Língua búlgara

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

língua búlgara pode-se aceitar como sendo uma espécie de relexificação do francês através do uso de um dicionário francês-russo, sendo um idioma considerado bastante fácil de se aprender (razão pela qual 99% da população da Bulgária fala russo ou inglês). Em geral é considerado um idioma pobre pois possui cerca de apenas 2.000 palavras, incluindo os homônimos. Mas para a linguagem que o próprio Cthulhu entende, isso é o suficiente.

No entanto, mesmo os búlgaros que não sabem falar búlgaro precisam aprender pelo menos uma frase que é a "къде е новият квартал за проститутки в този град?", nem precisa pesquisar pelo significa disso, apenas diga isso para o primeiro búlgaro que encontrar e você terá uma ótima estadia naquele país.

O búlgaro é atualmente aceito como a única língua cujas palavras do dicionário mais de 95% são palavrões. Para comparação: o brasileirês tem uma taxa de 83% de palavrões porque ainda existe uma taxa relativamente alta de religiosos no Brasil, mas na Bulgária todos são ateus então não há amarras morais mais. Em búlgaro, mesmo palavras simples como "fósforos", "frango", "chocar" ou "jornal" são consideradas xingamentos abusivos. Os demais 5% de palavras búlgaras que não são consideradas ofensivas coincidentemente são ofensivas em russo, como por exemplo a fonética do substantivo búlgaro "kaka" que em russo significa "fezes" mas em búlgaro significa "tia".

Distribuição geográfica[editar]

Uma búlgara mostrando que tem uma língua normal apesar de seu idioma ser desprovido de vogais fonéticas.

O idioma búlgaro existe sói na Bulgária mesmo porque aso contrário de nações mais relevantes que saíram conquistando o mundo os búlgaros perderam muito tempo apenas tentando existir.

História[editar]

Os inventores do búlgaro foram dois irmãos chamados Cirilo e Metódico que tiveram a brilhante ideia de criar um alfabeto que ninguém mais no mundo entendesse, só os búlgaros do Primeiro Império Búlgaro. Posteriormente povos com mais sabedoria, como os sérvios e os russos, melhorariam esse alfabeto e se tornariam pelo menos entendíveis para o resto do mundo.

O proto-búlgaro (século VII ao IX) continha cerca de apenas 10% de palavras obscenas, todas vindas da língua trácia; O búlgaro antigo (séculos IX ao XII) a proporção de palavrões aumentou para 30% porque insultos turcos foram incorporados ao idioma; O búlgaro médio (séculos XII ao XIV) aumentou a quantidade de palavrões para 70%, fortemente influenciado pelas línguas húngara, lituana e eslava oriental; O novo búlgaro moderno (século XV até hoje) aproveitou-se da crescente globalização para pegar emprestado palavrões de praticamente todos idiomas do mundo chegando ao número de 95,5% de palavrões existentes no idioma.

Alfabeto búlgaro[editar]

Em geral, o alfabeto búlgaro lembra vagamente o alfabeto ucraniano, mas as principais diferenças são o uso excessivo da letra Ъ e a possibilidade da grafia de cinco consoantes consecutivas, algo que nem os russos permitem, por mais bêbados que estejam.

O alfabeto búlgaro, semelhante ao russo, consiste em 47 consoantes diferentes e todos uns desenhos engraçados. E nem adianta se iludir, О А e Е não são vogais e nem são o O, A e E que conhecemos. Embora o búlgaro tenha uma grande quantidade de consoantes, ele não consiste inteiramente de consoantes como o russo ou o tcheco. Isso se deve à Grande Chuva de Vogais de 1600, em que, quando, incapazes de pronunciar sua própria língua, os búlgaros pegaram algumas vogais emprestadas dos finlandeses que foram transportadas de avião para Sófia por meio das renas voadoras do Papai Noel. Estão em andamento negociações com a Indonésia para a obtenção de mais algumas vogais, mas não se sabe se isso terá sucesso. A atual principal vogal no búlgaro se escreve como "ъe" e pronunciado como "Uh?".

O "Ъ", aliás, é a letra sagrada do idioma búlgaro pois ele é que serve para diferenciar o búlgaro do russo, ucrânio e principalmente macedônio. Essa letra é escrita onde for possível e impossível. Curiosamente, por outro lado, os búlgaros foram a última nação cirílica a abandonar o foguetinho Ѧ de sua língua.

Gramática[editar]

A parte mais fácil da língua búlgara é a gramática, para ser mais preciso: os verbos. Existem apenas catorze tempos verbais para conjugação que são eles: presente, passado, futuro, futuro imperfeito, futuro perfeito, futuro quase perfeito, futuro possível, passado de muito tempo atrás, passado de não tão muito tempo atrás, passado eterno, noite passada, passado desta manhã, passado futuro no semi-presente perfeito e presente do passado. Além de existir apenas cinco modos verbais que são eles o indicativo, subjetivo, objetivo, imperativo, imperativo-ofensivo e objetivo parcialmente subjetivo. E também dez vozes verbais que são as vozes passiva, ativa, narrativa, narrativa duvidosa, conclusiva, conclusiva duvidosa, matematicamente desafiadora, submissa, dominadora e perdoadora.

Por outro lado, os substantivos não têm conjugações, então isso é bom.