Luiz Pareto

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Aff amaury.jpg Este artigo é sobre uma subcelebridade

e nunca saiu na Veja.

Cuidado: Luiz Pareto pode cobrar cachê por ler este artigo.
Bandeira rj.jpg Coé, merhmão, eshte arhtchigo eh CARIOCA!

Não vandalize, senão a chapa vai ficarh quentche, cara. Agora deixa eu irh na praia pegarh um bronze nesse sol de 50 graush, comendo unsh bishcoitosh.

Loser 2.JPG Luiz Pareto já morreu!

Já estava na hora...

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno


O rapaz de Voz Fina

Cquote1.png Grandes merda ser adevogado, e depois todo adevogado é viado mermo. Cquote2.png
Paulo José sobre Luiz Pareto
Cquote1.png Eu acho que, infelizmente, o sr. tinha razão porque é da TELERJ mesmo e o sr. tem voz de viado mesmo. Cquote2.png
Elizeu Drummond sobre Luiz Pareto
Cquote1.png FALA GROSSO PORRA!!! CARALHO!!! Cquote2.png
Zé Augusto sobre Luiz Pareto
Cquote1.png Té babaca pacaralho, hein! Cquote2.png
Zé Augusto sobre Luiz Pareto
Cquote1.png Vem aqui que eu vou te arrebentar a cara, seo sacana! Cquote2.png
Luiz Pareto sobre Zé Augusto
Cquote1.png Voz fina tem sua mãe, seu merda! Cquote2.png
Pareto sobre Zé Augusto
Cquote1.png Amanhã não tem ninguém! Cquote2.png
Luiz Pareto
Cquote1.png Que filho da puta... Disse que tenho a voz fina e parece um viado. Cquote2.png
Luiz Pareto sobre Zé Augusto
Cquote1.png Você é um rapaz simpático, agradável... No entanto fica perdendo seu tempo com bobagem,né? Cquote2.png
Luiz Pareto sobre Zé Augusto e Paulo José
Cquote1.png AAAAAAAAAWWWWWWWWWWWWWWAAAAAAAAAAAYYYYYYYYYYY Cquote2.png
Gil Brother sobre trote da Telerj
Cquote1.png Hello não compreendo, o que quer dizer? Cquote2.png
Marcos Antônio sobre conversa informal com Luiz Pareto
Cquote1.png Comê teu cu, hein! Peraí! Cquote2.png
Zé Augusto sobre Luiz Pareto
Cquote1.png Mas que filho da puta, olha aí, veja você!!!! Cquote2.png
Luiz Pareto sobre Zé Augusto
Cquote1.png Vou cortar o telefone! Cquote2.png
Zé Augusto sobre Luiz Pareto
Cquote1.png Olha, seu mal-criado! Cquote2.png
Paulo José sobre Luiz Pareto
Cquote1.png Fala, Pareto! Cquote2.png
Zé Augusto sobre Luiz Pareto
Cquote1.png Liga, liga aí o aparelho da polícia! Cquote2.png
Luiz Pareto sobre como encontrar vândalos da Desciclopédia

Nascido em Vladivostok em 18 de Fevereiro de 1734, Dom Luiz Henrique de Carvalho Pareto foi um grande ditador da Lapônia. Após o golpe de estado que sofreu em 1768, mudou-se para o Rio de Janeiro e começou a estudar Direito (mas não estudou direito) e como não conseguiu passar no exame para magistrado, passou a atuar como adevogado de porta de cadeia, dançarino do Trio Los Angeles e malabarista de sinal de trânsito. Virou vítima dos funcionários chupadores de buceta da TELERJ ao tentar reclamar um telefone, de número 221-3268. Seu escritório situava-se na Rua da Assembléia, número 10, mas nunca poderia receber consultas amanhã porque não tinha ninguém.

