Ainda é cedo pra dizer, mas eu tô apostando que ele vai pegar a Mercedes... Mentira. Mesmo chegou chegando, acabou-se descobrindo que ele estava na merda e morava em um hotel abandonado e que aquilo era tudo pose pra pegar as vadia do trama.
Treinadora Beiste, exibindo sua sensualidade.


  • Treinadora Shannon Beiste - Treinadora contratada para assumir o time de futebol americano no lugar do desertor técnico Ken Tanaka, a sensual personagem anda arrancando suspiros dos fãs de Glee do "sexo masculino". Entrou como um tapa buracos, mas como é incrivelmente sexy vem ganhando mais espaço na série, aparecendo cerca de 2 minutos a cada 5 episódios. Antes de se tranferir para o Willian McKinley High School, foi professora de educação física no filme "Não é mais um besteirol americano". Beiste também seduziu Will Schuester, que lhe deu um beijo, completamente tomado pelos desejos carnais. Olhe só a imagem ao lado e responda: é ou não é um pedaço de mau caminho?


  • Raspadinha - Algo nunca visto até hoje, tacar raspadinha na cara dos outros parece ser a humilhação ideal, pelo menos no mundinho gay universo de gleecose. Como todos dessa série são viados odiados, a raspadinha (slushie) se torna o personagem mais legal da série, pois humiha todo mundo, merecendo até um tópico pra si mesmo.

Piada sobre sexo oral

Elenco mostrando para o público suas técnicas neste assunto (repare no entusiasmo das garotas e na cara dos "homens").

No 2º ou 3º episódio de Glee, não lembro direito porque não estava prestando atenção, pudemos perceber uma piada bastante sacana. Como a grande parte do público é de nerds, crianças ou pessoas com algum tipo de deficiência mental, poucos tiveram a astúcia de Chapolin para percebê-la. Segue a descrição e o diálogo da cena:

Emma entra no banheiro para mais um de seus irritantes rituais de auto-limpeza, quando escuta alguém fazendo barulhos estranhos, dentro de uma das cabines. Trata-se de Rachel, tentando forçar o vômito para emagrecer, induzida pelas cheerleaders bulímicas.

Emma: Rachel, você está vomitando?

Rachel: Hã... Não!

Emma: Você vomitou fora da privada...

Rachel: Não fui eu. Alguma garota fez isso antes de mim. Até tentei forçar o vômito, mas descobri que não tenho o reflexo de engasgar...

Emma: Acredite, essa será uma habilidade que fará com que os meninos te admirem muito daqui alguns anos...


Após Ryan Murphy ler nosso artigo e descobrir que achamos interessante a piada de sexo oral feita no início da série, ele resolveu fazer mais uma na 2ª temporada, como uma maneira de nos prestar uma homenagem. Segue a descrição e o diálogo da nova cena:


Os integrantes do coral estão entrevistando Sam, um candidato a entrar para o clube. No meio da conversa, Puck faz uma pergunta idiota e leva um belo fora do novo personagem.

Puck: Cara, sua boca é enorme! Quantas bolas de tênis cabem nela?

Sam: Hum... Eu nunca coloquei nenhum tipo de bola na minha boca... Você já?

Erros de continuidade

Foto da atriz, que comprova a existência de uma tatuagem (é só pra olhar para a tatuagem da moça, seu safado!).
A mesma tatuagem agora aparecendo no pé da Rachel, que nunca teve tattoo (pare de olhar para as pernas dela!). A imagem está ruim, mas assista no computador na TV e você verá!

Glee é uma das séries com maior quantidade e qualidade de erros de continuidade da história! Alguns, pouco relevantes, mas outros chegam a ser tão assombrosos que é impossível pensar que nenhum revisor foi capaz de perceber uma aberração daquela. Enfim, enumeremos alguns erros:

