Lá Vem o Alemão

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bismarckpre.jpg Desciclopëdia über alles in der welt!!!

Estä arrtigö é alemon! Issö querr düzerr que ele é parrte dö conspürraçon gerrmänica parra inwadir ö Frankreich por trrás öutrra wez. Non faça scheiße, öu te porremos de quatrro nö cörredorr polonës.


A90.jpg

Este artigo discute coisas intrínsecas aos Anos 90's!
Se você NÃO teve infância naquela época, com certeza você está no Facebook ou no Whatsapp neste instante.

Este artigo é sobre um HIT!

É uma música chata, repetitiva e seu vizinho adora. SOLTE O SOM!

Music madonna.jpg

Lá Vem o Alemão é uma música dos Mamonas Assassinas que trata de assuntos como feijão e arroz temperados com Sazón, Boqueirões, facas de legumes e luzes na bunda de insetos. Mas seu principal tema são os alemães com suas salchichas de vários sabores, e o avanço do neonazismo, cujo objetivo agora é roubar as namoradas dos judeus e deixá-los na merda sem Uma Arlinda Mulher para fazer um Vira-Vira.

Sobre a música[editar]

Lá vem o alemão! Mas dessa vez ele vem de ônibus.

A música fala basicamente de um amor verdadeiro, entre uma garota de minissaia e um ariano. O problema na história é o judeu favelado de voz nasal que atrapalha o amor dos dois. Mas a garota consegue dar um jeito de se livrar do judeu.

A garota sempre ficou com o judeu, pois acreditava que sua ganância o tornaria rico. Mas acontece que um dia ela conheceu um alemão lindo, loiro e forte que a mostrou que os judeus são uma raça inferior e que os arianos são os fodelões da parada. A burrinha obviamente acreditou e quis deixar o judeu.

Então foi só esperar que ele mexesse nos fusível do conversível para fugir com o alemão no Escort. O judeu ficou muito puto e resolveu escrever uma música sobre sua perda.

Mas mesmo a música não serviu para acalmar o coração ganancioso do judeu, que agora está planejando matar o alemão, o que fará eclodir uma 3ª guerra mundial e matará todo mundo, e fim.

Letra[editar]

  • Participação de Luiz Carlos, do Raça Negra nos vocais.

Só de pensar que nós dois éramos dois
Eu feijão, você arroz
Temperados com Sazón

Só de lembrar nós na Kombi no Domingo
Nosso amor era tão lindo
Nós descíamos pro boquetão Boqueirão

A Kombi quebrada lá na praia
E você de minissaia
Dando bola para um alemão

O alemão de carro conversível
Eu mexendo nos fusível
Nem vi quando você me deixou (também, prefere mexer cos fusível a mexer cas minissaia...)

Subiu a Serra
Me deixou no Boqueirão
Arrombou meu coração
Depois desapareceu

Qual será o destino do judeu? Descubra na próxima música.

Fiquei na merda
Nas areias do destino
Me tratou como um suíno
Cuspiu no prato que comeu
(sim, ela comeu o prato)

O amor é uma faca de dois legumes
A luz anal de um vagalume
Que ilumina o meu sofrer (Awwww, que doçura)

Eu ainda sinto o seu perfume
Um cheirinho de estrume
Não tá fácil de te esquecer

Toda vez que eu lembro de você
Me dá vontade de bater
Te espancar, oh meu amor

Só porque ele é lindo, loiro e forte
Tem dinheiro e um Escort
Como um Modess você me trocou

Subiu a Serra
Me deixou no Boqueirão
Arrombou meu coração (Coração. Sei.)
Depois desapareceu

Fiquei na merda
Nas areias do destino
Me tratou como um Anônimo suíno
Cuspiu no prato que comeu


Cuspiu no prato que comeu
Subiu sim, subiu sim, subiu
Geladinho gostosinho ui uuuuuuuuu
Eu disse sim, eu disse sim, Yes, we can!
Eu fiquei, você subiu

Vídeo[editar]