O Trote da Telerj[editar]

50 anos depois de sua mudança para o País do Lula, Dom Luiz, certo dia, depois de uma exaustiva maratona na corrida de São Silvestre, percebe que seu telefone está com problemas. Assim, liga para a Telerj, Prestadora de serviços telefônicos, fundada pelo Dr. Enéas Carneiro, 56, para efetuar uma reclamação. Quem o atende primeiro é um rapaz simpático, agradável, mas que fica perdendo o tempo dele com bobagem, chamado José Augusto. Depois de uma conversa amena, Dom Pareto fica nervoso. Acompanhe um pedaço do diálogo:

  • "-Alô, quem tá falando aqui é um adevogado..." - Pareto
  • "-Grandish merda, você adevogado. E todo adevogado é viado mermo" - Paulo José
Paulo José

Logo após o incidente, é atendido por outro rapaz simpático, agradável, mas que fica perdendo o tempo dele com bobagem, né? Era Zé Augusto, um simples camponês de Vladivostok que, depois de ter sua família torturada e morta pelo Dom Luiz, refugiou-se no Brasil tornando-se ,depois, um dos maiores cantores românticos dos anos 80 e, também, político). Este, ao reconhecer a voz do ditador, pede clemência no seu idioma natal, que por fonética, parece-se muito com a língua portuguesa de desportos. Dom Luiz interpreta mal e acaba em confusão. Acompanhe um diálogo abaixo:

  • Segundo a fonética portuguesa:
(Zé Augusto): O Senhor tem a voz meio estranha, o senhor é meio viado?
(Pareto): Viado é a sua mãe, seu jumento, o que que há?
  • Segundo o idioma natal de Zé Augusto:
(Zé Augusto): Uf Sen Hor Teihna Vosiz Tragna, Uf Sen Hor Hemeiu Fiadoh?
(Pareto): Viado é a sua mãe, seu merda, o que que há?

5 anos depois, Zé Augusto teve que fugir do Rio de Janeiro e, com o sucesso, tentou se lançar no meio artístico como cantor, ator, bailarino e ator coadjuvante de filmes de pornô bizarro. Como não obteve sucesso em porra nenhuma, caiu no ostracismo e foi visto pela última vez vendendo DVD´s piratas.

Erro ao criar miniatura: Arquivo não encontrado
Zé Augusto

Luiz Pareto, desconsolado e à base de "ante-depressivos", chama um amigo, o Juiz Marcos Antônio, que também é o militar, e juntos compõem o samba "Amanhã não tem ninguém". Quando viaja para o nordeste, encontra com repentes e fazem o desafio "Viado é a sua mãe". Está gravando um programa com Serginho Groismann, chamado "Fala Pareto", o qual entrevistará pessoas que reclamam do telefone.

A verdadeira história sobre o trote[editar]

Em inícios dos anos 90, na era do Plano Collor, da escuridão pré-internet, pré-celular, pré-câmeras digitais e pré-MP3, os peradores de Mercado Financeiro do Banco Bamerindus não tinham o que fazer pra matar o tempo naqueles dias de vacas magras, poupanças confiscadas e de mercado totalmente parado. Nesses tempos, toda a ligação errada que, por engano, caía na mesa de operações proporcionava um alvoroço e isso quase sempre rendia um belo trote na mão dos sacanas operadores desocupados. E foi exatamente isso que aconteceu nesta filial carioca, sim, carioca. E ssas sacanagens só podem sair da cabeça de cariocas da corretora do liquidado banco paranaense. Luiz Pareto, "adêvogado", ligou para a TELERJ a fim de reclamar de um defeito em sua linha telefônica. Para azar dele a ligação caiu nessa mesa de operações financeiras, que, por questão de segurança, tinha todas as suas linhas gravadas, e o finado se tornou protagonista do melhor trote que se tem registro."

Transcrição do Trote[editar]

