História de Cuba

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Lancamentos-2008.jpg -Condenadme, no importa, la Desciclopédia me absolverá.

Este artigo es cubano e puede fumar charuto sem ser capitalista. Si usted sabes el aumentativo de Cuba, no respondas adelante, carajo!

Clique aqui para más cosas cubanas.


Típico cidadão nativo cubano

Cuba é uma nação comunista que vive há 500 anos em uma ditadura democrática. Mas nem sempre foi assim. Pasmem: Cuba já foi democrática, um dia, mas foi. Saiba de tudo agora...

Povos nativos[editar]

Cuba foi originalmente criado pela deus grego Thioloto, filho de outro deus grego Thor. No ano de 1735 Thioloto estava farto da total falta de cultura grega, por isso, chegou á América e criou Cuba, a transformando numa plantação de charutos. Após isso, Cuba passou a ser habitada principalmente por povos ameríndios conhecidos como macacos, também chamados de mono gay[1] pelos espanhóis, e Mário Lúcio Duarte Costa[2] antes da chegada dos espanhóis. Os antepassados desses macacos migraram séculos antes da África para fugir dos macacos-albinos, que eles consideravam racistas, mesmo que o racismo ainda não existisse e mesmo que os macacos-albinos nem tenham feito nada com os mono gays. Os mono gays chegaram lá denunciando um apartheid, então o macaco nelsum mandelum chegou lá e matou metade dos macacos-albinos, a outra metade migrou para a Europa e América do Norte! Os macacos-albinos pensaram em algo para se vingar dos mono gays e de nelsum mandelum, e optaram por transformar Cuba em uma enorme democracia capitalista e de direita para oprimir os mono gays.

Enquanto isso, os mono gays faziam paradas gays e linchavam macacos-albinos na rua, gritando racistas, racistas! enquanto usavam panos pretos que se assemelham á roupa do Zé Gotinha, já recurgitando coisas como Viva la Revolución!. Um tempo depois, Cuba virou cenário para grandes combates dos vingadores. A equipe era tão grande e forte, que só Zool, mestre dos gremlins poderia ter uma chance de derrotá-los (embora ele não tenha o feito). Durante este tempo, Cuba nutriu os Vingadores e os criaram como normandos. Os macacos viados, então deportaram os Vingadores para Atlanta em 1600, onde começaram há missão de combater o crime. Após a expulsão dos Vingadores, os macacos perceberam que agora precisavam de um novo foco. Eles iniciaram a produção em massa de absorventes naturais, isso tudo nas costas do macaco Wøøkï. Isso colocou a economia cubana em um dos seus maiores períodos de boom, até que Wøøkï ficou de saco cheio. Este parou a produção desses tampões naturais e em contraste, pousou a economia na maior recessão que o mundo já havia visto.

Durante a colonização, chegou em Cuba o avô de Che Guevara, Ernesto Guevara Sr., por sua face, podemos ver que o mesmo também era comunista

Os cubanos nunca se recuperaram. Eis que Cristóvão Colombo encontra a ilha e para variar ele acha que é o outro local da galáxia menos o correto, mas seu objetivo foi alcançado: um local com onde todos sejam sem diferenças, não é a toa ele ter achado que chegou na China, mas diferente da China esta ilha habitava boa quantidade de macacas-xita, com isso Cristóvão Colombo (zoófilo, a época) admirado com tantas bundas começou a alucinar e gritar: Cú oba, Cú oba, Cú oba, acabou o povo local aderindo ao nome só que com transmutação nominal de CÚBA, o povo da época não era muito inteligente e esse nome acabou ficando. Mas como ele fez com que Cuba ficasse sem diferenças? Simples! Botando os macacos-albinos para correr, eles voltaram para os Estados Unidos e lá começaram a arquitetar seus planos para oprimir os macacos que ali viviam. Os macacos homossexuais continuaram ali, chateados com Colombo por não poder mais linchar os macacos-albinos. Os macacos homossexuais, depois de uns anos pensando (eles eram irracionais, como todo negro), os macacos mataram Colombo e fugiram para a América do Norte para linchar os macacos-albinos. Só que os macacos cubanos foram pro lado errado e acabaram na América do Sul, mas precisamente no Brasil, sendo estes muito influentes na cultura do país.

Colonização[editar]

DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ......hay que fuzilar-te, pero sin perder la zuera jamás?

