Manchete Futebol Clube do Recife

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Manchete Futebol Clube do Recife
Escudo do Manchete de Recife.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial '
Origem link={{{3}}} Pernambuco - Recife Goiana
Apelidos
Torcedores
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote camaleão
Torcedor Ilustre
Estádio
Capacidade
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador Nuvola apps core.png
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador
Time
Material Esportivo
Liga Campeonato Metropolitano de Recife
Divisão Terceira Divisão do Torneio Amador
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes



Manchete Futebol Clube do Recife é um alternativo time de futebol de Pernambuco, atualmente falido e extinto, cuja única função é ser um time pequeno e desprezível de Recife. A sua história é bastante confusa, e até a Wikipédia não sabe explicar bem de onde veio e onde terminou tal time, pois já possui mais de 50 denominações e já teve 40 sedes diferentes.

Possui basicamente apenas duas únicas glórias. A primeira foi a glória de ter viajado para o Rio de Janeiro em 1981 para perder de 4x0 para o Olaria AC, e a segunda é a de ser o time brasileiro que mais mudou de nome, superando o Guaratinguetá Futebol e o Grêmio Barueri.

História[editar]

Vovozinhas[editar]

Este famigerado time tem uma origem curiosa, foi criado em 1950 com o nome oficial de Vovozinhas. Alguns acreditam que este nome era uma singela demonstração de simpatia pela Ceará SC lá de Fortaleza, mas o motivo mais bem aceito da origem desse nome remete a uma velha expressão futebolística que diz "até minha avó fazia esse gol" que se refere a situações de chances claras e fáceis de gols mas que determinados atacantes erram o arremate mesmo assim. O time conhecido por desperdiçar gols incríveis então recebeu esse nome como maneira bem humorada de lidar com sua ruindade.

Santo Amaro[editar]

Dadá Maravilha marca seu oitavo de um total de dez gols numa mesma partida sobre o Santo Amaro, pulando em uma perna só da defesa até o ataque driblando todos jogadores do Santo Amaro, equilibrando uma bola de boliche na cabeça.

Em 1966 o time se profissionalizou e foi aceito no campeonato pernambucano com o nome mais profissional de "Santo Amaro", onde disputou contra o Íbis o posto de pior time do mundo. O Íbis ganhou essa, mas o Santo Amaro pelo menos foi vice pior time do mundo.

Na década de 70 ficou notório que a única função desse time era a derrota absoluta quando chegou a perder por 15 x 2 para o Santa Cruz FC, e não satisfeito com isso, perdeu de 14 x 0 para o Sport, sendo que neste jogo Dadá Maravilha anotou dez gols a favor do time do Sport, sendo um deles um dos mais bonitos de sua carreira, um gol olímpico de bicicleta de letra tudo ao mesmo tempo, após driblar os 10 jogadores do Santo Amaro.

A maior glória do Santo Amaro foi ter apanhado de 4x0 para o Olaria lá no Rio de Janeiro, pela final do Campeonato Brasileiro da Série Z, que em 1981 era denominada de Taça de Latão Fodido.

Casa Caiada[editar]

Em 1994 o Santo Amaro é comprado por uma rede de cosméticos chamada Casa Caiada, e muda seu nome. Quanto a habilidade do time, continua a mesma draga e permanece por mais 10 anos afundado na última divisão do futebol pernambucano, ainda com a rivalidade com o Íbis muito acirrada.

Recife FC[editar]

Quando o time se muda para Goiânia no interior de Pernambuco (what?) a equipe muda seu nome para Recife FC (what? Qual sentido?), e continua sua saga por derrotas por mais de 10 gols de diferença.

Manchete[editar]

Em 2004 passou a se denominar Manchete após ser comprado pela emissora de televisão do mesmo nome, que por ser uma emissora extinta, fez com que o time obviamente fosse extinto também, por isso você nunca ouviu falar de nenhum clube chamado Manchete.

Títulos[editar]

  • Time que mais mudou de nome e sede do mundo
  • Perder de 4x0 para o Olaria
  • Tomar 10 gols do Dadá num mesmo jogo