  • Luiz Pareto: - Reclamar um telefone.
  • Zé Augusto: - Hmm.
  • Luiz Pareto: - É 221...
  • Zé Augusto: - Peraí... (func) Anotá aqui, tá? (vozes ao fundo: "- À rigor seria isso..." "Tá brincando né")
  • Zé Augusto: - Só um minutinho.
  • Zé Augusto: - 221?
  • Luiz Pareto: - 3268.
  • Zé Augusto: - 3268...
  • Luiz Pareto: - Não fala nem recebe chamadas, começou há uma hora atrás.
  • Zé Augusto: - É...? E onde é que é esse telefone?
  • Luiz Pareto: - É Rua da Assembléia número 10.
  • Zé Augusto: - Rua da Assembléia... número Deish?
  • Luiz Pareto: - É.
  • Zé Augusto: - Ahn, que estranho pô...
  • Luiz Pareto: - Amanhã não tem ninguém.
  • Zé Augusto: - Não tem ninguém??
  • Luiz Pareto: - Não, mas hoje, AMANHÃ NÃO.
  • Zé Augusto: - Pô, tu tem uma voz estranha hein?
  • Luiz Pareto: - Hein, meu filho?
  • Zé Augusto: - O senhor tem uma voz estranha, o senhor é meio viado? (risos ao fundo)
  • Luiz Pareto: - Viado é tua mãe, seu excremento, o que que há?!
  • Zé Augusto: - Tá com a voz fina aí porra... Não vai em... Fala direito porra!!
  • Luiz Pareto: - Eu to falando di... Isso é maneira de você falar? Você é empregado da Telerj, é?
  • Zé Augusto: - Sou claro!
  • Luiz Pareto: - Mas não aparece, tô aqui reclamando um telefone e você vem me...
  • Zé Augusto: - FALA GROSSO, PORRA! CARALHO!!!
  • Luiz Pareto: - Mas que filho da puta, olha aí, veja você!
  • Zé Augusto: - Tu é viado hein...! Porra, to aqui na... porra...
  • Luiz Pareto: - Ô chama o chefe, chama o chefe aí seu merda!
  • Zé Augusto: - To na Telerj, trabalhando, você vir aqui falar com voz fina porra.
  • Luiz Pareto: - Tem voz fina é tua mãe, seu filho da puta!
  • Zé Augusto: - Quer falar com o chefe, quer?
  • Luiz Pareto: - Vem aqui que eu vou te arrebentar a cara seu sacana!
  • Zé Augusto: - Quer fa... Quer falar com o chefe? Pera aí...
  • Luiz Pareto: - Quero falar com o chefe sim!
  • Zé Augusto: - Peraí! "Ô Paulo José, pega aí um viadinho aí..."
  • Luiz Pareto: - Que filho da puta...! Disse que tem a voz fina e parece um viado!
  • Zé Augusto: - Vou comer teu cu hein, pera aí... (vozes ao fundo: "Quem é que vai?")
  • Paulo José: - Alô.
  • Luiz Pareto: - Ó tem um moleque que atendeu o telefone aí, que eu estou reclamando um telefone, quem fala aqui é um advogado, e disse "tem voz fina parece viado", que que ta acontecendo?!
  • Paulo José: - Err, grandes merda cê é "adEvogado", e depois todo "adEvogado" é viado mesmo!
  • Luiz Pareto: - Ô seu filho da puta!
  • Paulo José: - Ooolha!
  • Luiz Pareto: - Vai chupar o cu da sua mãe seu merda!
  • Paulo José: - Ooolha seu mal criado! (voz em off: "ta vendo que que dá...")

...

No outro dia[editar]

  • Vozes ao fundo: "Dá pra me explicar esses valores aqui?"
  • Zé Augusto: - Quem tá falando, hein?
  • Luiz Pareto: - Quer falar com quem?
  • Zé Augusto: - Seu Luiz Pareto.
  • Luiz Pareto: - Eu.
  • Zé Augusto: - Só um minutinho seu Luiz Pareto. (vozes ao fundo: "- 38. - A última taxa referencial do sistema...Tem que somar ou sub...")

...

