Louis de Broglie

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Casal-banguela.jpg Este artigo é sobre algo ou alguém com falta de beleza!

Não nos responsabilizaremos por qualquer dano em sua visão ou vontade de continuar a viver.
Pode conter imagens perturbadoras de pessoas ou lugares feios.


Mecânica Quântica
Princípio da Incerteza
Murphydinâmica Quântica

Formulação matemática


Louis-Victor-Pierre-Motherfucker-Raymond foi um duque playboy francês em última colocação na ordem real da família que um dia quando percebeu que nunca seria o líder máximo de sua prolee decidiu então dar seu pitacos na Física.

História[editar]

De Broglie no auge de sua feiura.

De Broglie começou estudando História mas decidiu sair por constantes owneds que tomava das professoras velhas e bigodudas que lecionavam na universidade, isso sem falar do constante bullying que sofria dos valentões do curso que tomavam seu dinheiro do lanche todo dia na hora do almoço, fato este que motivou alguns produtores de tv planejarem o seriado Everybody hates de Broglie na década de 2000 que não dando certo decidiram tocar o projeto com um humorista negro qualquer aí.

Foi fazer física principalmente por influência de seu irmão mais novo Maurice de Broglie que estava desenvolvendo pesquisas experimentais de um projeto para olhar calcinhas através de um óculos com emissor e receptor de uma recente radiação descoberta há pouco tempo atrás: O Raio X. Toda essa pesquisa foi praticamente em vão pelo motivo de ser inútil tentar enxergar vaginas por esse método. Na maior cagada em decorrência dessa pesquisa fail foi feito avanços significativos no estudo da difração e espectrografia da porra dos raios x.

Partindo da ideia dos Raios X serem difratados (que esse fenômeno, a difração, era antes característico somente de ondas) com base em trabalhos anteriores de Max Planck e Albert Einstein sobre os quanta (que, os trabalhos, diziam que partícula se comportava também com onda) de Broglie no maior estilo O RLY? possível afirma que a onda poderia ter comportamento de partícula. Essa afirmação foi a gênese do Princípio Hermafrodita da matéria ou simplesmente Dualidade Onda-Partícula e da Mecânica Ondulatória que foi uma das principais bases da Mecânica Quântica que viria a despontar no cenário da física.

Os trabalhos feitos por de Broglie foram considerados ao mesmo tempo revolucionários e sem noção pela comunidade científica. Mas tarde foi comprovado pela experiência de Davisson-Germer o comportamento mimado na matéria gerando assim muitos lulz e um prêmio nobel ao célebre cover do Borat.

No final da carreira desenvolve uma explicação causal que deixa Einstein com os cabelos escrotais arrepiados de medo. Era a interpretação probabilística da Mecânica Quântica que hoje todo físico ou aspirante se gaba de dominar (ou fazer de conta que domina) que mais tarde David Bohm com toda a sua filhadaputisse toma e coloca seu nome, ficando assim até então conhecida como a Interpretação de Bohm.

Einstein-crack.JPG
Físicos clássicos, quânticos e outras mentes doentias brilhantes
v d e h

Albert Einstein - Charles-Augustin de Coulomb - César Lattes - Enrico Fermi - Ernest Rutherford - Erwin Schrödinger - Galileu Galilei - Isaac Newton - James Clerk Maxwell - Johannes Kepler - Leonard Susskind - Lorde Kelvin - Louis de Broglie - Max Planck - Michael Faraday - Michio Kaku - Neil deGrasse Tyson - Niels Bohr - Paul Dirac - Peter Higgs - Pierre Simon Laplace - Richard Feynman - Stephen Hawking - Werner Heisenberg - Wilhelm Conrad Röentgen - Wolfgang Pauli