  • Finn aparece bebendo uma raspadinha, na sequencia da cena não está mais, depois no novo corte da câmera está bebendo novamente!
  • É um tal de personagem fazendo posição diferente em corte de câmera que até incomoda. Num ângulo, braço cruzado, no outro, mão na cintura!
  • Kurt senta no piano para tocar "I'll Stand By You". Ele está usando uma calça marrom. Quando o ângulo da filmagem muda, ele está usando jeans.
  • Kurt disse que não acreditava em Deus, mais no episódio em que Mercedes manda os idiotas alunos gritarem Bolinhos Fritos, ele grita Oh, My God (pra indivíduo que não sabe inglês, significa "Oh, meu Deus").
  • Kurt está passando roupa e atende o telefone, deixando o ferro-de-passar sobre uma gravata. Imediatamente o telespectador fica angustiado, pois a gravata ficará queimada. Mas miraculosamente no corte da cena ele aparece colocado em pé na tábua.
  • A barriga de Quinn vive sumindo em alguns takes. Afinal, ela está gravida ou não, porra heim?
  • Um dos piores de toda a série, Rachel solta uma bola de boliche no próprio pé, sem força, beirando a canaleta. Na sequencia da cena, a bola aparece rolando em linha reta com muita força e ainda resulta num strike!
  • Inclusive, na cena do boliche citada acima, Rachel aparece dividindo uma pizza de pepperoni com Finn. Alguns episódios depois, Rachel diz que é vegan. Vegan comendo pizza de pepperoni? Desconte mais um ponto no quesito coerência!
  • No episódio Theatricality, Jesse, em teoria, ainda está namorando com Rachel e faz parte do New Directions. Mas ele não aparece no episódio e nem tem sua ausência justificada. Parece que ninguém reparou que ele não estava lá!
  • No mesmo episódio citado acima, os garotos do coral de juntam e cantam "Beth", do Kiss, para Quinn. Então, num deslize incrível, podemos ver Finn cantando junto aos outros caras e, quando a camera muda o ângulo e enquadra Quinn, lá está Finn, sentado atrás dela!
  • Percebe-se que quando a câmera pega a Santana, a Mercedes, a Brittany e a Quinn horizontalmente, a barriga monstruosamente grande avantajada de Mercedes chega a cobrir quase completamente Quinn.
  • É um tal do Finn se sentando pra tocar bateria e depois levantando pra dançar, sem que a bateria pare de tocar, que chega a ser assustador! Seria Gasparzinho o baterista que cobre as levantadas de Finn??
  • Em um dos episódios podemos perceber, muito rapidamente, a existência de uma tatuagem num dos pés de Rachel. Tatuagem essa que não deveria estar lá, logicamente.
  • Rachel aparece com a cabeça apoiada no ombro de Finn, na sequencia não está mais. Então ela resolve se encostar novamente e Finn faz uma cara de surpreso, como se ela não tivesse se encostado anteriormente.
  • Kurt saiu do time de líderes de torcida? Ele entrou, mas ninguém mais falou disso... Não foi dito se ele se firmou, se saiu... Esqueceram?
  • Rachel diz para Finn que não é mais virgem. Alguns episódios depois, ela diz que quando tiver 25 anos estará pronta para fazer sexo. O pior é que o rapaz não percebe que a garota acabou de se contradizer. Alguns episódios depois ela assumiu ainda ser virgem, mas o fato aqui descrito aconteceu antes da confissão.
  • Sam teve uma lesão grave, perdendo o posto de quarterback. Mas alguém o viu machucado em algum episódio? Ele se recupera mais rápido que o Wolverine...
  • No episódio que tem a 2ª competição das Meninas Vs. Meninos, Rachel em uma cena grita "Espiões!!!" e aponta com o braço esquerdo. No corte da câmera, ela está com o braço direito estendido.
  • Puck resolve tocar violão no pátio do colégio. De repente aparecem pessoas tocando Steeldrums, intrumentos nada comuns de se carregar por aí, além de ter uma bateria convenientemente armada num pátio durante o intervalo! Não é um erro de continuidade por assim dizer, mas é outro grande insulto à inteligência.
  • No início da série, Burt, o pai de Kurt (pegou o trocadilho com os nomes?), parece ser um cara cheio da grana, já que Kurt só se veste com roupas de marca e inclusive ganha um Cadillac Escalade de presente, com rodas que valem mais que o carro do Will Schuester. Mas depois, quando Kurt é ameaçado por Karofsky, ele afirma que abrirá mão de sua Lua de Mel e usará o dinheiro para transferir Kurt de escola. Ficou pobre? Ou sempre foi?
  • No episódio 6 da segunda temporada, Kurt diz que nunca foi beijado, mas no ano passado se pegou com a Brittany (na verdade, um outro erro do criador da série foi não dizer se, no fim, eles transaram ou não).
  • Na segunda temporada, o viadinho que não sai do armário Karofsky beija Kurt, mais Kurt continua dizendo que nunca foi beijado (só o Blaine pra tirar a porra da "Boca Virgem" desse garoto mesmo).

