Mad Max (jogo)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg Mad Max (jogo) é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, a gangue do CJ conquista mais um território em Los Santos.


Max Bolado, o Jogo
Mad Max 2015.png

Capa do jogo para Atari 2600

Informações
Desenvolvedor Avalanche Studios
Publicador Warner Bros. Interactive Entertainment
Ano 2015
Gênero Jogo de putaria, mas sem sexo explícito
Plataformas Xbox One, PS4
Avaliação 10%
Idade para jogar Livre

Cquote1.png Porra, quem é esse mané? Cadê o Mel Gibson? Cquote2.png
Fã das antigas de Mad Max sobre o jogo
Cquote1.png Esse cara não é o Tom Hardy... Cquote2.png
Fã atual de Mad Max sobre o jogo
Cquote1.png Posso jogar com a Charlize Teron? Cquote2.png
Só alguém que gostou do quarto filme sobre o jogo

Mad Max é um desses jogos feitos nas coxas e na pressa que surgem junto com a empolgação do lançamento de certos filmes blockbuster, no caso, Mad Max: Fury Road, sendo o jogo tão claramente feito nas pressas porque a taxa é de pelo menos 1 bug por 5 minutos de gameplay jogado, e tão mal feito que nem sobre nenhum filme ele realmente é, mas sobre algum Mad Max genérico qualquer (que na verdade é o protagonista de Just Cause 3 reaproveitado pela Avalanche Studios), afinal a Warner jamais pagaria um daqueles atores nem se o jogo fosse o mais incrível do mundo. O jogo é portanto uma aventura num mundo repleto de bugs onde a única vantagem é a qualidade gráfica dos efeitos de fumaça, terra, areia, estilhaços e explosões, e o jogador deve travar uma batalha metalinguística sobre quanto tempo irá resistir um jogo tão repetitivo sem desistir no meio.

História[editar]

O jogo Mad Max segue fielmente o estilo dos filmes, nos apresentando então um enredo pobre, genérico e muito mal contado mesmo. Neste jogo, um Max genérico (shape reaproveitado tirado do Dragon Age II) quer se aposentar e está a procura das famosas planícies do silêncio, onde provavelmente planeja suicidar-se por tédio, mas no caminho ele é atacado por punks anarcocapitalistas que desejam mostrar para Max como o livre mercado e a ausência de estado foi benéfica para a sociedade e como o mundo tornou-se um lugar melhor, começando assim a mais grave tortura possível lendo para Max as obras completas de Ludwig von Mises. Max, todavia, consegue escapar deste fatídico destino, e decide adiar sua aposentadoria e ir lutar com todas suas forças para restaurar o estado, a civilização e os bons costumes, começando uma grande saga de extermínio de anarcocapitalistas.

Em sua jornada, quase teve o seu cachorro devorado por um lesadinho, que por dó, Max transformou este lesadinho em seu escravo particular, negando-o direitos trabalhistas, carteira assinada e qualquer tipo de pagamento. Atitude considerada uma afronta à sociedade anarcocapitalista presente em massa no jogo, Max passa então a ser perseguido por empresas privadas de extermínio de liberalistas reacionários, pois tal como Max demonstra ser, são todos racistas homofóbicos. O seu objetivo então é combater este mal e provar estar certo.

Todavia, ao longo do jogo, são tantas side-quest de missões tão genéricas e bestas, que na metade do jogo todo mundo já esqueceu o que era exatamente a história principal e porque estão ali, e você nem percebe quando zerou o game.

Jogabilidade[editar]

Max dando mole no meio do nada, esperando para ser atropelado do nada.

O jogo baseia-se em controlar o protagonista Max para encontrar drogas e cachaça para usar como biocombustível para carango, além de eventualmente sanar seu estranho fetiche por itens familiares e comida pra cachorro.

Na prática, é um jogo de porradaria constante onde você está constantemente tretando ao estilo do jogo Batman que a Warner Bros. Interactive Entertainment, com contra-ataques sendo executados com um só botão sendo apertado, em cenas de porrada repetitivas, sempre com muito slow-motion e bugs. Para estas cenas de porrada, o jogo também as vezes traz armas de fogo, mas a mira é tão imprecisa que sempre ir no braço é a melhor opção. Isso quando não estiver no meio do deserto, onde seu destino é apenas ser atropelado constantemente até morrer.

Durante sua caminhada pelo jogo você ficará constantemente travado, não conseguirá pular uma cerca de 30 centímetros ou subir um degrau de 20 centímetros, sendo que a justificativa é que Max tem uma perna fodida e por isso não consegue executar estes movimentos complexos como subir uma barreira de 40 centímetros.

E além da porradaria franca, o jogo também traz muita ação com combate entre carros. Quando está em seu carro, sempre vai vir um grupo de lesados para tentar te destruir, então caso você possua duas mãos e dois cérebros, conseguirá dirigir e atirar ao mesmo tempo, caso contrário conseguirá apenas dirigir e errar todos tiros, ou acertar todos tiros e capotar o carro no primeiro barranco.

E assim o jogo vai progredindo, na medida que vai matando inimigos imbecis que sofrem de Mal de Alzheimer severo (você se afasta uns metros e eles te esquecem), você ganha pontos de experiência para upar habilidades indispensáveis do personagem como upgrade na habilidade de encher água no cantil, afinal há toda uma arte sobre como corretamente encher aágua no cantil.