Marek Hamšík

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Futebolista chaves22.JPG Este artigo é sobre um futebolista

Ele é caneleiro, vive levando cacetadas e é melhor que o Busquets!
Se você torce pra esse perna de pau analfabeto, o problema é seu.

Veja outros futebolistas aqui.

Pele33.jpg
Casal-banguela.jpg Este artigo é sobre algo ou alguém com falta de beleza!

Não nos responsabilizaremos por qualquer dano em sua visão ou vontade de continuar a viver.
Tenha em mãos um saco de vômito (vazio, de preferência) antes de ler este arquivo.

Cquote1.svg Você quis dizer: Eslovaco do Moicano Cquote2.svg
Google sobre Marek Hamšík
Cquote1.svg Você quis dizer: Rã Chique Cquote2.svg
Google sobre Marek Hamšík
Cquote1.svg O meu é mais irado Cquote2.svg
Stephan El Shaarawy sobre seu cabelo

Marek Hamšík (27 de Julho, 1987) é um futebolista da link={{{3}}} Eslováquia dono de um cabelo zuado que joga como meio-campista. É o principal jogador da Eslováquia, apesar de marcar gol só de vez em nunca, jogando sozinho com um monte de pernas de pau como Peter Pekarík, Robert Boženík, Ondrej Duda, Ján Greguš, etc. Compete com o italiano Stephan El Shaarawy quem tem o cabelo mais zuado do futebol mundial, atualmente é ele.

O bichão e seu cabelo invocadíssimo.

Carreira[editar]

Nasceu na pequena cidade de Banská Bystrica, na Eslováquia, de mais de 76 mil habitantes. Já que relativamente não é uma cidade grande (nem média), qualquer "bom" jogador que aparece já é considerado um "novo craque". Marek muitas vezes era zuado na escola por causa do seu moicano horrível e mal feito, já que tinha um cabelo ruim e o moicano ficava "torto", foi aí que decidiu passar cola no cabelo para deixar o moicano mais horrível firme. Chamava a atenção por seu "bom futebol" na educação física, sempre era chamado pro time da interclasse já que a maioria dos seus colegas mal aprenderam a dar um passe, foi o artilheiro do seu time na interclasse por 3 anos seguidos (1-10 gols em 4 jogos; 11 gols em 6 jogos e 7 gols em 4 jogos) jogando contra os noobsinhos do 4° ano. Entrou pra categoria de base do Jupie Podlavice (nem os eslovacos conhecem esse time) logo de primeira, devido a desistência de vários garotos que preferiram ir pra carreira de caixa de supermercado e os outros eram tão ruins que o que mais se destacou entre eles foi um que fez 0 gols e seu destaque foi ter conseguido chutar a bola em direção ao gol 3 vezes. Foi apenas 1 ano no Jupie (2001-2002), depois foi pra base de um clube mais relevante, o Slovan Bratislava (time da capital) e ficou lá por 2 anos (2002-2004) e foi onde finalmente se tornou profissional.

Slovan Bratislava[editar]

O pobre Marek achou que seria o fodão do time, que jogaria a 2. Liga (segunda divisão eslovaca) na temporada 2004/05, mas sua passagem foi pífia, jogando apenas 6 jogos e apenas 1 gols, depois foi chutado pra fora do clube, que o definiu aquela ideia de "novo craque" como uma farça.

Brescia[editar]

Ainda na mesma temporada assinou com um time mais ou menos conhecido da link={{{3}}} Itália com o valor de transferência em €500,000, estreou pelo time no jogo com o Chievo em 20 de Março de 2005 (derrota de 3-1), foi a única vez que ele entrou em campo na temporada, e o Brescia foi rebaixado para a Serie B, mas continuou no clube, como iria jogar contra os timecos da segunda divisão, resolveram deixar ele entrar em campo. E ficou no clube até 2007, disputando no total 74 jogos e marcando 12 gols.

Napoli[editar]

Hamšík mostrando toda a sua habilidade contra Nedvěd.

Em 28 de Junho de 2007 assinou com o Napoli (que tinha acabado de subir para a Serie A) por €5,5 milhões, estreou em 15 de Agosto de 2007 contra o A.C. Cesena pela Copa da Itália, o Napoli venceu por 4-0, com Hamšík dando uma assistência e fazendo o segundo gol. Foi o clube onde viraria ídolo, ficando até Fevereiro de 2019 se tornando o jogador com maior número de partidas (520) e o maior artilheiro (121 gols), posteriormente ultrapassado por Dries Mertens (127). Depois da longa passagem, resolveu nadar em dinheiro jogando na link={{{3}}} China.

Dalian Professional (Yifang)[editar]

Assinou com o clube chinês com o valor da transferência em €13 milhões em 14 de Fevereiro de 2019 e está lá até hoje aos 33 anos jogando sob o regime opressor de Xi Jinping enquanto come gatos e cachorros assados em restaurantes. Fez sua estreia em 03 de Março contra o Renan Henan Jianye pela Super Liga Chinesa, jogou que terminou 1-1.

Seleção Eslovaca[editar]

É o principal nome do time, sendo o capitão, jogador com mais partidas (126) e maior artilheiro (26 gols, ele não é exatamente um goleador), tendo que se virar jogando com vários jogadores de nível patético que só são convocados pela falta de bons nomes no país. Estreou num amistoso contra a seleção polonesa em 07 de Fevereiro de 2007 (2-2). Seu primeiro gol foi contra a fortíssima seleção de link={{{3}}} San Marino na vitória por 7-0 em 13 de Outubro de 2007 pelas Eliminatórias da Euro 2008. Conseguiu o milagre de jogar a Copa do Mundo de 2010, mas sendo apenas a sombra do pseudo craque Róbert Vittek. Também jogou a Eurocopa de 2016 (4 jogos, 1 gol e 1 assistência), marcando um belo gol cagado contra a link={{{3}}} Rússia na vitória por 2-1 em Villeneuve-d'Ascq (15/06/2016).

Títulos[editar]

Napoli
  • Coppa Italia (2011/12 e 2013/14)
  • Supercopa Italiana (2014)

Só isso...