Hōjō Tokimasa

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Agora quem manda nisso aqui sou eu! Cquote2.png
Hōjō Tokimasa sobre Japão
Cquote1.png Mas deveria ser eu Cquote2.png
Shogun sobre comentário acima

Foto de Tokimasa. Como nem o Google pôde encontrar um rastro dele, essa é a melhor imagem do cara.

Hōjō Tokimasa foi um japonês e primeiro regente do shogunato no Período Kamakura, cargo criado por ele para passar a perna no shogun e mandar em todo o Japão. Além de dominar o país, ele também controlava a família, isto é, dizia que controlava a família, pois nada garante que sua esposa foi uma mulher fiel, ou que seus filhos nunca viam pornografia no computador.

Clã Hōjō[editar]

O clã que Hōjō Tokimasa pertence é praticamente o Clã Taira, que foi derrotado pelos Minamoto nas Guerras Genpei. Como sua família era muito sacaneada pelos outros clãs, os Taira fugiram e mudaram de nome, a fim de escapar das piadinhas feitas contra ele. O Clã Hōjō era uma das famílias menos poderosas, dominando apenas uma área minúscula no fim do Japão, com alta incidência de monstros, mas eles sempre planejaram conquistar o poder um dia.

Juventude[editar]

Casa onde Tokimasa morava quando ele vivia no interior do Japão sendo dominada pelo matagal.

Por nasceu em um lugar distante da civilização, ninguém sabe como foi a vida de Hōjō Tokimasa, pelo menos na infância, já que os historiadores sempre preferiam pesquisar sobre a vida dos imperadores e demais coronéis ricações residentes em Kyoto e demais cidades conhecidas. Durante a juventude, não se sabe quase nada sobre ele, exceto que o garoto era do Clã Hōjō [1]

Por falta de mulher na província em que ele morava, Tokimasa se casou com sua prima, e teve seus filhos com ela. Aparentemente nenhum nasceu com deficiência, o que pode ser explicado com a hipótese de um chifre, mas as suspeitas ainda não foram confirmadas. Durante os conflitos entre clãs e imperadores, Tokimassa decidiu ficar fora deles, esperando que eles se autodestruam para no fim poder dominar todos.

Fase de guerras[editar]

Depois das rebeliões, Minamoto no Yoritomo, um pirralho que no futuro seria o primeiro shogun, foi mandado para o território onde Tokimasa dominava. Vendo no moleque uma oportunidade para chegar ao poder, eles cuidaram de Yoritomo. Durante sua estadia com os Hojo, ele namora a filha de Hōjō Tokimasa. Como todo adolescente irresponsável, ele não usou camisinha e engravidou a namorada.

Tokimasa no começo fica puto, mas depois pensa melhor, e vê naquilo como uma oportunidade para alcançar o poder, já que o garoto tinha condições de dominar o mundo Japão. Nessa época começa as Guerras Genpei, com os clãs se matando para ver quem consegue vencer e tomar conta do país. Enquanto os capangas das famílias rivais se matam, os Hojo torcem pelos Minamoto, mas apenas assistem a matança, sem ajudar em nada.

No poder[editar]

Hōjō Tokimasa nos seus últimos dias de vida num monastério fazendo uma dança esquisita com amigos.

Com a vitória do Minamoto, Tokimassa se dá muito bem, pois além de não ter feito nada de útil, ainda ganha posições no governo do Japão que valem mais do que dinheiro. Esse foi um dos raríssimos casos em que um genro dá um presente para o sogro (Tokimasa). Egoísta, ele manda matar sua família só para não ter que dividir o cargo com seus parentes.

Depois da morte de Yoritomo, Hōjō Tokimasa cria o cargo de regente. Com ele, o homem poderia finalmente realizar seu sonho e dominar o Japão, sem ter que puxar o saco do shogun. No poder, Tokimasa manda matar qualquer um que queria tomar seu cargo, e nas horas vagas ele fazia o que todo político sabe fazer de melhor: Absolutamente nada, ou vendo o tempo passar.

Fim da vida[editar]

De tanto matar os opositores, Hōjō Tokimasa fica com mania de perseguição, achando que todos queriam tirá-lo do cargo. A doença evolui, e o rapaz teve que sair do poder para ser tratado em um monastério budista. Ele passou seus últimos dias nesse mosteiro coçando o saco e meditando, afinal os monges não tem o que fazer por lá. Tokimasa morreu de motivos desconhecidos que ninguém conhece.

Ver também[editar]

Notas[editar]

  1. Informação deduzida pelo Capitão Óbvio.