Enquanto isso, os espanhóis decidiram dar uma passada pra procurar boas terras pela América, até que encontraram o território cubano vazio, sem sinal dos vingadores, dos macacos ou de Cristóvão Colombo. Como achado não é roubado, os espanhóis aliviaram-se na ilha caribenha. Como ninguém no Castilla, Leon, Navarra ou Aragon queria se mudar para Cuba, os espanhóis gananciosos só poderiam pensar apenas nas minas de ouro e prata do México e do Peru.

Então a coroa espanhola teve que recorrer a africanos e portugueses para liquidar a ilha, que é a razão pela qual a ilha foi colonizada por uma grande quantidade de pessoas oriundas da Galícia, ao invés da Espanha propriamente dita. Cuba nunca iria tornar-se independente da Espanha, se não fosse pela guerra americo-espanhola em 1898. Quando no ano de 1898, uma frota de assassinos macacos que tinham ido para América do Sul (sim, os mono gays), chegou à ilha e matou boa parte dos espanhóis que ali viviam, iniciando a guerra. Os espanhóis decidiram chamar reforços e recrutaram centenas de freiras e padres da Espanha sob o capitão Hispânico, e a Galícia deixou de sofrer com o problema da superpopulação, já que estavam todos em Cuba.

Independência[editar]

Depois de falhar como um país independente, Cuba solicitou sua admissão na federação unida dos planetas, mas todos eles viriam a se tornar parte da Estado da Flórida. Depois da independência, os macacos albinos voltaram para a ilha para plantar cana-de-açúcar, tabaco e ruim rum. Transformando o país em um bordel de luxo e importando prostitutas japonesas, além de construir hotéis e estradas, fábricas e partidos políticos. Então, os macacos nativos começaram a ficar de saco cheio de tamanha opressão e decidiram tomar providências:

Resultado: Cuba virou Las Vegas, e os macacos viraram comunistas.

República Cubana de Las Vegas[editar]

Qualidade de vida da classe baixa na época do domínio ianque, quando Cuba ainda era capitalista, saca o tamanho da opressão

Cuba virou então, o que hoje é o México: uma cópia da terra do Tio Sam, um antro cheio de prostitutas chiques e jogos legais. Por outro lado, Cuba também foi a primeira potência econômica da América Latina a ter um centro neurálgico do sistema bancário e de comércio. Então os macacos homossexuais, agora evoluídos em humanos homossexuais, se propuseram a livrar Cuba do horror criado pelos albinos nacional-socialistas filhos da puta. Então o macaco Fidelus Castrum começou a dar tiro pra todo lado, assassinando uma americana gostosa, assim, foi repreendido e punido em um quarto escuro sem bananas por alguns dias e não fazia nada além de comer merda (ou livros do Karl Marx, dá na mesma). Em seguida, foi para o México, onde se uniu com alguns desocupados e ali conheceu um amigo argentino com quem desenvolveu uma relação carnal muito íntima e lutou pelos mesmos ideais. Um dia, Castrum disse:

Cquote1.png Vamos para o iate desfrutar do horror capitalista! Cquote2.png
E assim o fizeram, mas a bússola era estatal e acabou por mudar o curso do iate para a Palestina. Quase instantâneamente, Fidelus disse para seu amigo:
Cquote1.png Nós estamos aqui, longe daqueles macacos rudes e perigosos! Cquote2.png
Um tempo logo depois de caminharem com as bolas inchadas puxando tiros para o ar, estuprarem camponesas não vacinadas em torno da selva e vagarem por ela por um tempo até terem as barbas crescidas, mas ficaram entediados e foram para Havana, Fidel declarou:
Cquote1.png Aqui estou eu, essa terra é minha, e ninguém sai daqui sem minha permissão Cquote2.png
Estava iniciado o período da Revolução Cubana, não sem antes repetir

7687622072852195450 vezes a célebre frase:
Cquote1.png Eu não sou comunista! Cquote2.png
E dessa maneira Fidel se proclamou dono de Cuba, que perdeu sua terra para os racistas americanos, tomando-a de volta depois de uns anos.

