Margravial Opera House

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Margravial Opera House é um grande teatro onde gordas exibem suas vozes bizarras e alguns ricaços vão lá fingir que gostam desse espetáculo. Esta localizado na maçante cidade de Bayreuth na Alemanha.

Por simbolizar o clássico modo de vida esnobe e elitista do povo alemão que se acham o ápice das artes cênicas e musicais foi considerada patrimônio mundial pela UNESCO em 2012.

História[editar]

O interior da Margravial Opera House construído de maneira perfeita para que você durma em uma de suas apresentações de ópera.

Construído em 1750, o Margravial Opera House foi erguido para uma apresentação da banda Lacrimosa (que por serem vampiros estão vivos até hoje). Mas o prédio ficou tão bonito que decidiram conservá-lo para a apresentação de teatro do Bob Esponja ao vivo.

Originalmente, este era para ser o local de aparição do Fantasma da Ópera, mas as crianças alemãs aprendem desde cedo a não falar com estranhos, mesmo se eles aparecerem em espelhos oferecendo aulas gratuitas de voz, então o Margravial Opera House permaneceu durante os séculos sendo utilizado para outros fins, e nem sempre para concertos de ópera, pois o povo tem que ter muita falta do que fazer para ir assistir óperas todos dias.

Além de óperas, apresentam-se no Margravial Opera House também shows circenses de arremessos de facas ginsu, shows de ilusionismo e de vez em quando aquela gorda amiga do Freddie Mercury cantando Barcelona, sendo a Margravial Opera House o último exemplo de casa cultural desse tipo.

Arquitetura[editar]

O Margravial Opera House ostenta-se no mais original estilo barroco, ou seja, é feito de barro com cocô de vaca misturado para dar sustentação aos belíssimos alicerces de madeira desmatada das últimas florestas européias.

O auditório é todo em material original, ou seja, tudo extremamente velho que não foi carcomido pelas traças e cupins porque o zelador do prédio todo dia pinta todos os móveis com seu verniz especial fabricado a partir de saliva de sapos.

Ópera Margrave[editar]

A Ópera Margrave é o estilo de ópera inventado pela Margravial Opera House, geralmente envolvendo temas bissexuais, trissexuais, homossexuais, transexuais com "pessoas" vestindo perucas no palco. A ópera é reconhecida por seus shows extremamente tediosos onde o público tende a cair em sono profundo muito antes do início do segundo ato. Isso propositadamente contribui com a atmosfera de tensão e terror desejada, e os ecos dos roncos fazem com que a ópera soe musicalmente melhor, sem contar as eventuais flatulências executadas pelos espectadores de mais idade.

Richard Wagner era particularmente genial em entediar seu público, por isso ele foi eleito pelos alemães como o símbolo e padroeiro da Ópera Margrave, tendo suas composições tocadas lá pelo menos uma vez por semana, onde os apreciadores de sua boa música nunca perdem suas principais canções, como o Tema de Abertura do Shurato e a Trilha Sonora de Rocky IV.