Halloween - Ressurreição

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Jamie Lee Curtis no cartaz já demonstrando o lamento por ter participado dessa porra.

Existem coisas na vida que você sabe, dão certo na primeira vez, na segunda também, tentam inovar na terceira e falham, daí fazem umas continuidades nada a ver com os dois primeiros, não dá certo, daí um tempão depois fazem uma continuação verdadeira para uma nova geração e... dá certo pra caramba! Daí você, produtor de cinema e presida de um estúdio, o que faz com isso?

  1. Decide fazer do último filme um fechamento com chave de ouro;
  2. Decide fazer MAIS UMA CONTINUAÇÃO APROVEITANDO O SUCESSO REPENTINO DO PROJETO ATUAL, MISTURAR COM A BRUXA DE BLAIR E REALITY SHOWS E COM CERTEZA VAI FAZER MUITO SUCESSO, MUITO MAIS QUE O ANTERIOR!

Seja bem-vindo a Halloween - Ressurreição. Ou melhor, mal-vindo pra caralho! Não a toa o passo seguinte qual foi? Sim, remakes...

Sinopse do terror[editar]

Halloween 8: Ressurrection é o sétimo filme da série (sim, você não leu errado, é que Halloween III - A Noite das Bruxas quase ninguém considera como parte mesmo da série, até porque não tem nada a ver com porra nenhuma esse aí, mas sigamos em frente...) e o último antes dos remakes. E rapidamente chegar-se-á até a conclusão lógica do porquê foi necessário remakear essa porra.

Na história, Laurie Strode foi jogada num hospício jurando que enfim matou seu irmãozinho Michael Myers, quando na verdade ela matou um babaca qualquer. Daí, sem a menor cerimônia, ele vai e mata a irmãzinha enfim, cumprindo sua sina e sua missão de acabar com toda sua família, sobrando apenas ele, é enfim terminada. Parabéns!

THE END

Cquote1.png COMO ASSIM CARALHO! NÃO DEU NEM 15 MINUTOS DE FITA! Cquote2.png
Você sobre o filme já ter terminado

Sergiomalandro.jpg Haaaaa!!

Pegadinha do Mallandro!!

Você acaba de ser banido da Desciclopédia!

Uma pena na realidade que não, não acabou ainda o filme. E logo você vai entender o quão feliz você teria sido se o filme só tivesse 15 minutos e nada mais...

Com esse bando de palermas, é meio óbvio como tudo vai terminar né?

O filme continua e você percebe que vai começar a cagar logo que Mike entrega sua faquinha ensanguentada pra um dos carcereiros do hospício e o cara invés de chamar o segurança ou similar, decide guardar a faquinha e fica todo com foguinho no cu. Daí, voltando pra Haddonfield, Illinois, a cidadizinha do Mike, um empresário babacão chamado Freddie Harris, decide fazer uma versão de Big Brother Brasil chamada Big Killer Haddonfield, que iria rolar no dia das bruxas na casinha em que o Mike começou sua vida criminosa na infância. Ele recruta seis babacas para participar da empreitada, bem genéricos: Sara, uma psicóloga, que é bastante reservada e medrosa pra caralho (uuuuuuuh). Sua amiga Jen Danzig (olha o nome da mina) está esperando sua estreia na Dangertainment vai levar a fama (ela é precursora do movimento gótica suave). Há Rudy Grimes, um estudante de arte culinária que é bastante talentoso com uma faca (mas não com a outra faca). Bill Woodlake é um estudante de direito mais interessado em mulheres do que em livros (ou seja, aquele babacão da turma do fundão). Jim Morgan é um grande bundão metido a garotão do mal, e Donna Chang é uma cosplay de Dana Scully, mas burra pra caralho.

Daí você já imagina né: Michael vai lá, putinho por fazerem um reality show e ganharem dinheiro às suas custas, sai matando todo mundo, fica putinho por não conseguir matar a Sara com aquele jeitinho "puro" dela, e mais um monte de situações clichês tão repetitivas e estúpidas, que você duvida da inteligência do diretor dessa josta em tentar duvidar da nossa inteligência.

CUriosidades imbecis[editar]

  • O filme foi terminado em 2001, lançado nos Ixteitis em 12/07/02 e no Brasil só em 2003. Provavelmente tanta demora foi por demorarem a decidir se lançavam mesmo este monte de merda ou não;
  • Um filme que coloca como empresário de TV pela internet o Busta Rhymes, já sabe que vai ser um cu.
  • Gozado como a galera vai morrendo diante das câmeras e ninguém da produção do programa intervém, a não ser já perto do final - e que baita intervenção, pra que chamar a polícia e o exército americano pra acabar com um assassino serial com mais de 20 anos de experiência, quando você pode dar uma de fodão e tentar você mesmo resolver o assunto, e morrer, claro! (O pior é que ele não morre!)
  • O cara que salva a Sara e o zé ruela do Freddie é um aleatório qualquer que tava assistindo com seus amiguinhos ao reality e decide tentar mandar mensagens pro celular dela. E nem um beijo nela ele dá nem depois do fim do filme. Que otário...
  • O final tem um daqueles cliffhanger de "eu não morri, seus otários!", mas como no fim tudo acabou num remake, essa cena é tão importante quanto o documento que não prova nada, prova só que o Coringa é um filho da puta.

Assista com mais entusiasmo a esses filmes[editar]


v d e h
All Hallow's Eve... Doces ou travessuras?
Michael quer panqueca.jpg