Revolução Cubana[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Revolução Cubana
Alguém deveria ter ensinado á estas crianças que é muito feio fazer merda fora do penico

Ditadura Comunista[editar]

Então eis que muitos cubanos fogem para Miami depois da ordem de Fidel Castro para prosseguir com a desmontagem e o desmantelamento completo da ilha de seu berço latifundiario, assumindo a produção de tabaco. Naqueles dias, Fidelus também expulsou a Coca-Cola e tudo o que restava dos bons anos de Cuba, assim como a Microsoft Tropical Fruits, a Microsoft Wood & Forests e a Microsoft Tobbaco. Depois de Cuba se anexar á União Soviética, Castro decidiu proclamar a independência e criar seu próprio império socialista. Cuba foi originalmente concebida como uma instalação de armazenamento para os cubanos, bem como os resíduos nucleares de Puerto Rico. Ao longo dos próximos anos, o país foi governado de forma pacífica e sem problemas por Castro, sem resistência ou conflito algum. Não tem havido absolutamente nenhum problema com o comércio, o governo, as relações políticas, a tirania hostil, ou quaisquer outras coisas. Qualquer pensamento a respeito dessas coisas irá resultar em morte imediata. No início dos anos 70, o comunismo tomou conta completa, envolvendo a ilha em uma nuvem vermelha de opressão libertadora. Esses comunistas loucos acreditavam que as pessoas deveriam ser essencialmente boas (uma idéia que foi refutada por todos os gênios da ciência e da religião) e a força tangível do comunismo mudou a cara de Cuba como um rolo gigante.

Cuba era usada apenas como uma ilha gigante por Satanás como um covil do mal, mas logo Castro começou a usá-la para produzir cubanos como uma fonte de trabalho para produzir pílulas de dieta. Como a indústria das pilúlas de dieta cresceu, a ilha foi perdendo peso até ser reduzida ao tamanho que é hoje. Os cientistas acreditam que no próximo ano, Cuba irá ocupar espaço negativo, criando um paradoxo que vai acabar com toda a existência humana. Atualmente Cuba exporta gayrrilheiros revolucionários que roubam dos pobres nos países ricos e dão para os ricos nos países pobres. Além disto, estes novos ricos são roubados desde cima, no norte, mediante guerras preventivas. Exceto aqueles no exílio. Com ordem de Castro, os gayrrilheiros roubam todo o que querem, onde querem e quando querem, e ninguém pode fazer nada. Isto continuou até Fidel Castro largar o osso em 2006 seu irmão Raul Castro ficar com a bomba, aproveitando o petróleo venezuelano de Chávez para aumentar sua própria conta bancária. Os macacos-albinos pensam em voltar para a sua ilha e reconstruir o maior bordel das américas, cheia de cassinos, boates e dinheiro, como em Las Vegas. Mas será uma tarefa dificil com base no fato de Cuba viver relações diplomáticas com os governos totalitaristas da Venezuela, Nicarágua, Bolívia, Equador, Argentina e Brasil, que estão felizes em ajudar a ilha, enviando todo o seu dinheiro para que os Castro possam contratar putas de Las Vegas.

Cuba parou no tempo e atualmente parece que ainda está em 1952, os livros de geografia daquele país ainda mostram a União Soviética e a Iugoslávia nos mapas. O macaco Fidel já está velho mas não é otário. O cara percebeu que tinha uma mina de ouro na mão, a indústria do século XXI, o turismo. Os miseráveis (literalmente!) cubanos sonham com a liberdade de seu país, o que significa a morte de Fidel Castro, seus irmãos e filhos, e o nascimento do capitalismo, sistema que, paradoxalmente, vai proporcionar melhor qualidade de vida para toda a população cubana. Porém, este sonho de liberdade só não é possível por conta do embargo econômico com os EUA imposto pelo próprio Fidel, que faz com que a Coca-Cola (Ou Pepsi...) não seja comercializada no país, impossibilitando o preparo do delicioso drink à base de ruim. Possuindo apenas um produto de exportação (camisetas com a foto do Che Guevara com aquela boina lixo estilosa), Cuba possui uma economia baseada em um produto simpático e de fácil saída que se espalhou pelo mundo, ocupando os armários dos teens revolts que têm o estranho fetiche de levar pau da polícia. Atualmente, a economia de Cuba se baseia na venda de cigarros de maconha anglo-chineses. Agora você deve estar se perguntando: o que estes cigarros tem de especial?! Os cigarros anglo-chineses se diferenciam dos outros pela capacidade de serem acendidos assim que entram em contato com a bunda de uma gazela cubana, ou seja, e só você enfiar o treco na bunda e acende. Sua economia também se baseia na exportação de vibradores para todo o mundo, principalmente para os hermanos argentinos, quando sobre pois a venda interna no país é gigantesca e a produção às vezes é insuficiente para atender a demanda.


  1. Macaco gay na língua espanhola
  2. O macaco aranha, do Santos
  3. A Revolução Cubana se inspirou no grande e falho golpe de estado alemão conhecido como Putsch da Cervejaria
Flag-map Cuba.png Cuba
HistóriaPolíticaSubdivisõesGeografiaEconomiaCulturaTurismo