Honda POP

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Cquote1.png Você Quis dizer: Bicicleta Motorizada. Cquote2.png
Google sobre sobre Pop 100

Cquote1.png Pop e Comercial Cquote2.png
Slayer sobre Honda POP
Cquote1.png Na Pop 100 ela empina o bumbum !!!l Cquote2.png
Rei Da Cacimbinha sobre Honda POP
Cquote1.png A Honda Pop foi a moto mais escrota e estavel que já dirigi. Cquote2.png
Valentino Rossi, piloto da Yamaha na MotoGP, sobre a poderosa Honda POP
Cquote1.png Se eu usasse uma Honda POP já teria sido campeão da MotoGP Cquote2.png
Alexandre Barros sobre sua persistência
Cquote1.png Eu quero uma Honda POP, versão CROSS! Cquote2.png
Luciana Gimenez sobre a moto que queria, na concessionária Yamaha

Versão da Honda POP especialmente preparada para transporte de cargas, perfeita para fazer com que a pizza chegue sempre quente.

A Honda POP 100CC é um recente lançamento da Honda Motos do Brasil, no mercado Sul-Americano, é uma moto fina, de classe, com design arrojado, e acima de tudo econômica, chegando a fazer 10 km com 100ml de gasolina, quando bem regulada. É um modelo extremamente robusto e dotado de excelente capacidade de carga.

Design[editar]

A Honda POP 100, também conhecida como POPELETTE, POBRE SEM ou POBRELETTE, é um design inovador, refinado e com linhas esportivas. Comenta-se que os primeiros esboços sobre o desenho da Honda POP 100 foram feitos por Dom Pedro II, em 1559, sobre a supervisão de Portugal para atender as necessidades automobilísticas da época, sendo depois de mais de 500 anos redesenhados em parte pelo artista gráfico porto-riquenho Hans Donner.

Na realidade o surgimento do Design campeão da Honda POP provém de um lavador de peças, que teve a oportunidade de demonstrar todo o seu talento quando o engenheiro de desenvolvimento da Honda, depois de se recuperar de um coma alcoólico, teve apenas 20 minutos para lançar uma moto que combatesse o constante crescimento da Caloi Mobilete e de outras bicicletas motorizadas no sertão. Como o estado psicofísico do engenheiro mais o assemelhava ao Mendigo do Pânico, entre um espasmo e outro pediu para o jovem Paul, apelido carinhoso de Paulista, que o ajudasse. Paul, no auge do seu intelecto adquirido com a vasta leitura das revistas Caras e Contigo, e muito bem nutrido à base de calango e água de açude, aproveitando a oportunidade e os lampejos de criação, correu ao estoque de peças da Honda e começou a sua obra de arte. Dentro desse parque de diversão para qualquer futuro designer foi dado o início ao projeto e, em um tempo quase inferior à criação do Ford KA, 1ª geração, Paul fez a POP, sigla de PAULISTA OXECUTO POGETO. Hoje, esse jovem e talentoso designer está na Ásia, fazendo história. A última notícia que se tem dele é que estava trabalhando na Lifan, com forte proposta de emprego da Hao Bao. Com fortes traços inovadores como os que revolucionaram a Monareta anos atrás, e um motor pelado à vista, surgiu então a Honda POP100.

Algumas pessoas afirmam que o design da POP 100 tem origem muito mais antiga e ultrapassada, datando de 10 D.C., já que imita todos os contornos de um cabrito, o que lhe rende o apelido de mesmo nome. O que não chega a ser um absurdo, levando em consideração que o guidão são os chifres; o painel, a cabeça; o banco, o restante do corpo, e as rodas representam as patas! Além dessas outras maravilhas tecnológicas, a POP 100 possui um revolucionário sistema de controle de combustivel impedindo que você fique na mão na estrada. Como não possui mostrador no painel, você é forçado a olhar por baixo do banco o tempo todo, pensando que a gasosa está acabando.

O design, antes de botarem o motor.
Com seu super potente motor, a POP 100 é o destaque entre as motos esportivas.

