James Pegador

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Garota hentai.gif TAAARAAAAADO(a)!

Tava procurando putaria e caiu nesta página "sem querer", não é?! Pelo menos feche a porta do quarto e divirta-se!

James Pegador
Jamesolhar.jpg
Sim, este homem é 100% macho, ou não
42 minutos
Direção Sandro Lima
Elenco James Matarazzo, Nordestina que o Vô de Família comeu
Gênero Pornô
Produtora Ícaro Studios
Lançamento 2000 e lá vai pregas
Idioma Português
Exibição Bandeira do Brasil Brasil

James Pegador é um filme de baixo orçamento de 2000 e sei lá das quantas, que estava perdido nos anais da Ícaro Studios, pois é a única prova existente que James Matarazzo, o filho de família, na verdade não é um macho virgem, e sim um herege que também come o cu cabeludinho de mulheres.

Ele estava sendo exibido apenas na Deep Web, para não decepcionar os machos virgens do SoloBoys que idolatram este homem, porém um guerreiro upou esta prova da heterossexualidade de James no YouTube, para todo mundo ver que ainda existem machos de verdade no mundo, ou não.

Enredo[editar]

James Deen brasileiro, o novo símbolo da extrema-direita.

O enredo é simples, ele acompanha um bate papo informal entre James Matarazzo e uma de suas amigas de puteiro, que mesmo sendo mulher, viu-se atraída por aquele macho com seu sorriso peculiar e seu cabelo seboso cheio de porra.

Ela, assim como qualquer mulher ou macho virgem, não é capaz de dizer não a este macho, que mais para frente descobriríamos não se tratar de um virgem.

A princípio, querendo honrar a sua história de pegar apenas machos, e de dar o cu pra eles de uma maneira como apenas homens de verdade fazem, James tenta fugir das investidas da neguinha, que vai conduzindo a conversa da maneira como quer, até que ela consegue fazer com que Matarazzo revele que sente tesão por ela.

No momento em que Matarazzo declara em alto e bom tom que sempre sentiu tesão por aquela merdalher, os machos virgens foram abaixo em lágrimas, pois o seu ídolo maior era apenas um herege que não respeita as tradições de apenas dar o cu, ou seja, ele deveria ser morto em nome de Jajá, este sim um legítimo representante da espécie.

Recepção[editar]

Os críticos ficaram horrorizados com as declarações de Matarazzo, pois sempre pensaram que ele era macho de verdade, e que ele não iria sucumbir a pressão moderna para atirar para todos os lados, e não ter tempo ruim.

No Rotten Tomatoes, a avaliação deste filme é de 0%, após o choque inicial, os machos virgens que fizeram as avaliações entraram em estado de raiva, pois sentiram-se enganados a vida inteira, agora nada mais faz sentido para eles. Para quem eles vão bater punheta de madrugada agora? E aquele papo de "quero sentir seus tomates no meu reguinho"? Era tudo atuação, ele não fazia aquilo por amor ao oco? Enfim, o que acontecerá com Matarazzo, e se ele sofrerá boicote em seus próximos filmes, apenas o tempo dirá.

Vídeo[editar]