Lesoto

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Esgoto ou Risoto
Lesado
Reserva Ambiental de Lesoto
Bandeira de Reserva Ambiental de Lesoto
Brasão de Reserva Ambiental de Lesoto
Bandeira Brasão
Lema: Você fala em Aparthaid, mas você está falando isso no lugar errado
Hino nacional: Aqui só tem negros mesmo

Localização de Reserva Ambiental de Lesoto

Capital Maseru
Cidade mais populosa Joanesburgo
Religião oficial Politeísta de Tupã
Governo Patriarcal Politeísma Poligâmico
 - Líder da Tribo Batukumokitomana
Heróis Nacionais Nerson Panela
Área  
 - Total Uma bolota incravada no meio da África do Sul km² 
 - Água (%) 0,0001
Analfabetismo 100 
População 40 
PIB per Capita 0,25 
IDH
Moeda Dólar Sul-Africano
Fuso horário #43
Clima Glacial
Website governamental Animais não usam internet


Cquote1.png Você quis dizer: Esgoto Cquote2.png
Google sobre Lesoto

Cquote1.png Coloco 5 exercitos em Lesoto e 5 na África do Sul Cquote2.png
Jogador de WAR sobre Lesoto

Cquote1.png A África do Sul é logo ali! Cquote2.png
Fernando Vanucci sobre Lesoto

Lesoto (do sul-africano pessoas que Bebem Esgoto) é uma das 2 províncias autônomas da África do Sul (a outra é a Suazilândia).

História[editar]

Basutolândia[editar]

Os basotos, devido a conflitos com os zulus sobre quem produzia maiores atores pornô, acabaram migrando de Transvaal indo se isolar nas montanhas do centro da até então África do Sul.

Durante o século XIX os basotos travam batalhas contra os bôeres pelo controlo do comércio de sexolandesas. Como os basotos usavam os próprios pênis como arma venceram a batalha, mas devido à exaustão provocada pela maratona de estupro a holandeses, os britânicos chegaram quando a orgia tinha terminado e transformou a Basutolândia em protetorado.

Independência[editar]

Preocupado com o crescente desmatamento e extinção de várias espécies nativas de animais e de plantas em virtude de uma agressão ao meio ambiente desenfreada em busca de diamantes a qualquer custo, os sul-africanos disfarçaram o problema criando uma colônia para armazenar negros e outra para armazenar animais. Os negros ficaram na Suazilândia, os animais e plantas foram estocados no Lesoto e para se eximir de qualquer responsabilidade a África do Sul concebeu total autonomia a esses dois territórios federados.

Mas isso não evitou que o exército sul-africano entre no Lesoto eventualmente para matar oposicionistas do Apartheid.

Com o Reino de Lesoto independente o que se sucedeu não poderia ser menos previsível, golpes, deposições, golpes e deposições, uma média de dois golpes de estado a cada ano.

Fatos recentes[editar]

Lesoto enfrenta dificuldades sobre o abastecimento de água. O mais estranho é que o país exporta água para a África do Sul para depois com o dinheiro importar água engarrafada.

O país sofre com a epidemia de AIDS, 23% da população está contaminada com o vírus, e 77% não foram buscar o resultado do teste de HIV por que estupraram os outros 23%.

Geografia[editar]

Concepção artística da mítica costa marítima do Lesoto.

Como uma reserva ambiental tamanho família, Lesoto é uma planície de florestas e sua população vive em cabanas improvisadas no meio da selva, plantando o que comem, pois caçar é proibido.

Subdivisões[editar]


Economia[editar]

A África do Sul entrou pelo cano quando descobriram o maior diamante do mundo justamente em Lesoto, porém ele foi prontamente saqueado pelas Corporações Africanas de Diamantes e Lesoto ficou com nenhum centavo da descoberta.

Política[editar]

Lesoto elege seu rei e chefe no período democrático de 50 em 50 anos, após um duelo até a morte entre dois negões que cheiram a sangue, o dono do respectivo vencedor se torna o líder da tribo.

Flag-map Lesoto.png Lesoto
HistóriaPolíticaSubdivisõesGeografia
EconomiaCulturaTurismo
Salve mãe África, mano!
África
v d e h

Países: África do Sul | Angola | Argélia | Benim | Botswana | Burkina Faso | Burundi | Cabo Verde | Camarões | Chade | Comores | Congo | Costa do Marfim | Djibouti | Egito | Eritreia | Eswatini | Etiópia | Gabão | Gâmbia | Gana | Guiné | Guiné-Bissau | Guiné Equatorial | Lesoto | Libéria | Líbia | Madagascar | Malawi | Mali | Marrocos | Maurício | Mauritânia | Moçambique | Namíbia | Níger | Nigéria | Quênia | República Centro-Africana | República Democrática do Congo | Ruanda | São Tomé e Príncipe | Senegal | Serra Leoa | Seychelles | Somália | Sudão | Sudão do Sul | Tanzânia | Togo | Tunísia | Uganda | Zâmbia | Zimbabwe

Territórios: Canárias | Ceuta | Galmudug | Mayotte | Melilla | Reunião | Saara Ocidental | Santa Helena, Ascensão e Tristão da Cunha | Somalilândia