Jardinópolis (Santa Catarina)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome-searchtool blue.png Jardinópolis (Santa Catarina) é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
O índice de desemprego lá é 290%.

Sciences de la terre.svg.png


Jardinópolis (Santa Catarina) é uma cidade do oeste catarinense e nem mesmo assim isso signifique que ela é uma cidade boa. O nome, Jardinópolis, veio para esconder o fracasso do chefe italiano, Pizzaperoni, em fazer uma cidade que funcionasse, no final ele acabou abandonando a cidade totalmente bêbado e fedendo a gambá, ele pegou um gambá que estava no chão quando ele ia embora e disse:

Cita3.pngVão se foder vocês todos, eu vou pegar agora a minha esposa e vou ir para Cunha Porã ou além para fugir desse lugar!Cita4.png
Pizzaperoni

O final da história? O habitante de Jardinópolis (Santa Catarina) sabe qual foi.

História

Todas as Jardinópolis no Brasil, aqui prova que não existe Jardinópolis em Santa Catarina!

Jardinópolis é uma cidade como qualquer outra, na falta de destaques eles põem a sua igreja principal na foto principal e botam como destaque principal e acham que aquilo vale como turismo. Por favor, nem hotel Jardinópolis (Santa Catarina) tem! Seja como for, vamos para a história.

Jardinópolis foi fundada por um grupo de italianos e seu influente líder que os guiou e os salvou quando o Facismo atingiu a itália, ele metralhava os que ficavam em seu caminho. Seu nome era Pizzaperoni. Nome ridículo não? Quando revelavam isso ele o fazia sem dó... E depois chorava no canto.

Seja como for, qualquer um que more em Jardinópolis (Santa Catarina) não sabe de sua existência pois foi algo que os moradores quiseram esquecer. Ele conseguiu trazer uma padaria para lá, uma loja de sementes e até a igreja principal, que tinha ficado pronta no ano em que ele fez a burrada. Após várias reclamações dos homens que não tinham onde descansar eles falaram para Pizzaperoni:

Cita3.pngOu nos dê uma Taberna ou nos dê um BordelCita4.png

Para não perder pontos com a mulher ele pediu a taberna e como ela ficou brava do mesmo jeito ele um dia se passou e foi para a taberna pois tinha que ficar fora da cidade. Como ele não tinha conseguido trazer um Hotel para a cidade ele foi para o Bar onde iria descarrilar as mágoas.

O tropeço

A família de Pizzaperoni atualmente, da direita para a esquerda, arroz, arroz, arroz, arroz, arroz, esposa.

Pizzaperoni acabou bebendo demais e os colegas dele e homens que tinham virado alcoólatras por sua causa resolveram fazer uma sacanagem, primeiramente um deles levantou e caiu no caminho por coma alcoólico daí levou um segundo e foi para o terreno lá de trás do Bar, ele acabou sendo atacado por um Leão Baio e sumiu.

Então foi um terceiro bêbado que foi no mato e pegou um Gambá para sacanear, quando ele levou o gambá ele espirrou veneno peidou na sua cara (tudo bem a linguagem saiu meio vulgar, ele "se aliviou" na cara dele) e ele acabou soltando o gambá que caiu de costas no chão e ficou se remexendo.

Nesse momento, Pizzaperoni viu o gambá e achou que era bem fofinho, ele pegou no colo e disse: "Essa é a minha nova esposa, se a outra não me trata bem não sabe o que está perdendo", PizzaPeroni pegou uma matraca do cara do correio que estava desmaiado e foi pelas ruas tocando a matraca, com o gambá embaixo do braço.

Com a garrafa de uísque na mão ele começou a ditar as palavras de como ele era corno e de que ele sabia que aquela cidade era uma merda e que ninguém tinha reconhecido o seu trabalho além de que preferia viver o resto da vida com um Gambá ao ter que trazer um banco para aquela cidade ou seja lá qual é o nome.

Ele então saiu andando com a matraca e no dia seguinte a cidade freou o seu crescimento. PizzaPeroni decidiu se casar mesmo com o gambá que pulou a cerca com outro gambá e teve filhotes, ele superou isso. Mais tarde ele passou a sentir fome e assou a sua esposa para comer e se casou com um Guaxinim.

E foi assim que a cidade de Jardinópolis (Santa Catarina) se tornou a cidade que é hoje, deixando a cidade parada.

Destaque

Hoje a cidade de Jardinópolis (Santa Catarina) tem como destaque de ser a segunda maior cidade que faz reflorestamento de árvores além da igreja velha do lugar que somente um padre reza a missa por lá... Mas triste mesmo foi perder o seu líder para um gambá e ainda admitirem que a cidade não é lá aquelas coisas. Seja como for, a internet ainda não chegou lá... A internet e a escola!