ICBM

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Somebody set up us the bomb!!!

Esta página contém elementos bélicos, químicos, atômicos ou bombásticos,
podendo causar um grande estrago no computador (e na mente) do leitor.
BumInutilsmo.gif


Efeitos de um ICBM sobre uma cidade.

Cquote1.png Você quis dizer: IBM? Cquote2.png
Google sobre ICBM
Cquote1.png Os Estados Unidos não tem essas armas... mas o Iraque tem!!!! Cquote2.png
George W.C. Bush sobre ICBM
Cquote1.png Se vierem incomodar, já sabem o que vão levar! Cquote2.png
Rússia sobre ICBM
Cquote1.png Uma arma muito perigosa! Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre ICBM
Cquote1.png Nós não temos isso... só bombas atômicas. Cquote2.png
Israel sobre ICBM
Cquote1.png Minha próxima aquisição! Cquote2.png
Osama Bin Laden sobre ICBM
Cquote1.png نحن لسنا بحاجة لذلك. في الواقع لدينا بالفعل.! Cquote2.png
Mahmoud Ahmadinejad sobre ICBM
Cquote1.png Todo reveillon soltam isso aqui na cidade. É muito bonito! Cquote2.png
Carla Perez sobre ICBM

Os ICBM's, abreviatura de Míssil Balístico Intercontinental (em inglês), são enormes mísseis desenvolvidos para carregar bombas atômicas com potência milhares de vezes maior que as bombas que fuderam acabaram com Hiroshima e Nagasaki. É, sem sombre de dúvida, a segunda mais poderosa arma já criada por uma pessoa totalmente insana, sendo que a primeira é a tua sogra. Trata-se de um míssil capaz de dar a volta na Terra e acertar qualquer alvo sem errar sequer um centímetro. Embora tenham sido construídas muitos desses mísseis, nenhum foi usado, já que se tratava de muita apelação por parte dos atacantes.

ICBM na fase de arranque (veja o que fez a falta daquele parafuso).

História[editar]

Foi inicialmente criado pelos Nazistas alemães, antes mesmo da Segunda Guerra Mundial ter começado, com a intenção de Adolfinho mostrar para a Rainha Isabel quem tinha mais cacete para mandar na Europa. Felizmente não obtiveram o exito tão rápido quanto queriam e, tão logo começou a guerra, abandonaram o projeto. Ao final da mesma, quando os Nazistas foram totalmente massacrados pela as forças aliadas, todos os projetos foram roubados por agentes dos Estados Unidos e também da URSS para serem estudados nos respectivos países.

Depois da guerra, ao ser criada a OTAN, logo o mundo se partiu ao meio, onde, de um lado, haviam os comunistas comedores de criancinhas e do outro os capitalistas ladrões. Iniciou-se a Guerra Fria, mas esse não é o artigo da Guerra Fria, portanto, vamos pular essa parte, por agora.

Depois de tantos conflitos entre os Estados Fodidos e a URSS, os dois países já tinha se tornado as maiores potências bélicas do mundo, claro que com os EUA à frente e ainda estão. Cada país partindo de seu próprio projeto roubado dos Nazistas criaram as escondidas a tecnologia dos mísseis balísticos, que como o nome sugere, são intercontinentais, ou seja, se o Obama fumar uma maconhasinha e ficar doidão, pode mandar atacar a China em apenas 40 minutos. O mesmo vale para Vladimir Putin, mas, nesse caso ele atacaria a Chechênia ou os EUA.

Como funcionam[editar]

Os ICBMs são capazes de levar armas nucleares que podem explodir Nova York inteira em 5 segundos. Varia de acordo com a riqueza do país que o fabrica ate os quilotons de suas Ogivas Termonucleares. Tem um alcance de 11.500Km (equivalente a 5,6 caralhômetros), quase tanto quanto o alcance da sua sogra ao ir te visitar e, dependendo o seu design, pode ser lançado de silos subterrâneos, de veículos próprios ou de baleias submarinos, tendo, por isso, nomenclaturas diferenciadas.

Um presidente Ditador totalmente aloprado de um país pobre que tenha essa arma fica com raivinha porque não querem seguir suas ordens malucas de merda, então ele manda seus Generais autorizarem a ativação do míssil. Como de costume, só o Presidente pode disparar a arma apertando o botão vermelho para ver o mundo todo se foder entrar num colapso político e econômico global.

Logo que o míssil balístico é disparado, sobe até a 100 km de altura na atmosfera da Terra e chegando ate a 35.947 Km/h antes de desacoplar seus módulos de propulsão e liberar sua Ogiva Termonuclear (ou ogivas, se o míssil for americano ou soviético russo) para cair na cabeça da sua mãe, da sua irmã, do traveco ou da puta que pariu. Como sua trajetória é controlada por GPS, não tem como errar o alvo.

A Ogiva cai a 5.867 Km/h ate cair num bairro pobre, num subúrbio de um país de gente pobre, doente, subnutria e, provavelmente, pobre, ate explodir com um a força de mais de 8.000 gigatons e fazer uma cratera maior que o buraco que tua cabeça fez na tua mãe quando você foi cagado pelo cu nasceu.

Estágios de voo[editar]

Os ICBM's possuem fases de voo bem conhecidas (a fim de saber como destruí-los a tempo):

  • Fase de lançamento — O míssil pode ser lançado de um a base fixa, geralemnte camuflada ou de uma base movel, com um caminhão.
  • Fase de arranque — Dura em torno de 4 minutos, a altitude no final desta fase é de 150 a 400 km (altura da porra) , e a velocidade de saída é normalmente de 7 km/s (vulgos 25200km/h);
  • Fase intermediária — Cerca de 25 minutos — tempo para preparar as coordenadas por GPS e deixar o presentinho no inimigo, o míssil pode lançar também várias ogivas independentes (no caso dos MIRV's);
  • Fase de reentrada — 2 minutos, iniciando-se a 100 km de altitude, o impacto (vulga explosão) ocorre numa velocidade de até 4 km/s; (vulgos 14,400Km/h).


Míssil lançado com sucesso, levando uma grande surpresa para os inimigo.

Nomenclatura[editar]

  • ICBM - míssil lançado de um silo subterrâneo (geralmente secreto, mas que o inimigo sabe onde fica);
  • SLBM - míssil lançado por um submarino, podendo ele estar submerso ou não (não se usa fósforo nesse tipo de míssil, já que os fósforos não acendem debaixo d'água); Esses misséis também podem ser chamados de as grandes baleias pois você ve de onde vem e mesmo assim te destrói.
  • VTBM - míssil lançado de um veículo terrestre, como caminhões e plataformas móveis;
  • BABM - míssil com patas (como a sua mãe e a sua namorada), não necessitando de plataforma de lançamento;

Atualmente[editar]

São somente carta de ameaça de países ricos à países terroristas que querem destruir o mundo, na prática não funciona muito, pois se forem usadas, será o fim da humanidade. Ou todos se tornariam mutantes com a radiação e teriam super poderes e esse seria o fim do sofrimento na Terra, ou estaríamos num mundo de pessoas com poderes mágicos usando-os para beneficio próprio esperando que um herói venha nos alvar de mais uma pérola da história humana. O mundo seria mais divertido. É, seria o fim mesmo.

Ver também[editar]