John Mayer

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Playinguittar.gif

David Bowie deu sua benção a este artigo!

Obrigado! Este artigo se sente mais forte agora :)

Clique aqui para mais abençoados.

 

Bebê tocando guitarra.jpg Este artigo é sobre um GUITARRISTA!

Ele idolatra o Rock como se sua vida dependesse disso e sua técnica milenar vem da terra.

Emblem-sound.svg.png John Mayer
JMayer.jpg
Após ler o artigo dele
Nome John Mayer
Origem Connecticut, Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
Sexo Pergunta pra macaco se ele quer banana... Masculino
Instrumentos
Nuvola apps kcmmidi.png
Guitarra
Gênero Rock, Pop e Blues
Influências Desconhecida
Nível de Habilidade Alto
Aparência Surfista
Plásticas Vento.gif
Vícios
Nuvola apps atlantik.png
Sexo
Cafetão/Produtor
Crystal Clear action bookmark.svg.png
José Mayer (orientador)
NovoWikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: John Mayer.

Cquote1.png Você quis dizer: José Mayer Cquote2.png
Google sobre John Mayer
Cquote1.png Já dei pra ele! Cquote2.png
Jennifer Aniston sobre John Mayer
Cquote1.png Eu também! Cquote2.png
Jessica Simpson sobre John Mayer
Cquote1.png Eu também! Cquote2.png
Taylor Swift sobre John Mayer
Cquote1.png Eu Também! Cquote2.png
Kristin Cavallari sobre John Mayer
Cquote1.png Eu Também! Cquote2.png
Colbie Caillat sobre John Mayer
Cquote1.png Eu também! Cquote2.png
Katy Perry sobre John Mayer
Cquote1.png Nós também! Cquote2.png
Mulheres da Torcida do Flamengo sobre John Mayer
Cquote1.png É emo! Cquote2.png
Guri Retardado sobre John Mayer
Cquote1.png Todo Mayer é foda! Cquote2.png
José Mayer sobre John Mayer
Cquote1.png Todo Maier é foda! Cquote2.png
Sepp Maier sobre John Mayer
Cquote1.png Todo Mayer é foda! Cquote2.png
Mayer Hawthorne sobre John Mayer
Cquote1.png EVERYOONNEE! Cquote2.png
Sargento Cross caguetando as mulheres que ele conhece que já deram pro John Mayer
Cquote1.png Você traiu o movimento pop, veio! Cquote2.png
Dado Dolabella sobre John Mayer
Cquote1.png Precisava? Cquote2.png
Chuck Berry sobre a versão dele pra "Route 66"
Cquote1.png Ficou até melhor! Cquote2.png
Lightning McQueen sobre a versão de "Route 66"

JOHN MAYER é um cantor, diretor, produtor, guitarrista, flamenguista e pegador americano, considerado o maior pupilo de José Mayer. Talvez você o conheça mais pela sua ficha amorosa que pela sua música, pois as rádios preferem tocar Justin Bieber, Jonas Brothers e outros gays ao invés de tocar músicas de cantores espartanos (e você gosta de ouvir isso...)

História:[editar]

John Mayer abrindo o vestido da Marge Jéssica Simpson.

Em 16 de outubro do complicado ano de 1977, enquanto alguns países na América do Sul se ferravam com a ditadura, John Mayer nascia em Connecticut, EUA. E no berço do hospital, já mostrava que é pegador: 5 Horas depois de nascer, traçou uma enfermeira. Seria a 1ª.

2 semanas após, Joãozinho já havia traçado todas as enfermeiras. Após algum tempo, se descobriu que ele já havia perdido a virgindade antes do avô dele (e ainda endeusam Chuck Norris porque perdeu a virgindade antes de seu pai...).

Cresceu ouvindo música pop, mas, temendo um tenebroso futuro (que se concretizou com Britney Spears e Lady GaGa), resolveu comprar uma guitarra e uns CDs do Carlos Santana pra aprender a tocar, sabendo que guitarristas atraiam mulheres. Como quase todos os cantores americanos e ingleses que ouvimos (ou não) nas rádios, John Mayer começou muito cedo a estudar música: Se mudou pra Massachusetts (aquele estado de nome complicado mais requisitado pelos imigrantes ilegais brasileiros e pelos nerds por causa de Harvard) pra estudar música por lá e tentar uma vaga em Harvard também, com sucesso. Mas, como ele viu que era muito bom na música, trancou a matrícula em Harvard e se mudou pra Atlanta, badalada por causa dos Jogos Olímpicos de 96, onde tocou em bares, clubes, na Vila Olímpica dos Jogos e em puteiros (nesse último o Couvert Artístico era pago, logicamente, com prostitutas).

Carreira musical:[editar]

Em 2003, John Mayer já se consolidava como cantor e pegador. Após pegar Jennifer Aniston, sua maior vitória na vida fora da música (pois é, ele pode, nós, meros mortais só podemos bater uma pra ela, a menos que consigamos dar uma cagada épica) e compôs Your Body Is a Wonderland pra falar da transa. E a música foi premiada com Grammies de “Melhor Performance Pop Masculina” (que ganhou o prêmio de “Prêmio com o nome mais complicado”) concorrendo com Elvis Costello, Josh Groban, Prince e Seal e “Melhor Música pra Sexo”.

