Ian Brown

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Indiemo.jpg Let's see any iranian film?

Este é um artigo INDIE!

E bota duas gotas de vodka no chá pra pagar de bêbado.

Undersk.jpg
Vanudorgas.jpg Ian Brown dá um tapa na pantera!

Por isso ninguém entende o que ele(a) diz!

Clique aqui se você quiser dar um tapa também.

60px-Bouncywikilogo.gif
Para os neo-ateus que preferem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Ian Brown.
Emblem-sound.svg.png Ian Brown
Ianbrownzera.png
uuui fotinho? deixa eu fazer a pose ridícula que eu sempre faço.
Nome Ian George Macaco Marrom Gallagher Brown
Origem Inglaterra
Sexo Na mão
Instrumentos
Nuvola apps kcmmidi.png
Oral, Buzina, bateria
Gênero Independente
Influências Ele influenciou os indies
Nível de Habilidade Baixo, ruim, pobre... Fraco
Aparência Feio por causa dos seus parentes gorilas
Plásticas Não tem dinheiro para plásticas
Vícios
Nuvola apps atlantik.png
usar Adidas, sair com seus filhos Noel e Liam, chupar laranjas e cuidar de suas cabras
Cafetão/Produtor
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Recópia Polidora

Cquote1.png Você quis dizer: Macaco? Cquote2.png
Google sobre Ian Brown
Cquote1.png Você quis dizer: Pai do Liam Gallagher? Cquote2.png
Google sobre Ian Brown

Cquote1.png Você quis dizer: Rei do Madchester? Cquote2.png
Google sobre Ian Brown

Cquote1.png Deus! Minha inspiração, meu guarda-roupa, meu cabelo, meu tudo!!!!!! Cquote2.png
Liam Gallagher sobre Ian Brown

Cquote1.png Deus! e parceiro de Adidas Cquote2.png
Noel Gallagher sobre Ian Brown

Cquote1.png Porque eu não descobri os Stone Roses? PORQUEEEEEEEEEEE???????? e eu sou o rei do Madchester tá Cquote2.png
Tony Wilson sobre Ian Brown

Cquote1.png Melhor que as minhas letras fudidas Cquote2.png
Shaun Ryder sobre Ian Brown

Cquote1.png Se ele não tivesse existido não teria Oasis e nem Blur Cquote2.png
Algum crítico musical de alguma revista sobre Ian Brown

Cquote1.png Eu tenho medo... Cquote2.png
Regina Duarte sobre Ian Brown

Cquote1.png Eu sou a ressurreição e a luz! Cquote2.png
Ian Brown sobre si mesmo
Ian George "Eu sou a unha preta do cinto de Muhammad Ali" Marrom, nascido em 20 de fevereiro no Planeta dos Macacos mais precisamente em Warrington, Inglaterra, é mais conhecido como o líder-mor da banda de "1989" de funk jazz rock The Stone Roses. Seu estilo e técnica ganhou o status de Cult em Manchester, depois do seu canto como gritos com sua famosa banda no palco, causou um enorme tumulto no topo da torre de Blackpool. Uma semana mais tarde, depois de ficar preso no alto da torre, Ian Brown se amarrou para se safar usando seu ioiô que só poderia manter-lo e a dois outros membros da banda e ele escolhe Mano e Remo e deixa John Esquilo solitário no topo da torre. Eles pousam em segurança na utopia química da ilha de pico onde eles tocaram em um show beneficente para a morte de John Esquilo. No entanto o Esquilo ainda estava vivo e conseguiu usar um par de binóculos turísticos para ampliar os raios de sol através da névoa química de ouro (olhar) e dar a todos presentes no show um benefício (gangrena).

