Lenda do Sol

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: Índio traveco? Cquote2.png
Google sobre Lenda do Sol
Cquote1.png Traveco? Onde? Cquote2.png
Ronaldo sobre a Lenda do Sol
Cquote1.png Por isso sempre gostei de pegar sol Cquote2.png
Clodovil sobre o porquê de ele sempre estar bronzeado.
Cquote1.png Já comi Cquote2.png
Alexandre Frota sobre Lenda do Sol
Cquote1.png The lunatic, is on the sun.. Cquote2.png
Pink Floyd citando uma de suas letras de música.


Kuandú, o sol-índio traveco.

A Lenda do Sol, tal qual a Lenda da Lua, é uma mentira história criada pelos índios indígenas para explicar a origem de seu deus-mor, o Sol. Também é uma lenda sem noção, já que nela diz que seres humanos se transformam em corpos celestes, e convenhamos, isso não passa de uma grande mentira. Ou não.

A Lenda[editar]

Bom, essa lenda cita basicamente quatro pessoas, sendo que uma delas morre logo no início da aventura e as outras três assumem o posto de atores principais. Vamos à eles: Kuandú, o pai assassinado que morre logo no início da novela história e que era o personagem principal; Kuandú Júnior, o filho mais velho de Kuandú, o que assume um papel quase importante nesta trama; Kuandú Filho, irmão de Kuandú Júnior e filho de Kuandú, um dos papeis menos relevantes da mini-série lenda e finalmente, Kuando Filho de Kuandú, como o nome já diz, este era o filho mais novo de Kuandú, e que não fede nem cheira.

Diz a lenda que Kuandú era o grande sol da tribo, e brilhava o dia inteiro até que chegasse a noite. Ele também era gillete e cortava dos dois lados. Certo dia, Kuandú foi brutalmente estuprado por Juruna, que não sei se é uma tribo ou um índio apenas, só sei que ele foi estuprado. E gostou. Gostou tanto que foi atrás desse tal de Juruna para que fizesse momô com ele novamente, mas dessa vez menos "selvagem".

Ao encontrar o Juruna trepado em uma árvore, mais precisamente uma palmeira, Kuandú implorou para que Juruna o comesse novamente, só que Juruna não quis e matou Kuandú de tão chato que ele estava, implorando por um pouco mais de sexo. Só que depois que Juruna veio se tocar da merda que havia feito ao matar o sol, pois todos ficariam no escuro pra sempre.

Então, Juruna foi até a casa de Kuandú pra falar com os filhos dele, e implorar para que eles saíssem de casa, pois só assim haveria claridão novamente na terra e todos poderiam voltar à caçar, pescar e estuprar outros índios por aí. E assim termina a novela história da lenda do sol, com o filho mais velho de Kuandú se tornando o sol que conhecemos até hoje. Pelo menos enquanto não chegar 2012.

Ver Também[editar]