Em 2005, voltou a ganhar o Grammy de “Melhor Performance Pop Masculina” (que tinha ganho de novo o prêmio de “Prêmio com o nome mais complicado”) e de “Melhor Música”, dessa vez com Daughters, música que ele falava sobre a 2ª coisa que mais faz nas mulheres (todo mundo sabe o que ele mais faz).

Traindo o Movimento Pop:[editar]

Infelizmente a moda de Borat pegou...

Em 2004, enquanto alguns cantores começavam se vender pro pop, John Mayer fez o caminho inverso: fugiu dele. Bateu na porta de Kanye West pedindo uma parceria. O resultado foi Bittersweet Symphony.

Após disso, ele matou a mãe do pop e xingou a imprensa esculhambou a música pop e dizendo que o Hip Hop era o que o Rock costumava ser (é verdade, músicas que falam de farras e sexo, 2 coisas que John Mayer aprova). Em 2006, resolveu ir pro Blues e pro Rock, com o contínuo álbum Continuum. Em 2008, teve seu maior teste pra ver se sua sexualidade podia ser comprometida, tocando com emos, Fall Out Boy, regravando Beat It do Orochimaru Michael Jackson, conseguindo continuar seguro de sua masculinidade, se bem que o Pete Wentz pega a irmã da namorada dele até então, num gesto que ele manda todo mundo que fala que todo emo é gay ir tomar no cu e em 2009, cantou a estudo da batalha em Battle Studies, e ainda pegando a Taylor Swift no projeto.

Ficha Técnica:[editar]

Álbuns:[editar]

Quem nunca Traçou alguém ouvindo as músicas abaixo:[editar]

  • Seu Corpo é o País das Maravilhas: Sempre falava isso após "liquidar a fatura", e resolveu batizar a música assim. E é seu hit poser;
  • De Volta Pra Você: Queria uma mulher de volta;
  • Minha Boca Estúpida: Escrita após John Mayer se arrepender de sair falando que traçou uma colega;
  • Victoria: Ode a enfermeira com quem John Mayer perdeu a virgindade no banco de trás de um Ford Crown Victoria;
  • Por Que Georgia: Escrita após a 1ª recusa que John Mayer recebeu: de uma mulher chamada Geórgia;
  • 83: O nº de mulheres que ele traçou no ano do álbum;
  • Canção de Amor Pra Ninguém: Escrita após uma punheta;
  • Maior Que Meu Corpo: Ele entrega o tamanho de sua dotação;
  • Volte Pra Cama: Nome bem sugestivo, já que se trata de John Mayer;
  • Filhas: Música que fala sobre a 2ª coisa que mais faz nas mulheres (todo mundo sabe o que ele mais faz;
  • Esperando o Mundo Mudar: A cota de uma música pedindo paz está completa pra ele. Tadinho, vai esperar sentado;
  • Dançando Devagar num Quarto Queimando: O fogo já consumia o quearto todo. As chances de sobrevivência eram 0, então, nada como terminar a vida dançando;
  • Vou Encontrar Outra Você: John Mayer querendo clonar uma de suas Counter.gif conquistas;
  • Rota 66: Como as crianças yankees tinham medo do Chuck Berry, e querendo construir uma geração de pegadores, a Disney o contata pra regravar a música pro "Carros";
  • A Parada não é Por Aí Não: Fala de mais uma conquista amorosa;
  • Diga Logo Isso, Porra!: John Mayer está bolado com algo. Música escrita após uma briga com uma conquista;
  • Rala!: Fazer caridade e um solo pra banda do cara que pegava a irmã de quem ele pegava no momento que piorou regravou hit do Michael Jackson. Como a família do falecido cantor não curtiu a regravação, a banda foi descartada do Michael Jackson Memmorial;
  • Natureza Humana: Todos os cantores americanos foram obrigados a regravarem músicas do Michael Jackson. Com o John Mayer não foi diferente. E ainda cantou a maior "Vuco Hit" do cantor. Inicialmente, também estava descartado do Michael Jackson Memmorial, por causa da regravação de "Beat It", mas, se salvou pelo solo e, ele era o único que tinha "gabarito" pra cantar essa música;
  • Guerra do Coração Partido: Escrita após saber que houve uma briga entre fãs dele após começarem a discutir quem seria sua conquista amorosa;
  • Metade do Meu Coração: Música com a Taylor Swift. Nem preciso dizer o que Aconteceu depois. Sobre a música: 2 metades de um único coração;
  • Dias de Negão: Faz uma ode a sua dotação, que é severamente elogiada pelas suas parceiras. Música escrita em conjunto com a Katy Perry, após fazer o comparativo entre ele e o "negão" Travis McCoy;
  • É a Olívia?: Uma música para as mulheres anoréxicas não se sentirem mais bostas do que já se sentem. Nessa música ele (ex)cita Olívia Palito, a anoréxica mais famosa da história, pau a pau (ui!) com a Karen Carpenter.

Conquistas amorosas:[editar]

John e sua maior conquista fora da música
Nº de mulheres que John Mayer traçou desde as 7 da manhã de hoje

John Mayer em um mês pega mais mulheres que todos os usuários homens e usuárias Lésbicas da Desciclopédia pegaram em toda sua vida. Segue algumas listas:

Mulheres que ele já pegou:[editar]


Mulheres que boatos confirmam que ele já pegou:[editar]





E outras Mais de 8000

PROCURADO

John Mayer.jpg

John Mayer é procurado por crimes contra
a sociedade e é extremamente perigoso.

Procurado vivo ou morto (de preferência morto).
Recompensa: Uma certeza que sua namorada não irá te trair