Fórmula para escrever um episódio

Escrever um episódio de Glee é muito simples, basta seguir os seguintes passos:

Passo Nº1: Entre em um site de letras de músicas e aleatóriamente leia algumas traduções das letras de bandas e artistas que estão em maior evidência na mídia. Isso será importante para formular a trama da história, que não precisa necessariamente ser coesa nem fazer sentido;

Passo Nº2: Com base na letra das músicas, começe a traçar a linha da história que seu episódio vai seguir. Isso é muito mais simples do que parece. Por exemplo: peguemos canções conhecidas como "First Date", do Blink-182, "I Used To Love Her", do Guns 'n' Roses, "Highway to Hell", do AC/DC e "Ride The Lightning", do Metallica. Pronto! A história está feita: o cara conheceu uma garota (First Date) que o sacaneou, e então puto da vida, ele a assassinou (I Used To Love Her). Foi então preso (Highway to Hell) e acabou condenado à cadeira elétrica (Ride The Lightning);

Passo Nº3: Certifique-se que as músicas escolhidas sejam, em sua grande maioria, de mau gosto. As boas não podem exceder 30 segundos durante os episódios. O exemplo acima é somente para ilustrar, de modo que jamais poderia ser realmente utilizado em Glee, devido ao grande número de músicas boas que contém;

Passo Nº4: Faça isso correndo 4 histórias em paralelo, sempre muito confusas;

Passo Nº5: Bote algum viado ou algo que seja bem gay no meio da história. Ou insira subliminarmente alguma piada sobre sexo oral;

Passo Nº6: Certifique-se de resolver todos os problemas criados durante a linha da história ainda no mesmo episódio. Só podem atravessar mais de um episódio problemas como as crises amorosas dos personagens principais e só!

Parabéns! Você concluiu seu próprio episódio de Glee! Agora clique aqui e veja a formula para escrever episódios de outras séries!