  • Luiz Pareto: - Alou!
  • Zé Augusto: - Alô!
  • Luiz Pareto: - Caiu a linha.
  • Zé Augusto: - Seu Luiz, só um minutinho seu Luiz...
  • Luiz Pareto: - Caiu a linha!
  • Zé Augusto: - Só um minutinho!
  • Luiz Pareto: - Pronto.
  • Elizeu Drummond: - Bom dia meu amigo.
  • Luiz Pareto: - Bom dia.
  • Elizeu Drummond: - Quem tá falando aqui é Elizeu Drummond da Telerj (era o presidente da Telerj na época).
  • Luiz Pareto: - Pois não.
  • Elizeu Drummond: - É... Nós recebemos uma reclamação de um telefone de vocês, eu gostaria de saber se ficou pronto, saber se ficou tudo bem...
  • Luiz Pareto: - Parece que tá bom, parece que tá bom.
  • Elizeu Drummond: - Tá bom?
  • Luiz Pareto: - Parece...
  • Elizeu Drummond: - Agora, me parece que um funcionário fez uma reclamação à respeito de vocês...
  • Luiz Pareto: - A respeito de que?
  • Elizeu Drummond: - Parece que houve uma cer... Um certo desentendimento e tal...
  • Luiz Pareto: - Olha eu liguei prum telefone e acho que caiu errado, e comecei a reclamar o telefone.
  • Elizeu Drummond: - Sei...
  • Luiz Pareto: - Aí atendeu um camarada que eu NÃO posso admitir que seja da Telerj...
  • Elizeu Drummond: - Sei... (segurando o riso)
  • Luiz Pareto: - ...que virou-se pra mim: "O senhor tem voz fina, você é viado?"
  • Elizeu Drummond: - Como??
  • Luiz Pareto: - Ele virou-se pra mim: "Senhor tem voz fina, o senhor é viado?"
  • Elizeu Drummond: - Você tá perguntando se eu sou viado??
  • Luiz Pareto: - Não, ele perguntou pra mim!
  • Elizeu Drummond: - Ahh bom pô...
  • Luiz Pareto: - Eu acho que não era a Telerj evidentemente, né?
  • Elizeu Drummond: - Bom... Eu acho que infelizmente o senhor tinha... O senhor tinha razão, porquê era a Telerj mermo e o senhor tem voz de viado mermo!!!
  • Luiz Pareto: - Ah vai tomar no seu filho da puta vai chupar o cu da tua mãe!! Tá... vô (??????)
  • Elizeu Drummond: - ...Risos... Olha vou mandar meter a... Vou cortar o telefone hein!
  • Zé Augusto: - Alô... Alô... ô seu Luiz...
  • Luiz Pareto: - Liga pra cá pra sacanear um aí veio o outro sacana e me mandou tomar no cu aqui...
  • Zé Augusto: - Seu Luiz...
  • Luiz Pareto: - Vá a puta que o pariu seu filho da puta!!!
  • Zé Augusto: - Fui eu que falei com o senhor sexta-feira! O senhor... O senhor é mal educado hein!
  • Luiz Pareto: - Vem cá que eu te enfio o consolo da tua mãe!!! Filho da puta, filho da puuta!
  • Zé Augusto: - Cê tem hemorroida rapaz!
  • Luiz Pareto: - Vá a merda seu sacana!
  • Zé Augusto: - Além de viado é hemorroida!
  • Luiz Pareto: - Chupador de buceta!!!
  • Zé Augusto: - Calma filha da puta!!! Calma!!!

...

  • Luiz Pareto: - Ali Alô.
  • Zé Augusto: - Quem é, seu Luiz?
  • Luiz Pareto: - Sim.
  • Zé Augusto: - Fala Pareto!
  • Luiz Pareto: - Quem tá falando...?
  • Zé Augusto: - Oi?
  • Luiz Pareto: - Quem tá falando?

(voz ao fundo: "Zé Augusto.") Zé Augusto: - Zé Augusto.

  • Luiz Pareto: - Zé Augusto?
  • Zé Augusto: - Pô, tá com a voz fina, viadinho...
  • Luiz Pareto: - "Li liga liga o aparelho aí, liga o aparelho da polícia." Que que é meu filho, você não tem, o que que é, não tem muito o que fazer?
  • Zé Augusto: - Ligou pra da, pro aparelho da polícia aí? Hahahaha tu é babaca pacaralho hein ô (risos ao fundo)
  • Luiz Pareto: - Hein? É, pois é... Você um rapaz simpático, agradável, no entanto perde tempo com bobagem né...
  • Zé Augusto: - Vou comer teu cu hoje.
  • (TU-TU-TU-TU)

Oração de Pareto[editar]

Here he comes
Here comes Pareto
He's a demon on phone
He's a demon and hes gonna be sucking after someone's pussy
He's complaining on ya so ya better look alive
He's busy reven up the powerful police's machine!
And when the odds are against him
And there's bad employees to curse
You bet your phone pareto
Will see it through

Go pareto
Go pareto
Go pareto go!
(today cuz tomorrow there is nobody)

Ligações externas[editar]

Ver também[editar]