Mecânica[editar]

A Honda POP 100, como sugere o nome, tem motor de 100 cc, que utiliza cabeçote OHC (Otário Hondeiro Corno), com a potência máxima de 1 jegue a 13.200 RPM, chegando fácil a casa dos 60 km/h, com um cano de descarga esportivo Pro Tork que produz um ronco forte e agradável de se ouvir.

Por ser uma moto grande, confortável e segura ela é ótima para viagens longas, possui um enorme tanque com capacidade de 4 litros, o que lhe confere uma excelente autonomia.

Faróis[editar]

A Honda POP 100 possui um farol super potente com uma super tecnologia que permite fazer curvas sem que o farol acompanhe a direção da curva, já que o farol não está preso ao corpo do guidon. Funciona com duas pilhas AAA não inclusas.

Suspensão[editar]

Pop Cross, invenção baiana

A suspensão da frente da Honda POP possui um sistema exclusivo de molas de tensão ajustável, envoltas em Ranho, para melhor absorver impactos e proporcionar estabilidade. A suspensão traseira é a ar, movida a peido, com o exclusivo sistema de ajuste de pressão "on-the-fly" fazendo com que a pressão aumente ou diminua conforme o necessário, para estrada e para forma de dirigir. Todo esse investimento em tecnologia permite que você ande sem sentir nem um impacto ou trepidação desde que a estrada não apresente buracos. Portanto, sinta-se à bordo de um Citroen Xara e esqueça de lombadas, poças, desfiladeiros etc...

Tamanho reduzido[editar]

Os benefícios do tamanho reduzido da pequena mobylette POP podem ser percebidos quando você não pode pagar um real pra deixá-la dentro de um latinha de guaraná Fruki. Foi diminuída também pelo fato da POP botar muito medo nas Fazer e Twister, aí reduziram seu tamanho para que as outras não passassem vergonha e saíssem de linha. Você pode colocá-la no bolso, ou caso não o tenha, colocar naquele orifício onde o Sol não bate, seja seu ou da Sua Mãe.

Apesar de ter o tamanho reduzido, suporta pesos extremos, como dois "João Gordo", um Tio Engraçadão, ou até Sua Mãe depois de dois anos de temporada de massas na Itália,ou como em algumas fotos, a vaca da sua esposa.

Marketing[editar]

O principal slogan da Honda POP é: Você acelera na subida e a Honda POP POP POP POP POP POP

Tuning[editar]

Como sempre, o povo da Bahia inova com o primeiro Tuning da Honda Pop. Para andar nas belas estradas do interior nordestino, criaram a Pop Cross. E para os pobres de plantão, aqui vai uma dica que é largamente ultilizada pelas pessoas que não têm seguro ou não podem pagar R$9,99 por outra moto: pense na pessoa que você mais odeia, e ataque a lataliria da sua honda com uma Marreta Sexta-feira, afim de dar um tipo de "estilo" que não agrada muito os ladrões de galinha que poderiam tentar pegar sua pobrellete. OBS: Nunca se esqueça, que, se a Sua Mãe insisti que vocÊ faça revisão na moto todo ano, compre por R$0,99 outra lataria e ponha no dia do provão da sua motoca peidadeira!

Evolução[editar]

A exemplo do que a Honda costuma fazer em relação às suas outras motocicletas, estão programados grandes avanços tecnológicos para os próximos anos, ou seja, deverão ser lançadas, a cada ano, novos adesivos e, com sorte, novas cores para esse produto de ponta, com o que seus fiéis consumidores, presentes e futuros, estarão saciados em termos de evolução da máquina. Apesar de ser uma moto forte com seus 5 cavalos(mancos), e seu Ótimo desempenho( 0-100 em 2 minutos, ops n pega 100) o seu destaque é o freio, seu freio que puxou as suas Raízes (Mobilete), mas com a sua Versão Freio de Carroça e Havaianas, aonde você gentilmente coloca seu pés no chão e quando eles estiverem sangrando você tem certeza de que a frenagem foi bem executada. conseguindo freiar de 60 km/h para 0 km/h em seus ótimos 25 dias.


v d e h
*Automóveis, atropelamento e fuga