Curiosidades

  • Em Glee, o colégio deve distribuir raspadinhas de graça, pois na série já foram atiradas mais de 50 até agora.
  • O orçamento que o Glee Club tem só para arcar com figurino e cenários equivale ao PIB do Uruguai.
  • O papel de "Kurt" foi escrito especialmente para Chris Colfer (isso é verdade!). O papel, como todos sabem, é de um viadinho. Mas a questão é: até então, o ator não tinha assumido sua homossexualidade!
  • Amber Riley (Mercedes Jones) foi eliminada do American Idol em Hollywood porque o Simon achava que a voz dela era muito comum. E é mesmo... Tem uma porrada de gordonas que cantam igualzinho a ela.
  • Lea Michele, a Rachel de Glee, ficava de peitinho de fora no musical Spring Awakening, da Bróduei.
  • Assim como na maioria dos musicais, a música em Glee também parece vir do nada às vezes. Esses momentos ficaram conhecidos como "High School Musical Moments".
  • Os personagens de Glee têm as vozes mais potentes do mundo, de modo que conseguem cantar mais alto que uma banda completa, em um auditório lotado, sem necessitar de qualquer equipamento para amplificação vocal. Tudo no gogó!
Jonathan Groff (direita) e seu, ahn... Parceiro (esquerda).
  • Jonathan Groff, o Jesse da série, é boiola! Viadão mesmo, tem até namorado! Isso é verdade, mas caso alguma fã chata não acredite, basta procurar no Google.
  • Jane Lynch, a grandiosa Sue Sylvester (única que se salva na série) é lesbica na vida real também! E está noiva se casou!
  • Lea Michele (Rachel) e Dianna Agron (Quinn) podem ser vistas em inúmeras fotos e vídeos em situações no mínimo suspeitas para quem só se dizem "amigas". Mãos dadas com dedinhos cruzados, olhares de "te desejo, gata!", abraços por trás... Só estou sugerindo...
Mr. Schue e um grande amigo se cumprimentando.
  • O ator Matthew Morrisson (Will Schuester) foi chamado de viado após circularem pela internet fotos em que ele está beijando outro homem. Morrisson se pronunciou dizendo: "Ser bissexual está tão na moda..."
  • Impressionante o percentual de homossexualidade que tem nesse programa! Depois falam que é perseguição... É um tal de pais gays pra cá, treinadora lésbica pra lá, cheerleaders bissexuais, aluno viadinho... Rolou até beijo gay, já! Realmente, o pesadelo dos pai irresponsáveis e preocupados!
  • Sabe aquela música tosca que a escrotona da Susan Boyle cantou no famoso vídeo dela? Cantaram em Glee também...
  • Arty Abrahams não é paralítico de verdade. Trata-se de um ex-affair de Latrell Spencer, que ainda não "recuperou a sensação".
  • Em Glee todos os personagens são adolescentes de 16 anos. Mas chegaram ao absurdo de colocar atores de 28 anos para interpretarem Finn e Puck! Parece a Globo, que põe ator de 30 anos pra ser aluno em Malhação...
  • Existe uma banda, para tentar justificar a música na maioria dos casos, mas não faz o menor sentido que tantos músicos estariam à disposição de um coralzinho de colégio, sem contar que eles parecem saber tocar todas as músicas que existem. Todas mesmo! Aliás, algum deles já teve alguma fala?
  • Ryan Murphy leu o Desciclopédia e tratou rapidinho de corrigir alguns fatos questionados aqui, como a vida/barriga de Quinn, deu mais 2 frases para Mike/Matt e outras mais. O diretor agradeceu e enviou uma série de posteres da série para os administradores da Desciclopédia, que os utilizaram para acender a fogueira da nossa Festa de São João.
  • Já reparou que a pronúncia do nome do coral, "New Directions" (Novas Direções) se parece muuuito com a pronúncia de "Nude Erections" (Ereções Nuas)? Coincidência? A julgar pela piada de sexo oral, diria que não...
  • A prova de que Ryan Murphy de fato lê a Desciclopédia é a introdução do 1º episódio da 2ª temporada: lá ele satiriza o próprio seriado, levantando questões que foram apontadas pelos geniais editores deste artigo (muito antes do roteiro do episódio sequer ter sido escrito, diga-se de passagem). É isso aí Ryan Murphy, continue lendo nossos artigos!
  • Durante a 1ª parte da 1ª temporada, o desafio em Glee era vencer as Sectionals para irem às Regionals. Na 2ª metade, era vencer as Regionals para irem às Nationals. Porém, após perderem as Regionals, na 2ª temporada todos falam direto em Nationals, deixando um buraco no caminho classificatório que deveria ser percorrido. Por que esse ano eles não terão que se classificar, como no ano anterior?
  • Assista ao trailer do filme de Glee, que está previsto para ser lançado em onzembro de 2011:

Homossexualidade em Glee

Após ler as curiosidades você deve estar se perguntando: "Porra, mas tem tudo isso de viado e sapatão nessa série?". A resposta é: talvez sim, talvez não, mas o mais correto é: quem sabe! Enumeremos então as citações e apologias, tudo sendo exibido para crianças (e seus pais preocupados) que acham a série o máximo. O que está escrito a seguir não é sarcasmo, é fato.

  • Kurt é uma bichooona e vai até ganhar um namorado.
  • Sue é uma grande sapata.
  • Brittany e Santana são bissexuais e a série já deixou isso claro.
  • Sandy (ex-diretor do Glee) também é uma bichooona.
  • Aquele baixinho que aparece no 3º episódio, Dakota não sei que lá, é outra bichooona.
  • Blaine também é uma bichooona.
  • Rachel foi criada por um casal de viados.
  • O nome do coral soa como "Nude Erections".
  • Chris Colfer, ator que vive Kurt, é gay.
  • Jonathan Groff, ator que vive Jesse, é gay.
  • Jane Lynch, atriz que vive Sue, é gay.
  • Você, que assite Glee, é gay.
  • Ryan Murphy, criador de Glee, é gay.
  • Neil Patrick Harris, que fez participação especial em Glee, é gay.
  • Madonna, que é idolatrada pela série, é coisa de gay.
  • Matthew Morrisson, ator que vive Mr. Schue, foi flagrado beijando outro homem, até onde se sabe isso é gay.
  • Um homem beijar outro homem, é gay.
  • Karofsky beijou Kurt. Segundo a linha acima, isso é gay.
  • Lady Gaga, que também é idolatrada pelos personagens de Glee, é travesti.
  • E Travestis são coisa de Ronaldo gays.
  • Até gays consideram essa série super gay.

