Marco Antonio Villa

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Seu cu não será perdoado.jpg Tá tirano?
Véio, si tu num colocá imagens no artigo, seu cu não será perdoado.

Marco Antonio Villa é um historiador brasileiro conhecido por implementar na historiografia o conceito de "variabilidade histórica". A versão da história muda conforme o dia, a vontade do historiador e quem estiver na frente dele.

A variabilidade histórica[editar]

Consciente das relações líquidas e tempestivas da pós-modernidade, Villa rejeita os imutáveis e incontestáveis fatos ao desenvolver um fazer histórico no qual os eventos do passado ganham novos significados a partir das vozes da cabeça do historiador.

Tomemos como exemplo o caso da ditadura (?) militar no Brasil. Perguntado por uma colega do meio acadêmico se houve ditadura ou não no Brasil, Villa respondeu:

Cquote1.png Esse período que vai de 64 a 68, como é possível chamar de ditadura? Aí precisa mudar o conceito de ditadura no dicionário político. Nós tivemos eleições diretas pra governador desde 65 pra onze estados com o quadro partidário anterior. Que ditadura é essa em que a oposição ganha em dois estados chaves, Guanabara e Rio de Janeiro? Que ditadura tem Passeata dos 100 mil como houve no Rio e Janeiro? Que ditadura tem festivais de música popular, movimento artístico e teatro? (Mas não houve censura?) Muito pouca. Que ditador é esse que incentiva o cinema nacional? Mais tarde nós tivemos eleições diretas para o senado e a imunidade parlamentar foi reestabelecida em 1979. Quem chama de ditadura não sabe nada de política e história!!
Villa sobre regime militar no Brasil de 1964 a 1985

Anos mais tarde, na frente do então candidato a presidência Jair Salnorabo, ele contou uma história meio diferente, demonstrando na prática o conceito de "variabilidade histórica":

Cquote1.png (Não havia liberdade na época?) Tinha, com direito a censura. (Tinham dezenas e centenas de órgãos de imprensa no Brasil). Sim, todos com censura. (Então a ditadura foi depois do AI-5, é isso?) A repressão já começa em 64. (Mas o povo pediu a saída de João Goulart) Sim, mas não pediu ditadura (E o que é ditadura?) É a supressão das liberdades individuais, como havia na época
Villa sobre sobre o mesmíssimo período

Comentarista político[editar]

Como historiador é uma profissão com pouquíssimas oportunidades no mercado de trabalho[1], Villa resolveu se tornar comentarista político e ganhou cadeira cativa em emissoras de rádio e TV que ninguém assiste como a Jovem Pan, onde se dedica a fazer observações sobre o atual cenário da política brasileira. Sempre metendo o pau no PT lambendo as bolas do PSDB e mudando a versão dos fatos conforme lhe convém, em concordância com sua tese da "variabilidade histórica".

Referências

  1. E quando tem é pra ganhar uma merreca
Heródotobarbeiro.jpg
Contadores de História Historiadores famosos
v d e h

Arnold J. Toynbee - Boris Fausto - Bruce Dickinson - E.P. Thompson - Eratóstenes - Eric Hobsbawm - Fernand Braudel - Hayden White - Heródoto - Jacques Le Goff - Karl Marx - Leopold von Ranke - Marc Bloch - Marco Antonio Villa - Marilena Chauí - Marina Silva - Nicolau Maquiavel - Robert Darnton - Sérgio Buarque de Holanda - Tácito - Theodor Mommsen - Tucídides - Umberto Eco - Voltaire