Mamute sofrendo de Mal de Parkinson dançando em cima de um varal com o Ed Motta e o Tim Maia nas suas costas cantando Smells Like Teen Spirit ao contrário pelo nariz em javanês

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Quevedo25on.gif Este artigo trata de coisas que nón eczisten!

Este artigo trata de algum mito, lenda, conto, história de pescador ou desculpa esfarrapada. Tome cuidado, pois você pode espirrar e ter sua alma levada pelo capeta caso alguém não fale saúde.

O Mamute sofrendo de Mal de Parkinson dançando em cima de um varal com o Ed Motta e o Tim Maia nas suas costas cantando Smells Like Teen Spirit ao contrário pelo nariz em javanês é um fenômeno natural que acontece a cada 59,8 anos na Micronésia, no atol de Ulithi. Pesquisadores e bailarinos pesquisam esse fenômeno a séculos sem entender direito o que leva esses incríveis animais a fazer este espetáculo digno da Broadway.

Preparando a equipe certa[editar]

Há registros deste estupendo fenômeno em antigos e quebrados vasos maias (usados como privada). Ao longo da história da humanidade este fenômeno encantou e estranhou gerações e agora uma bem preparada equipe foi enviada para investigar tal espetáculo.

Um grupo de biólogos, médicos, trapezistas, músicos, tradutores e strippers foi enviada as longinquas e suscetível a tsunamis ilhas da Micronésia para investigar o ocorrido. No entanto devido a um erro de cálculo das fuinhas matemáticas de plantão, este não era o ano certo do fenômeno e todos da equipe morreram de Pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiose devido aos vastos vulcões do lugar.

Após o cálculo ser refeito em um laptop da Xuxa uma nova equipe agora mais tolerante a cinzas de vulcões foi enviada. Ao chegarem na ilha a equipe teve de procurar os rastros que os levassem ao evento. Primeiramente equipe tentou rastrear o fenômeno usando um cismógrafo, para conseguirem captar as tremidas de Mal de Parkinson do Mamute, no entanto devido aos frequentes terremotos da região a captação dos pirepaques do mamute foi impossibilitada.Então gigantes caixas de som tocando MPB e bufê grátis foram usadas para atrair o evento devido a presença de Tim Maia e Ed Motta no mesmo.Apesar da dificuldade de aguentar MPB o evento foi encontrado e devidamente analisado.

Pequeno esboço merovíngio do fenômeno.

Análise Analítica do Fenômeno[editar]

Primeiramente temos de averiguar o índice de tremor do Mal de Parkinson do mamute, usando um sismógrafo os biólogos puderam confirmar que o mamute produz um tremor de 7,9 graus na Escala Richter que altera a consistência e condutividade do varal em que o mesmo se encontra.

Partindo da ideia do peso do mamute, seu tremor, mais o peso de Tim Maia e Ed Motta podemos concluir que o varal é feito de uma liga possivelmente de aço ou titânio, no entanto em uma análise mais detalhada foi descoberto que a real consistência do varal é de Adamantium, único metal que poderia suportar o peso dos dois cantores mpbezeiros. A origem do Mal de Parkinson do mamute vem de gerações passadas de sua linhagem que tremiam no frio extremo fazendo assim que o tremor e consequentemente a doença se propagasse pela sua linhagem, fazendo assim do mamute um péssimo desenhista mas uma ótima máquina de lavar.

Em segundo lugar temos de analisar os talentos de dança que o mamute possuí, não é especificado que estilo de dança o mamute apresenta,devido a seus pés estarem em cima de um varal e de tremer constantemente, os passos se assemelham muito ao balet. A presença dos cantores Ed Motta e Tim Maia ainda é mística, mas cientistas acham que o mamute pode ter atraído os cantores devido a semelhança dos mesmos.

É de conhecimento geral que devido ao alto intelecto dos cantores de MPB, os dois rechonchudos haviam aprendido javanês com monges israelitas na Bélgica Ocidental, mas foi com relojueiros islamitas que eles aprenderam a fina arte de cantar pelo nariz ao contrário. Após estas considerações e análises os cientistas esperaram o tão famigerado fenômeno ocorrer, foi o maior espetáculo de suas vidas.

Infelizmente depois de roerem seus próprios pés foi constatado que era apenas um vasamento de gás que fazia com que as pessoas alucinassem.

Ver Também[editar]