Impressionante. Parece até novela da Globo! Isso sem mencionar que Glee ganhou o prêmio de "Série mais gay da TV" de não sei qual organização aê...


Prevendo o futuro em Glee

Spoiler5.JPG ATENÇÃO! O texto abaixo pode conter (ou não) um ou mais SPOILERS!

Ou seja, além de deixar o artigo com mais pressão aerodinâmica nas retas e mais estável nas curvas de alta, ele pode revelar, por exemplo, que Syaoran é um clone, ou que a Verdade está lá fora.

Spoiler3.jpg

Se você ainda não viu a primeira temporada inteira, pare por aqui. Para realizar minha previsão vou ter de citar alguns fatos que já ocorreram. Se você não liga para essa merda bobagem de programa, pode continuar lendo, ou não. Ou então vá procurar algo melhor pra fazer, como aquele seu trabalho que está atrasado!

Vamos ver o quão previsível o programa pode ser. Eis aqui previsões para a 2ª temporada de Glee, realizadas em 12 de junho de 2010:

  • Vejo aqui em minha bola de cristal que a temporada terá seu final nas nacionais, provavelmente realizada em outro estado mais importante, como New York ou California. CONFIRMADO! (Ver episódio 01, 2ª temporada)
  • Finn e Rachel formarão um casal, mas terão crises, claro. Prevejo que uma das crises será resultado da seguinte situação: Rachel, que é virgem mas diz que não é, fará sexo com seu namorado Finn, que não é virgem mas afirma ser. Então a cheerleader Santana irá jogar na cara dela que muito antes já tinha dado para o rapaz e que ele omitiu (ou mentiu, como queiram) o fato, resultando num ataque de fúria (sem motivo, diga-se de passagem) da mimada personagem. CONFIRMADO! (Ver episódio 09, 2ª temporada)
  • Provavelmente o coral New Directions vencerá as "sectionals", enfrentando novamente o Vocal Adrenaline nas "regionals". Prevejo que perderão novamente, mas conseguirão a classificação (2º lugar). Nas "nationals" sagrar-se-ão campeões, pondo fim à rivalidade entre os corais. Parcialmente CONFIRMADO! (Ver episódio 09, da 2ª temporada)
  • Terão mais "episódios-homenagens", se bem que isso não é difícil de se prever... CONFIRMADO! Mas essa era fácil. (Ver episódio 02, da 2ª temporada)
  • Emma vai aparecer com seu namorado novo, então Will ficará com ciúmes e cogitará reatar com Terri. CONFIRMADO! Foi rápido mas cogitou... (Ver episódio 07, da 2ª temporada)
  • Mercedes irá ter um desentendimento com Kurt. A razão eu ainda não previ... Talvez o namorado do "garoto", quem sabe... CONFIRMADO! (Ver episódio 07, da 2ª temporada)
  • Você continuará assistindo a série, mesmo que concorde com todos os problemas que foram citados neste artigo. CONFIRMADO! (Ver um espelho durante um episódio de Glee)
  • Prevejo que cantarão Guns N' Roses! Essa é exclusividade do Desciclopédia! SEMI-CONFIRMADO! Ryan Murphy tentou, mas felizmente Slash e Axl Rose recusaram!
  • Bruce Willis era um fantasma o tempo todo. CONFIRMADO! (ver O Sexto Sentido)
  • Susan Boyle irá aparecer no programa. Ou o Ronaldo. Um dos dois vai, certeza! NÃO CONFIRMADO!
  • Um dos personagens possívelmente terá problemas com drogas ou bebidas. CONFIRMADO! (Ver episódio 14 da 2ª temporada)
  • Quinn se arrependerá de ter dado a sua filha embora. CONFIRMADO! )Ver episódio 2 da 3ª Temporada)
  • O diretor Figgins vai arranjar alguma razão para terminar com o coral, mesmo que tenha dito que eles teriam mais um ano inteiro.
  • Dunga não será mais treinador da seleção após a copa. CONFIRMADO! (Ver quartas-de-final da Copa do Mundo 2010)

Links