Lépido

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Romanopre.jpg ROMANI ITE DOMVM!!!

HÆC ARTICVLVS ROMANVM EST. LATIM LOQVÆBITVR. NON INTERLEGIT? HVMORIS PRIVATVS NON EST. MVITISSIMVS ENGRAÇATVS! SED ROLA MEAM VADE MAMARE! VADE FŒDERE CVM PORRIBVS NOSTRVM.

Spqrpre.jpg
NewBouncywikilogo.gif
Para os neo-ateus que preferem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Lépido.

João Marcus Æmilius Lepidus, carinhosamente conhecido por todos como Lépido, foi político e nada mais. Viveu em Roma e sempre procurou se manter neutor nas intrigas políticas do estado, e sempre terminava bem ao lado do mais forte e mais belo.

Biografia[editar]

Lépido nasceu em um belo dia do ano de -25, com o passar do tempo, se interessou muito por política, sempre lendo livros e biografias dos principais políticos da época, como Enéas Carneiro e Leonel Brizola. Mas ele mais se indetificou com um livro escrito por Fidel Castro, onde este afirmava que era melhor sempre estar do lado mais forte da força. Com isso, a personalidade e a forma de fazer política deste ser estavam se moldando e definindo seu futuro na política nacional.

Marco Antônio e Otávio Augusto mandando Lépido ir para bem longe, morar próximo ao Shrek.

Ainda no colégio, Lépido sempre esteve apoiando a situação. E foi nesse período que ele fez amizade com Julinho, que futuramente, seria conhecido como Júlio César. Ao se tornar amigo dele, Lépido passou a ver a política romana de um lado diferente. O lado da família imperial. Apesar disso, ele sempre foi um cara pé atrás com tudo, e sempre quis ter certeza onde estava pisando. Foi aí, que após César assumir o trono, Lépido se tornou cônsul e ficou quietinho na dele, sem mecher com os outros que estavam quietos.

Após a morte de César, Lépido tentou pular pro lado mais forte da força, que era o lado de Marco Antônio. Só que Marco Antônio e Lépido tinham ninguém menos que Otávio Augusto como adversário ao poder, e como sabiam que iam perder, propuseram a formação do Segundo Triunvirato, para assim, garantirem alguns anos a mais de vida. A estratégia até que deu certo para Marco Antônio, mas para Lépido não deu em nada, já que pouco tempo depois de ter sido iniciado, Lépido foi mandado para bem longe por Augusto, que ao perceber que Lépido era igual camaleão e facilmente mudava de lado, o tirou de cena e o mandou para bem longe. Lépido assim, se tornou vizinho do Shrek.

Ele ainda teve tempo para governar por uns anos a Espanha e uma parte da África, mas após seu exilo, ele ficou tão down que resolveu se matar. E após algumas horas de muito emocore, Lépido já não estava mais entre os vivos.

Vou escrever esse parágrafo aqui só pra ver se o artigo fica mais bonito e um pouco maior, já que não tenho mais muita coisa a falar sobre Lépido, além da preguiça que eu estou de ficar aqui escrevendo enquanto eu poderia estar dormindo ou jogando algum jogo que tenha mortes bem violentas e bastante sangue.

Ver Também[editar]