Biografia[editar]

Ian Marrom cresceu em Warrington, sua mãe era um golfinho órfão que cresceu em Liverpool e trabalhou como garçonete e seu pai era um macaco que conseguiu escapar de um circo enquanto estavam visitando Manchester em 1904. Ele virou indie quando se tornou o mais jovem homem/macaco alcançar o status de faixa preta no karatê. Ele treinou com a viúva de Bruce Lee: Linda Lee que o levou sob a sua asa e para o estrelato da arte marcial sob o pseudônimo de Chuck Norris. Seu sotaque simiesco e confuso não caiu muito bem com a multidão chinesa em 1985 no Campeonato Final de Artes Marciais em Hong Kong e como todos os presentes eram ávidos Manchester United fãs, assim por diante houve tumultos e Ian Marrom foi então exilado das Artes Marciais, de Liverpool e de Warrington, forçando-o a se mudar para Timperly em Chesire, mais uma periférica aldeia de Manchester. Depois ele jogou Rugby como um homem e passou a representar a Inglaterra, em seis nações marcou nove pontos, incluindo um memorável hat-trick contra a Itália. Ian foi para o cenário musical depois de ter sido expulso da igreja cristã após alegar que ele era a ressurreição e a luz.

As Rosa de Pedra[editar]

Ian Brown e John Squire começaram o The Stone Roses depois de assistir a um show de uma banda cover tocando músicas do The Clash, que foram nomeados de Sex Pistols. Eles decidiram roubar todas as suas ideias e todo o seu estilo, na esperança de conseguir um apoio fazendo turnê com eles, o que, infelizmente, foi para a Morrissey e os The Smiths. Eles, então, passaram de 2 zé ninguém a uma banda de 5 zé ninguém, recrutando um viajante irlandês e astronauta, Alan Wren na bateria e o filho ilegítimo de George Best: Gary Mana/Mone/Mani/Mano/Manu/Field no baixo. Logo se encontram em salões de cabeleireiros locais em torno de Manchester, antes de enviar uma carta para Pete Townshend com imagens indecentes de crianças nuas para eles substituírem o The Who em sua turnê mundial na Europa, o que levou ao seu sucesso na América e na Nova Zelândia. A China ainda odiava o Marrom e por isso a Ásia toda também. Então nascia a banda em que todas as bandas britânicas que existem hoje se inspiraram, e também nascia o seus filhos Oasis e Blur que disputariam a herança que o papai deixou para eles anos mais tarde.

Carreira Solo[editar]

Ian Macaco voltando às origens no primeiro disco

Ian Marrom deixou as rosas de pedra porque ele abandonou John Esquilo para morrer no alto da torre de Blackpool em 1989. Suas primeiras tentativas de escrita da canção primitiva veio quando ele decidiu compor um álbum conceitual baseado no dicionário Inglês em 1997. Ele estava indo formar um acróstico para cada single do mundo de A a Z, mas desistiu quando chegou ao 'Fear', porque ele foi enviado para a prisão por cortar as asas de um avião fora. Uma vez dentro da prisão, ele se tornou um judeu (que lhe dá direito a um caril de frango ao invés de mingau), mas isso significava que ele agora iria ler todos os livros da direita para a esquerda, o tornando dislexo. Uma vez que ele continuou a trabalhar em seu álbum de conceito, enviou a demo inicial do que vinha trabalhando (que era 'Maçãs', 'Testículos', 'Gato', 'Zebra', 'Xilofone' e 'Iate') para sua gravadora. Esta fusão eclética de influência asiática com lo-fi e space rock, confundiu sua gravadora e eles escolheram lançar F.E.A.R., uma vez que foi a última música que ele escreveu em Inglês. Ian Marrom é um fornecedor notável do estilo vocal "sirene". Notoriamente difícil de alcançar, a "sirene" envolve a manipulação da voz para se assemelhar a um grande buzina industrial, em vez de uma voz humana. Tão bem sucedido foi Marrom em aperfeiçoar esta técnica que, após sua aposentadoria da indústria da música, ele é capaz de forjar uma carreira de sucesso em um grande navio em algum lugar, gritando em voz alta e a qualquer momento o capitão do navio morreria. Recentemente, As Rosas de Pedra voltaram por muito dinheiro. A turnê que está sendo apelidada de "Nós precisamos de pensão em Manchester" tour, de modo algum é um movimento cínico para tirar dinheiro suado de pessoas que não têm nada melhor para fazer com esse dinheiro a não ser se masturbar ouvindo o macaco cantar.

Ver Também[editar]